Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que pode ser o caroço no testículo e como tratar

Atualizado em Agosto 2019

O caroço no testículo, também conhecido como nódulo no testículo, é um sintoma relativamente comum que pode surgir em homens de qualquer idade, desde crianças até idosos. No entanto, o caroço raramente é sinal de um problema grave como câncer, sendo ou não acompanhado de dor ou outros sintomas como inchaço ou sensação de pressão.

Porém, em qualquer caso é sempre importante que o caroço seja avaliado por um urologista, pois é a única forma de confirmar se é ou não um problema grave. E mesmo que não seja grave, o nódulo está sendo causado por alguma alteração que pode ou não necessitar de tratamento.

O que pode ser o caroço no testículo e como tratar

1. Hidrocele

O hidrocele é uma pequena bolsa de líquido que se acumula junto do testículo e que, por isso, pode levar ao surgimento de um caroço. Este problema é mais comum nos bebês, mas também pode acontecer em homens adultos, especialmente após os 40 anos. Embora não seja um problema grave, seu tamanho pode variar bastante, sendo que os maiores podem até levar ao surgimento de dor e desconforto.

Como tratar: Geralmente o hidrocele não necessita de qualquer tipo de tratamento, mas se estiver provocando muito desconforto o urologista pode aconselhar a realização de uma pequena cirurgia com anestesia local para fazer um pequeno corte no escroto e remover o hidrocele. Saiba mais sobre o hidrocele e quando é necessária cirurgia.

2. Varicocele

Este problema acontece quando as veias, que transportam o sangue dos testículos dilatam e ficam mais largas que o normal, acabando por acumular sangue e gerar a sensação de um caroço. Esta é a principal causa de caroço no testículo esquerdo, mas pode acontecer em ambos os lados. Nestes casos, também é comum sentir dor e sensação de peso.

Como tratar: Na maioria das vezes a varicocele é controlada com remédios analgésicos, como Dipirona ou Paracetamol, mas se existir risco de infertilidade, o médico pode recomendar fazer uma cirurgia para fechar a veia que está dilatada e fazer o sangue passar apenas pelas que ainda estão saudáveis, melhorando o funcionamento do testículo.

3. Epididimite

A epididimite surge quando o epidídimo, que é a estrutura que liga o testículo ao canal deferente, fica inflamado, o que geralmente acontece devido a uma infecção bacteriana, principalmente em casos de sexo anal desprotegido. Além da sensação de caroço no testículo, pode ainda se desenvolver outros sintomas como dor, febre e calafrios.

Como tratar: Para tratar a epididimite é necessário tomar antibióticos para combater a infecção, geralmente com 1 injeção de ceftriaxona e 10 dias de uso de comprimidos de doxiciclina ou de acordo com a recomendação do urologista.

Hidrocele
Hidrocele

4. Torção do testículo

A torção do testículo geralmente é um dos problemas mais fáceis de identificar no testículo, pois provoca o surgimento de uma dor repentina e muito intensa, além de inchaço e caroço no testículo. A torção é mais comum em meninos e homens com menos de 25 anos.

Como tratar: A torção testicular é uma emergência médica e, por isso, o tratamento com cirurgia deve ser realizado nas primeiras 12 horas para evitar a morte dos tecidos do testículo. Assim, em caso de suspeita de torção é muito importante ir rapidamente ao pronto-socorro. Entenda mais sobre quando pode acontecer a torção do testículo.

5. Cisto no epidídimo

Este tipo de cisto, também conhecido como espermatocele, consiste de uma pequena bolsa que se forma no epidídimo, o local onde o canal deferente se liga ao testículo. Na maioria dos casos, o cisto não provoca dor, mas se continuar crescendo ao longo do tempo, além de um caroço grudado ao testículo, também pode surgir dor ou desconforto.

Como tratar: O tratamento é necessário quando surgem sintomas, sendo iniciado com o uso de analgésicos, como Acetaminofeno ou Ibuprofeno. Porém, se não existir melhora após 2 semanas pode ser necessário fazer uma cirurgia com anestesia geral para remover o cisto. Saiba mais sobre como é feita a cirurgia e como é a recuperação.

6. Hérnia inguinal

O surgimento de hérnias inguinais acontece quando uma porção do intestino consegue passar através dos músculos do abdômen e, por isso, é mais comum em casos de enfraquecimento abdominal, como acontece em crianças, idosos e pessoas que fizeram alguma cirurgia. Essa hérnia pode algumas vezes sair para dentro do escroto, gerando a sensação de um caroço no testículo.

Como tratar: A hérnia inguinal precisa ser tratada por meio de cirurgia para recolocar a porção do intestino no interior da região abdominal. Saiba mais sobre como é feito o tratamento da hérnia inguinal.

Epididemite ou cisto no epidídimo
Epididemite ou cisto no epidídimo

7. Câncer de testículo

Embora seja uma das situações mais raras, o desenvolvimento de câncer no testículo também pode causar o crescimento de um pequeno caroço no testículo. Normalmente, o câncer se desenvolve sem causar qualquer tipo de dor, sendo que, por isso, é muito importante que todo o tipo de caroço seja avaliado por um urologista, mesmo que não provoque dor. Veja quais os sinais que podem indicar câncer.

Como tratar: Em quase todos os casos é necessário remover o testículo afetado para evitar que algumas células cancerígenas consigam sobreviver e infectar o outro testículo ou formar metástases para o resto do corpo.

Quando ir ao médico

Os sintomas que indicam que é importante ir rapidamente ao pronto-socorro incluem:

  • Dor muito intensa e repentina;
  • Inchaço exagerado no local;
  • Febre e calafrios;
  • Náuseas e vômitos.

No entanto, em qualquer caso é sempre importante ir ao urologista para avaliar o caroço, uma vez que, mesmo que não surjam sintomas, pode estar se desenvolvendo um problema que necessite de tratamento ou que seja muito grave, como câncer.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem