Caroço na virilha: o que pode ser e o que fazer

Revisão médica: Dr. Gonzalo Ramirez
Clínico Geral e Psicólogo
abril 2022

O caroço na virilha normalmente é um sinal de íngua, que surge quando existe algum tipo de infecção perto da região. No entanto, a presença de um caroço na virilha também pode ser causada por uma hérnia inguinal, um furúnculo ou até câncer.

Dependendo da sua causa, o caroço na virilha pode ser acompanhado de outros sintomas, como aumento da temperatura local, vermelhidão e sensibilidade ao toque, formação de pus ou febre.

Na presença de um caroço na virilha, é importante consultar o clínico geral, para que sejam avaliadas as suas características e os sintomas associados, e, assim, identificar a causa, iniciando o tratamento mais adequado, que pode ser feito com uso de antibióticos, anti-inflamatórios ou cirurgia, por exemplo.

As principais causas de caroço na virilha são:

1. Hérnia inguinal

A hérnia inguinal é uma caroço que surge na região da virilha, que pode afetar homens ou mulheres, sendo mais frequente em homens, e que acontece quando uma parte do intestino sai através de um ponto fraco dos músculos abdominais.

Geralmente, a hérnia inguinal não causa dor, mas pode ser dolorosa especialmente quando a pessoa carrega peso, tosse ou se inclina. Em homens, pode também ocorrer dor que irradia para os testículos.

O que fazer: deve-se consultar um clínico geral para diagnosticar a hérnia inguinal e fazer o tratamento com cirurgia, que tem como objetivo recolocar o intestino no local correto, além de também ser recomendada a realização de exercícios que ajudam a fortalecer os músculos do abdômen para evitar que a hérnia volte. Saiba como é feita a cirurgia para hérnia inguinal e como é a recuperação.

2. Hérnia femoral

A hérnia femoral é um caroço que aparece na coxa, próximo a virilha, e ocorre devido ao deslocamento de parte da gordura do abdômen e intestino para a região da virilha. Esse tipo de hérnia é mais comum em mulheres idosas ou após gravidez, mas também pode ocorrer devido ao fato de estar acima do peso, ter prisão de ventre crônica ou tosse crônica, por exemplo.

A hérnia femoral normalmente não causa sintomas, mas pode causar dor ao levantar, fazer esforço ou carregar peso. Em alguns casos, a hérnia pode impedir o fluxo sanguíneo para o intestino, e causar um estrangulamento ou obstrução intestinal, que é uma situação grave que pode causar morte do tecido intestinal e precisa de atendimento médico de urgência.

O que fazer: o tratamento da hérnia femoral é feito por um cirurgião geral, através de cirurgia para corrigir a hérnia e evitar o risco de estrangulamento do intestino, que pode colocar a vida em risco. Entenda como é feita a cirurgia para hérnia femoral.

3. Furúnculo

O furúnculo é um tipo de abscesso na pele que pode ocorrer na região da virilha e é caracterizado por ser um caroço com pus que pode crescer ao longo do tempo, causando dor, aumento da temperatura local, vermelhidão e sensibilidade ao toque, podendo ser bastante desconfortável.

O furúnculo na virilha pode ocorrer devido a uma inflamação na raiz do pelo, obstrução de uma glândula sebácea ou uma ferida na região da virilha, e está na maioria dos casos associado à infecção pela bactéria Staphylococcus aureus, que pode ser encontrada naturalmente nas mucosas e na pele.

O que fazer: pode-se fazer uma compressa com água morna cerca de 3 vezes por dia, além de lavar bem a região com água morna e sabonete neutro. Nunca se deve espremer o furúnculo, pois isso pode piorar a inflamação e a infecção, sendo mais difícil de tratar. Em alguns casos, o médico pode recomendar a realização de drenagem do abscesso, que consiste na retirada do pus, além do uso de antibióticos para combater a infecção.

4. Infecções sexualmente transmissíveis

As infecções sexualmente transmissíveis, ou IST’s, como a herpes genital, clamídia, sífilis ou gonorréia, podem levar ao surgimento de caroço na virilha, devido a um inchaço e acúmulo de líquidos nos linfonodos, que são pequenas glândulas que fazem parte do sistema imunológico, responsáveis por remover vírus e bactérias, para combater a infecção.

Geralmente, o caroço na virilha causado por IST’s pode causar outros sintomas como corrimento, coceira, febre, dor ou queimação ao urinar, por exemplo.

O que fazer: deve-se consultar o ginecologista, no caso de mulheres, ou o urologista, no caso de homens, para que sejam feitos exames para identificar o tipo de infecção sexualmente transmissível e o tratamento mais adequado de acordo com a causa da IST. Saiba como é feito o tratamento das IST’s.

5. Linfadenite

O caroço na virilha também pode ocorrer devido a linfadenite, que é uma inflamação nos linfonodos na região da virilha, geralmente causada por uma infecção por vírus, fungos, bactérias ou protozoários.

Além disso, podem surgir caroços em outras partes do corpo, como na região do pescoço ou nas axilas, especialmente nos casos de infecções sistêmicas como a mononucleose ou citomegalovírus.

O que fazer: deve-se consultar o clínico geral para que seja feito o diagnóstico da causa da linfadenite e o tratamento mais adequado que pode ser com antibióticos ou anti-inflamatórios.

6. Câncer

O caroço na virilha pode surgir devido ao câncer, especialmente o linfoma, que é um tipo de câncer dos linfonodos, levando ao surgimento de caroço duro na virilha, que não some após 1 ou 2 meses e não para de crescer.

Geralmente, neste tipo de câncer outros sintomas podem estar presentes além do caroço na virilha, como febre, suor noturno, cansaço excessivo e emagrecimento sem motivo aparente.

O que fazer: deve-se consultar o clínico geral, o hematologista ou o oncologista para que sejam feitos exames de sangue, tomografia ou PET-CT, por exemplo, para identificar o tipo de linfoma, e iniciar o tratamento mais adequado, que geralmente é feito com quimioterapia ou radioterapia. Confira todas as opções de tratamento para o linfoma.

7. Varize na safena

A varize na safena pode causar o surgimento de um grande caroço na virilha com coloração azulada, e que normalmente desaparece quando se deita. Esta condição ocorre quando a válvula das veias safenas não se abrem corretamente para que o sangue flua, fazendo com que se acumule dentro da veia, formando o caroço na virilha.

Embora seja uma condição rara, a varize na safena é mais comum de ocorrer em pessoas que tem varizes nas pernas ou nos pés.

O que fazer: o tratamento da varize na safena é feito pelo angiologista através de cirurgia para remover a parte danificada da safena.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Flávia Costa - Farmacêutica, em abril de 2022. Revisão médica por Dr. Gonzalo Ramirez - Clínico Geral e Psicólogo, em abril de 2022.

Bibliografia

  • MUGNAINI, E. N.; GHOSH, N. Lymphoma. Prim Care. 43. 4; 661-675, 2016
  • HAMILTON, W.; et al. Diagnosing groin lumps. BMJ. 372. 578; 2021
Mostrar bibliografia completa
  • RAVIKANTH, R. Thrombosed Saphena Varix. J Med Ultrasound. 27. 1; 54-55, 2019
  • LEVY, S. B.; GUNTA, J.; EDEMEKONG, P. Screening for Sexually Transmitted Diseases. Prim Care. 46. 1; 157-173, 2019
  • ZEPPA, P.; COZZOLINO, I. Lymphadenitis and Lymphadenopathy. . Monogr Clin Cytol. 23. 19-33, 2018
  • GOETHALS, A.; AZMAT, C. E.; ADAMS, C. T. IN: STATPEARLS [INTERNET]. TREASURE ISLAND (FL): STATPEARLS PUBLISHING. Femoral Hernia. 2021. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK535449/>. Acesso em 02 fev 2022
  • TOWFIGH, S. Inguinal Hernia: Four Open Approaches. Surg Clin North Am. 98. 3; 623-636, 2018
Revisão médica:
Dr. Gonzalo Ramirez
Clínico Geral e Psicólogo
Clínico geral pela UPAEP com cédula profissional nº 12420918 e licenciado em Psicologia Clínica pela UDLAP nº 10101998.