Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.

Carbúnculo: o que é, sintomas e tratamento

Março 2021

O carbúnculo é uma infecção pela bactéria Bacillus anthracis, que está presente no solo na forma de esporos e que podem causar doença nas pessoas ao serem inalados, ingeridos ou ao entrarem em contato diretamente com a pele.

Os sintomas de carbúnculo estão relacionados com a produção de toxinas pela bactéria, além de poderem variar de acordo com a forma como aconteceu a transmissão, podendo haver dor muscular, dor de cabeça, aparecimento de feridas na pele, vômito e diarreia com sangue, dor no peito e dificuldade para respirar.

É importante que o carbúnculo seja diagnosticado pelo clínico geral ou infectologista assim que surgirem os primeiros sintomas, pois dessa forma é possível iniciar o tratamento com antibióticos logo em seguida, prevenindo complicações mais graves.

Carbúnculo: o que é, sintomas e tratamento

Sintomas de carbúnculo

Os sintomas de carbúnculo podem variar de acordo com a forma que houve a infecção, ou seja, se foi por meio da inalação do microrganismo, ingestão de alimentos contaminados ou contato direto, sendo esta situação conhecida como carbúnculo cutâneo, que é a forma mais frequente. Assim, os principais sintomas que podem ser percebidos são:

  • Carbúnculo cutâneo: caroço vermelho-marrom que coça, mas não dói, e que forma uma bolha que pode romper e dar origem a uma ferida com crosta preta, além de haver vermelhidão e inchaço ao redor da ferida. Em alguns casos pode haver também febre, inchaço dos linfonodos e dor de cabeça. Os sintomas desse tipo de carbúnculo normalmente surgem até 10 dias do contato com o agente infeccioso;
  • Carbúnculo gastrointestinal: vômito e diarreia com sangue, inchaço no pescoço, dor de gargante e dor abdominal. Nesse caso, os sintomas surgem após a ingestão de alimento contaminado com a bactéria, que produz toxinas que causam a morte dos tecidos, levando ao desenvolvimento dos sintomas;
  • Carbúnculo por inalação: dor muscular leve, febre baixa e tosse seca que podem facilmente evoluir para dificuldade para respirar, dor no peito, febre alta, suor frio e diminuição da pressão arterial. Esse tipo de carbúnculo é o mais grave e acontece devido a inalação de esporos da bactéria, que ficam alojados no pulmão e depois germinam, promovendo a liberação de bactérias para os linfonodos do tórax, que incham e rompem, favorecendo o espalhamento da bactéria no organismo ao mesmo tempo que as toxinas são liberadas na corrente sanguínea.

É importante que o carbúnculo seja diagnosticados logo nos primeiros sintomas, principalmente no caso de carbúnculo por inalação, pois assim é possível iniciar o tratamento rapidamente para neutralizar e diminuir a quantidade de toxinas produzidas pela bactéria e, assim, evitar complicações.

Como acontece a transmissão

A principal causa do carbúnculo é a infecção pela bactéria Bacillus anthracis, que pode estar presente no ambiente na forma de esporos, principalmente no solo. Dessa forma, o contágio por esporos desse microrganismo é mais fácil de acontecer em animais que estão em contato frequente com o solo, como é o caso de bois, vacas e bezerros, por exemplo.

A transmissão para as pessoas pode acontecer através do consumo de carne desses animais contaminados, mesmo que esteja devidamente preparada, isso porque o esporo do Bacillus anthracis é resistente a altas temperatura. Além disso, as pessoas podem adquirir o carbúnculo ao entrar em contato com o animal ou produtos do contaminado ou ao inalar esporos presentes no ambiente.

Tratamento de carbúnculo

É importante que o tratamento para carbúnculo seja iniciado assim que sejam identificados sinais indicativos de infecção, sendo normalmente recomendado pelo clínico geral ou infectologista o uso de antibióticos, como Ciprofloxacina, Gentamicina, Tetraciclina ou Eritromicina, que podem ser combinados com outros antimicrobianos.

É importante que os antibióticos sejam tomados de acordo com a orientação do médico, mesmo que não exitam mais sintomas, pois assim é possível garantir a eliminação da bactéria e neutralização das toxinas, prevenindo o desenvolvimento de complicações.

Além disso, o médico pode também indicar o uso de medicamentos corticoides ou anticorpos monoclonais para aliviar os sintomas em alguns casos de carbúnculo.

Esta informação foi útil?

Sua opinião é importante! Escreva aqui como podemos melhorar o nosso texto:

Ficou alguma dúvida? Clique aqui para ser respondido.
Verifique o email de confirmação que lhe enviamos.

Bibliografia

  • HENDRICKS, Katherine A. et al. Centers for disease control and prevention expert panel meetings on prevention and treatment of anthrax in adults. Emerg Infect Dis. Vol 20. 2 ed; 2014
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Antraz ou Carbúnculo. Disponível em: <https://www.saude.go.gov.br/biblioteca/7556-antraz-ou-carb%C3%BAnculo>. Acesso em 05 Mar 2021
  • ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE. Anthrax in humans and animals. 2008. Disponível em: <https://www.who.int/csr/resources/publications/anthrax_webs.pdf>. Acesso em 17 Jul 2019
  • BBC BRASIL. Entenda o que é o Antraz. Disponível em: <https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2001/011015_antrazfrio.shtml>. Acesso em 17 Jul 2019
Mais sobre este assunto:

Carregando
...
Enviar Mensagem