Cânfora: para que serve e como usar

Evidência científica

A cânfora é uma planta medicinal rica em óleos essenciais e aromáticos, com propriedades  antissépticas, descongestionantes, calmantes, anti-reumáticas e analgésicas, sendo, por isso, popularmente utilizada para contusões ou reumatismo.

As partes normalmente utilizadas desta planta, que também é conhecida como cânfora-de-jardim, cânfora-das-hortas, alcânfora ou canforinha, são as folhas para o preparo de infusões para inalação, cataplasma ou compressas para uso externo. 

A cânfora, da espécie Artemisia Camphorata Vill, pode ser encontrada em lojas de produtos naturais, farmácias de manipulação e em algumas feiras livres e mercados, e deve ser usada com com orientação de um médico ou do fitoterapeuta, pois é uma planta tóxica que não deve ser ingerida e nem usada por crianças, mulheres grávidas ou lactantes.

Imagem ilustrativa número 1

Para que serve

A cânfora é popularmente indicada para auxiliar no tratamento de:

  • Dor muscular;
  • Contusões;
  • Luxações;
  • Artrose;
  • Reumatismo;
  • Picadas de inseto;
  • Problemas respiratórios;
  • Problemas cardíacos;
  • Problemas neurológicos.

Embora tenha muitos benefícios, esta planta medicinal não deve substituir o tratamento médico e nem ser utilizada sem que tenha sido orientada pelo médico ou profissional de saúde com experiência com o uso de plantas medicinais.

Como usar

As partes normalmente utilizadas da cânfora são as folhas para o preparo de infusões para inalação, cataplasmas, aromaterapia, cremes, pomadas ou álcool canforado.

1. Infusão de cânfora

A infusão de cânfora pode se usada para fazer inalações e aliviar problemas respiratórios, como bronquite, tosse ou congestão nasal, além de problemas neurológicos, pois ajuda a acalmar.

Ingredientes

  • 3 a 5 gotas de óleo essencial de cânfora ou 1 punhado de folhas frescas de cânfora;
  • 1 litro de água fervente.

Modo de preparo

Adicionar as gotas de óleo essencial de cânfora na água fervente. Em seguida, deve-se cobrir a cabeça com uma toalha aberta, de modo que cubra também o recipiente contendo a solução do óleo essencial de cânfora. Inclinar a cabeça sobre o recipiente e inspirar o vapor o mais profundamente possível por até 10 minutos, repetindo 2 a 3 vezes ao dia. Esta toalha ajuda a manter o vapor da solução por mais tempo.

Ao terminar a inalação, é importante passar uma toalha molhada em água fria no rosto.

2. Cataplasma de cânfora

O cataplasma de cânfora pode ser usado para contusões, dor muscular, reumatismo ou artrose, por exemplo.

Ingredientes

  • 4 folhas de cânfora;
  • 1 xícara de água.

Modo de preparo

Ferver a água e adicioná-la em um recipiente contendo as folhas de cânfora. Deixar repousar por 10 minutos. Em seguida, coar, esperar amornar e molhar uma gaze, algodão ou pano nessa mistura. Aplicar sobre a pele na região afetada, massageando suavemente, até 3 vezes por dia.

3. Aromaterapia com cânfora

A aromaterapia é uma técnica que utiliza o aroma e as partículas liberadas pelos óleos essenciais para estimular diferentes partes do cérebro. No caso do óleo essencial de cânfora, a aromaterapia pode ajudar a aliviar os sintomas de ansiedade, tensão emocional ou estresse, pois tem propriedades calmantes e sedativas.

Para fazer a aromaterapia com a cânfora deve-se colocar 2 a 3 gotas do óleo essencial em uma bola de algodão, e inspirar profundamente o aroma, segurando o ar nos pulmões por cerca de 2 a 3 segundos, antes de expirar. Repetir a inalação de 3 a 7 vezes, várias vezes por dia.

Outra forma de fazer a aromaterapia com o óleo essencial de eucalipto é colocar 2 a 3 gotas do óleo essencial de cânfora em um pouco de água, no interior de um aromatizador elétrico ou num difusor de ambiente. A quantidade de água utilizada varia de acordo com a capacidade do aromatizador elétrico ou do difusor. A nuvem de fumaça ou vapor formado, permite liberar o aroma por todo o cômodo.

4. Creme de cânfora

O creme ou a pomada de cânfora pode ser preparada para ajudar a aliviar os sintomas de problemas respiratórios, como congestão nasal, ou para aliviar dor muscular ou nas articulações.

Ingredientes

  • 10 gotas do óleo essencial de cânfora;
  • 30 mL de óleo de amêndoa ou óleo de côco.

Modo de preparo

Misturar os ingredientes em um recipiente limpo e seco. Em seguida, aplicar sobre a pele do peito, ou sobre o músculo ou a articulação afetada, massageando suavemente, 1 vez ao dia. 

Antes de usar o óleo essencial de cânfora para preparar o creme, deve-se fazer um teste de alergia, preparando uma mistura contendo 1 gota do óleo essencial de cânfora em 1 colher (de café) de óleo de côco ou de amêndoa, e aplicar sobre o dorso da mão ou na dobra do cotovelo. Aguardar 24 horas e, se durante esse período a pele ficar vermelha ou irritada, não é recomendado o uso do óleo essencial de cânfora.

5. Álcool canforado

O álcool canforado pode ser usado sobre a pele para aliviar dor muscular, reumatismo, contusões ou pancadas.

Ingredientes

  • 4 folhas frescas de cânfora;
  • 500 mL de álcool de cereais ou álcool etílico 96ºGL.

Modo de preparo

Em um recipiente de vidro limpo e seco, adicionar as folhas lavadas de cânfora e amassar as folhas em um pouco de álcool. Em seguida, colocar essa mistura em um frasco de vido, limpo e seco, e adicionar 500 mL de álcool e tampar. Cobrir o frasco com papel de alumínio e deixar repousar por uma semana. Esse álcool pode ser usado para massagear suavemente a pele, na região afetada.

Outra opção para fazer o álcool canforado é utilizar 3 pedras de cânfora trituradas, adicionando-as no recipiente de vidro limpo e seco contendo o álcool. Agitar e usar quando as pedras estiverem completamente dissolvidas.

Possíveis efeitos colaterais 

A cânfora é considerada tóxica quando usada em excesso ou em quantidades maiores do que as recomendadas, podendo causar efeitos colaterais como náuseas, vômitos, dor no estômago, ou até convulsões.

Além disso, o óleo essencial de cânfora usado sobre a pele, pode causar irritação ou sensação de queimação na pele, pelo que deve ser sempre testado previamente em uma pequena área da pele.

Por isso, o uso da cânfora deve ser feito somente com orientação médica ou de um profissional de saúde com experiência em plantas medicinais.

Quem não deve usar

A cânfora não deve ser usada por crianças, mulheres grávidas ou em amamentação. 

Além disso, a cânfora não deve ser ingerida por via oral, devendo seu uso ser feito somente sobre a pele ou na forma de inalação ou aromaterapia.

A cânfora também não deve ser aplicada sobre a pele com feridas abertas ou com infecção, ou em mucosas, como olhos, dentro do nariz ou região genital.

O álcool canforado também não deve ser usado por pessoas que estejam em tratamento com o dissulfiram.