Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como é feita a cirurgia para câncer de intestino

A cirurgia é o primeiro tratamento recomendado para o câncer de intestino, pois ela é a forma mais rápida e eficaz para retirar a maior parte das células tumorais, podendo curar o câncer nos casos mais leves de grau 1 e 2, ou atrasar o seu desenvolvimento, nos casos mais graves.

O tipo de cirurgia utilizada depende da localização do câncer, do seu tipo, tamanho e do quanto ele se espalhou no organismo, podendo ser necessário retirar apenas um pequeno pedaço da parede do intestino ou remover uma porção inteira.

Em qualquer um dos tipos de cirurgia, o médico pode recomendar fazer outros tratamentos como quimioterapia ou radioterapia para eliminar células cancerígenas que não foram retiradas. Nos casos mais graves, em que as chances de cura são muito baixas, estes tratamento podem ainda servir para aliviar os sintomas.

Cirurgia para câncer pouco desenvolvido

Este é o tipo de cirurgia mais simples que serve para retirar tumores de grau 1 que ainda não se desenvolveram e que, por isso, afetam uma pequena região do intestino.

Para fazer esta cirurgia, o médico utiliza um pequeno tubo, semelhante ao exame de colonoscopia, que possui um instrumento na ponta capaz de retirar pedaços da parede do intestino. Assim, o médico remove todas as células cancerígenas e algumas das células saudáveis em volta, para garantir que o câncer não volta a surgir.

Como é feita a cirurgia para câncer de intestino

Após isso, as células removidas são enviadas para o laboratório para serem analisadas. Com o resultado, o médico avalia o grau de alteração das células malignas e avalia a necessidade de fazer uma nova cirurgia para retirar mais tecido.

Esta cirurgia é feita no consultório médico e, por isso, não é necessário utilizar qualquer tipo de anestesia, sendo que apenas pode ser utilizada uma leve sedação. Dessa forma, é possível voltar a casa no mesmo dia, não sendo preciso ficar internado.

Se vai fazer este tipo de cirurgia, veja como se preparar, seguindo as indicações utilizadas para o exame de colonoscopia.

Cirurgia para câncer desenvolvido

Este tipo de cirurgia é usada para o câncer mais desenvolvido, como alguns de grau 2, e quase todos os de grau 3, 4 e 5. Ao contrário da cirurgia para o câncer de grau 1, ela é feita no hospital com anestesia geral, pois é necessário fazer um corte na barriga para conseguir remover porções maiores do intestino. Por isso, após a cirurgia é preciso ficar internado cerca de 1 semana antes de voltar para casa, para garantir que não surgem complicações.

Durante a cirurgia, o médico tenta retirar todo o tecido intestinal afetado pelo tumor e, por isso, a quantidade de intestino removida varia de acordo com a localização do tumor, o seu tamanho e desenvolvimento. Após retirar a parte afetada, o cirurgião liga as duas partes do intestino, permitindo restabelecer o funcionamento do órgão.

Como é feita a cirurgia para câncer de intestino

Nos casos em que é preciso remover uma parte muito grande do intestino ou a cirurgia é muito complicada, o médico pode ligar o intestino diretamente à pele, conhecido como ostomia, para permitir a recuperação do intestino antes de fazer a ligação das duas partes. Veja mais sobre o que é e como deve cuidar da ostomia.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...