Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como identificar e tratar o câncer de bexiga

O câncer de bexiga é formado quando há crescimento de células malignas na parede deste órgão, que está em contato direto com a urina, principalmente devido ao tabagismo e a exposição constante a produtos químicos como corantes, pesticidas ou arsênico, por exemplo.

Os principais sinais e sintomas provocados são:

  • Sangue na urina;
  • Sensação de dor ou queimação ao urinar;
  • Dor na região inferior na da barriga;
  • Aumento da necessidade de urinar;
  • Vontade repentina para urinar;
  • Incontinência urinária;
  • Fadiga;
  • Falta de apetite;
  • Perda de peso.

O sangramento na urina é o sintoma mais importante, mas nem sempre é visível, pois pode ser microscópico e detectado apenas no exame de urina. 

Como identificar e tratar o câncer de bexiga

Entretanto, estes sinais e sintomas não são específicos de câncer, sendo mais comuns em outras doenças das vias urinárias, como infecção urinária, pedras nos rins ou incontinência urinária, portanto devem ser diferenciadas pela avaliação do clínico geral ou urologista.

No homem, outra importante suspeita também deve ser o câncer de próstata, que pode provocar um quadro clínico bem semelhante ao da bexiga. Entenda melhor quais são as principais causas de sangue na urina e de dor na bexiga, e o que fazer caso apareçam.

Principais causas

Pela bexiga passam muitas substâncias tóxicas que são eliminadas da circulação sanguínea através da urina, com as quais entramos em contato no dia-a-dia pelo consumo de alimentos, respiração e contato com a pele.

Estas substâncias, presentes no cigarro, pesticidas, corantes e medicamentos, como ciclofosfamida e arsênico, por exemplo, entram em contato com a parede da bexiga, e podem desencadear a formação de células cancerígenas.  

Como é feito o diagnóstico

Na presença de sinais e sintomas que indiquem um câncer de bexiga, é importante se consultar com o urologista, para que sejam feitas as avaliações clínicas, exame físico e exames laboratoriais, como exame de urina, ultrassom das vias urinárias, ressonância ou tomografia computadorizada, e a cistoscopia, que consiste na introdução de um tubo fino pela uretra para observar o interior da bexiga e coletar biópsias.

A biópsia do tumor é muito importante, pois ela irá determinar se é um tumor benigno ou um câncer com características de malignidade, que podem se espalhar pelo corpo através de metástases. 

Em seguida, os próximos passos para definir a gravidade e o tratamento do câncer na bexiga dependem do estágio de desenvolvimento do câncer:

  • Estágio 0 - tumores localizados somente no revestimento da bexiga;
  • Estágio 1 - tumor atravessa que o revestimento da bexiga, mas não atinge a camada muscular;
  • Estágio 2 - tumor que atinge a camada muscular da bexiga;
  • Estágio 3 - tumor que ultrapassa a camada muscular da bexiga atingindo os tecidos ao seu redor;
  • Estágio 4 - o tumor se espalha para os gânglios linfáticos e órgãos vizinhos, ou para locais distantes.

O estágio que o câncer se encontra depende do tempo que a pessoa o desenvolveu, portanto, é muito importante que o diagnóstico e o início do tratamento sejam feitos o mais rápido possível. 

Como tratar

O tratamento do câncer de bexiga depende do estadiamento e do grau de comprometimento do órgão, e pode ser feito através de cirurgia, quimioterapia, radioterapia e imunoterapia, conforme indicação do médico. 

Geralmente, nos estágios 0 e 1 do câncer de bexiga, o tratamento consiste na retirada do tumor e administração de quimioterapia, radioterapia ou imunoterapia na bexiga. Já os estágios 2 ou 3, podem ser tratados com a retirada da bexiga, parcialmente ou por completo, além da administração de quimioterapia em conjunto com radioterapia.

Entretanto, no câncer de bexiga no estádio 4, devido a presença de matástases e uma chance de cura pequena, normalmente, não é feito cirurgia, sendo indicada a quimioterapia, e outros tratamentos para aliviar os sintomas da doença e permitir um maior tempo de vida. Saiba mais detalhes sobre as principais opções de tratamento para o câncer de bexiga.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...