Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como tratar calosidades no pé diabético

Na diabetes existe uma diminuição na capacidade do corpo para cicatrizar, especialmente em locais com menos circulação sanguínea como as pernas ou pés. Dessa forma, é muito importante evitar retirar os calos em casa pois pode provocar feridas que vão ser muito difíceis de cicatrizar e que podem infectar.

Assim, a melhor forma de ir diminuindo o calo em casa e aliviar a dor consiste em:

  1. Lavar bem os pés;
  2. Colocar os pés numa bacia com água morna durante 5 minutos;
  3. Passar pedra pomes levemente no calo.

Depois de fazer esta pequena raspagem no pé, pode-se ainda aplicar um creme hidratante no local afetado para manter a pele mole e evitar que o calo continue crescendo.

Como tratar calosidades no pé diabético

No entanto, cremes para remover calos, que são vendidos nas farmácias ou supermercados, devem ser evitados porque podem causar lesões na pele, que, mesmo sendo muito pequenas, podem continuar aumentando no diabético.

Conheça todos os cuidados que o diabético deve ter com os pés.

Como acelerar a recuperação

De forma a acelerar a recuperação da pele e facilitar a retirada do calo, existem alguns cuidados que o diabético pode ter durante o dia como:

1. Utilizar sapatos confortáveis

Os sapatos ideias devem ser fechados, mas macios e confortáveis para evitar excesso de pressão em algumas zonas como o dedão ou o calcanhar. Desta forma é possível evitar que os calos aumentem de tamanho ou surjam em outros locais.

Uma dica interessante é utilizar dois pares de sapatos durante o mesmo dia, pois dessa forma é possível evitar as mesmas zonas de pressão de um sapato para o outro.

2. Manter os pés limpos e secos

A melhor forma de limpar os pés é lavando-os com água morna, evitando utilizar a água muito quente. Isso acontece porque a água quente, embora possa tornar o calo mais mole, dificulta a cicatrização de outras pequenas feridas que se possa ter no pé.

Após lavar o pé é ainda muito importante secar muito bem para a toalha, para evitar o desenvolvimento de fungos e reduzir as chances de o pé deslizar dentro da meia, podendo causar mais dor no calo.

3. Hidratar os pés

Os calos surgem devido ao espessamento da pele em locais de muita pressão e, por isso, é normal que a pele nesses locais fique mais seca. Assim, uma boa forma de ir reduzindo os calos ou de os evitar é manter a pele dos pés sempre bem hidratada. A melhor forma consiste em utilizar um bom creme hidratante simples, sem cheiro ou outros químicos que possam lesionar a pele.

Assista no vídeo a seguir como fazer um excelente remédio caseiro para rachadura nos pés:

Quando ir no médico

As pessoas com diabetes devem fazer visitas regular ao podologista para avaliar a saúde dos pés e evitar complicações. Na maioria dos casos, os calos não precisam ser tratados pelo podologista, no entanto, caso surjam muito frequentemente ou demorem muito tempo para melhor é recomendado procurar o profissional para iniciar o tratamento adequado.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...