Calculadora Relação Cintura-Quadril: qual seu risco cardiovascular?

Atualizado em novembro 2023

A calculadora de relação cintura-quadril (RCQ) permite avaliar, a partir das medidas da cintura e do quadril, o risco que uma pessoa tem de desenvolver uma doença cardiovascular, como pressão alta, aterosclerose e até situações mais graves como AVC ou infarto, por exemplo.

Além disso, valores altos de relação cintura-quadril também estão relacionados com o aumento do risco do surgimento de outras doenças crônicas como obesidade, diabetes ou câncer. Entenda melhor o que é a relação cintura-quadril.

Insira seus dados na calculadora a seguir e descubra qual o seu risco de ter uma doença cardiovascular:

Erro
cm
Erro
cm
Erro

É importante lembrar que esta calculadora é apenas uma ferramenta que ajuda a avaliar o risco de doenças cardiovasculares e, por isso, não deve substituir a consulta com o cardiologista.

O que significa o resultado

Em mulheres, quando os resultados da relação cintura-quadril estão abaixo de 0.80, indicam baixo risco do desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Já o resultado igual ou acima de 0.80, indica um risco alto para o surgimento de doenças cardiovasculares e outras doenças crônicas, como obesidade, diabetes ou câncer.

Enquanto em homens, valores abaixo de 0.95 sugerem baixo risco do desenvolvimento de doenças cardiovasculares. No entanto, valores iguais ou acima de 0.95 podem indicar maior risco de desenvolver doenças cardíacas.

O que fazer se relação cintura-quadril estiver alta

Quando a relação cintura-quadril está alta, é recomendado consultar um cardiologista, para que seja feita uma avaliação completa e, se necessário, que sejam indicados os tratamentos mais adequados

É importante também fazer uma dieta saudável e variada, com a orientação de um nutricionista, para ajudar na perda de peso para promover uma mudança dos hábitos alimentares e evitar o efeito sanfona. Veja como fazer uma dieta saudável.

Além disso, é recomendado também fazer exercícios físicos entre 150 e 200 minutos por semana, cerca de 3 a 5 vezes por semana, como dança, corrida, natação, bicicleta, musculação, calistenia ou GAP. Isso porque os exercícios físicos, junto com a dieta, aceleram o metabolismo, estimulando a perda de peso.

Desvantagens da relação cintura-quadril

Embora a relação cintura-quadril seja uma medida útil para algumas condições de saúde, esse método não é infalível. Isso porque as pessoas podem fazer medições erradas da circunferência da cintura e/ou quadril.

Além disso, a relação cintura-quadril não é indicada para crianças, mulheres grávidas, pessoas com IMC igual ou maior que 35 e com menos de 150 cm de altura.