Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é bulimia, sintomas e principais causas

A bulimia é um transtorno alimentar caracterizado por compulsão alimentar e preocupação excessiva com o aumento de peso, o que leva ao surgimento de comportamentos compensatórios após as refeições para evitar o ganho de peso, como por exemplo vômitos forçados ou uso de laxantes.

A maioria dos casos de bulimia acontece em meninas e, além da preocupação excessiva com o ganho de peso, a pessoa pode também ter baixa auto-estima, mudanças frequentes do humor e sentimento de angústia e ansiedade após refeições.

A bulimia é uma transtorno que impacta diretamente na qualidade de vida da pessoa e da família, já que gera angústia e preocupação em função do seu comportamento. Por isso, é importante que ao ser percebido qualquer sinal indicativo de bulimia, a pessoa receba apoio dos familiares e seja acompanhado por um nutricionista e psicólogo com o objetivo de melhorar a sua qualidade de vida e evitar os sintomas relacionados com a bulimia.

O que é bulimia, sintomas e principais causas

Sintomas de bulimia

Os sintomas de bulimia podem ser físicos, psicológicos e comportamentais, sendo o principal a compulsão alimentar seguida de comportamentos compensatórios devido ao medo de engordar, como ir frequentemente ao banheiro durante e após as refeições, além de induzir o vômito. Outros sinais e sintomas que podem ser indicativos de bulimia são:

  • Usar regularmente laxantes, diuréticos ou inibidores do apetite;
  • Praticar excessivamente exercício físico;
  • Comer grandes quantidades de alimentos escondido;
  • Sentimentos de angústia e de culpa após comer em excesso;
  • Não engordar apesar de comer muito;
  • Inflamações frequentes na garganta;
  • Aparecimento recorrente de cáries dentárias;
  • Calosidade no dorso da mão;
  • Dores abdominais e inflamações no sistema gastrointestinal frequentemente;
  • Menstruação irregular.

Além disso, é possível também que a pessoa apresente sinais e sintomas de desidratação e desnutrição, que acontece como consequência dos hábitos relacionados com o transtorno, além de depressão, irritabilidade, ansiedade, baixa auto-estima e necessidade excessiva do controle de calorias.

Na bulimia a pessoa normalmente possui o peso adequado ou está ligeiramente acima do peso ideal para a idade e altura, diferentemente do que acontece na anorexia, que também é um transtorno alimentar e psicológico, no entanto a pessoa está abaixo do peso normal para a idade e a altura e normalmente enxerga-se sempre acima do peso, o que leva a restrições alimentares. Saiba como diferenciar a bulimia e a anorexia.

Principais causas

A bulimia não tem uma causa definida, no entanto muitas vezes a sua ocorrência está relacionada com o culto ao corpo, o que pode ser influenciado diretamente pela mídia ou pelo comportamento da família e de amigos próximos, por exemplo.

Por causa disso, muitas vezes a pessoa interpreta que o corpo que possuem não é o ideal e passam a "culpabilizá-lo" pela sua infelicidade, assim, evitam o máximo o ganho de peso. Para isso, normalmente comem o que desejam, mas logo em seguida, devido ao sentimento de culpa, acabam por eliminar para que não exista ganho de peso.

Como deve ser o tratamento

Devido ao fato da bulimia ser um transtorno psicológico e alimentar, é importante que a pessoa tenha acompanhamento de um psicólogo e de um nutricionista, principalmente, para que seja iniciada a reeducação alimentar e seja estimulada o desenvolvimento de uma relação mais saudável com a comida para evitar comportamentos compensatórios.

Além disso, muitas vezes é necessária a ingestão de suplementos de vitaminas e minerais, assim como de alguns remédios antidepressivos e/ou que ajudem a evitar os vômitos. Em casos graves pode mesmo ser necessário o internamento hospitalar ou em clínicas especializadas no tratamento de transtornos alimentares. Entenda como deve ser o tratamento para a bulimia.

Bibliografia >

  • NATIONAL EATING DISORDERS COLLABORATION. Bulimia nervosa. Disponível em: <https://www.nedc.com.au/assets/Uploads/NEDC-Fact-Sheet-Bulimia-Nervosa-.pdf>. Acesso em 06 Dez 2019
  • CONTI, Maria Aparecida. Anorexia e bulimia – corpo perfeito versus morte. O Mundo da Saúde, São Paulo - 2012;36(1):65-70. Vol 36. 1 ed; 65-70, 2012
  • CARMO, Cristiane C.; PEREIRA, Priscila M. L.; CÂNDIDO, Ana Paula C. Transtornos Alimentares: uma revisão dos aspectos etiológicos e das principais complicações clínicas. HU Revista. Vol 40. 3 ed; 173-181, 2014
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem