Bromoprida: para que serve, como tomar e efeitos colaterais

A bromoprida é um remédio antiemético e procinético indicado para o tratamento de náuseas e vômitos ou alterações dos movimentos gastrointestinais, que age bloqueando o efeito da dopamina, um tipo de neurotransmissor com ação no sistema gastrointestinal e no cérebro, que causa náuseas e vômitos relacionados à cirurgias ou ao refluxo gastroesofágico, por exemplo.

Esse remédio pode ser encontrado em farmácias ou drogarias na forma de cápsulas, comprimidos ou gotas, com o nome comercial Digesan, na forma de genérico com o nome Bromoprida ou com os nomes similares Plamet ou Fagico, por exemplo. Além disso, a bromoprida também pode ser encontrada na forma de injeção para aplicação no músculo ou injeção diretamente na veia, sendo utilizada somente em hospitais, sob a supervisão de um profissional de saúde.

A bromoprida pode ser usada por adultos ou crianças com mais de 1 ano de idade, e deve ser utilizada com indicação e orientação médica.

Bromoprida: para que serve, como tomar e efeitos colaterais

Para que serve

A bromoprida é indicada para tratamento ou prevenção de náuseas e vômitos, alterações dos movimentos do estômago e intestino, e para aliviar os sintomas causados por refluxo gastroesofágico, pois age bloqueando o efeito da dopamina no cérebro e no sistema gastrointestinal, além de aumentar o esvaziamento gástrico e os trânsito intestinal. Saiba identificar os sintomas do refluxo gastroesofágico.  

Além disso, a bromoprida também pode ser usada durante exames radiológicos.

Como tomar

A forma de uso da bromoprida depende da apresentação do remédio e inclui:

1. Bromoprida gotas pediátricas 4 mg/mL

A bromoprida gotas pediátricas contém 4 mg de bromoprida em cada 1 mL da solução, vendida em frasco de 20 mL, e deve ser tomada por via oral.

A dose recomendada para crianças com mais de 1 ano de idade é de 1 a 2 gotas por cada kg de peso corporal, até três vezes ao dia, conforme orientação do pediatra.

2. Bromoprida solução oral 1 mg/mL

A bromoprida solução oral, contém 1 mg de bromoprida para cada 1 mL da solução, e é vendida em frascos de 120 mL.

As doses devem ser tomadas por via oral e variam de acordo com a idade:

  • Adultos: a dose recomendada para adultos é de 10 mL da solução oral, que corresponde a 10 mg de bromoprida, tomadas a cada 8 ou 12 horas, de acordo com a indicação do médico. A dose máxima por dia não deve ser maior do que 60 mg;
  • Crianças com mais de 1 ano: a dose recomendada para crianças é de 0,5 a 1 mg por cada kg de peso corporal, por dia, dividida em 3 tomadas diárias.

O tempo de tratamento com a bromoprida solução oral deve ser orientado pelo médico de forma individualizada.

3. Bromoprida comprimido ou cápsulas de 10 mg

A bromoprida, na forma de comprimidos ou cápsulas de 10 mg, deve ser tomada por via oral, sendo indicada somente para adultos. 

A dose recomendada é de 1 comprimido ou cápsula de 10 mg a cada 8 ou 12 horas, de acordo com a indicação médica. A dose máxima por dia não deve ser maior do que 60 mg.

4. Bromoprida injetável 10 mg/2 mL

A bromoprida injetável 10 mg/2mL deve ser aplicada diretamente na veia ou no músculo do braço ou glúteo, por um médico, enfermeiro ou ou profissional de saúde treinado, e a dose deve ser determinada pelo médico de acordo com a doença a ser tratada.

Geralmente, as doses recomendadas para uso da bromoprida injetável são:

  • Adultos: a dose intravenosa ou intramuscular recomendada é de 1 a 2 ampolas por dia;
  • Crianças com mais de 1 ano: a dose recomendada é de 0,5 a 1 mg por cada kg de peso corporal, por dia, por via intramuscular ou na veia.

Estas doses podem ser alteradas pelo médico, dependendo da gravidade das náuseas e vômitos ou dos sintomas de refluxo gastroesofágico.

Possíveis efeitos colaterais

Os efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento com bromoprida são inquietação, sonolência, cansaço excessivo, diminuição de forças ou esgotamento.

Embora seja mais raro, também podem ocorrer tremores, contrações musculares, dificuldade para andar, lentificação dos movimentos, agitação, convulsões, insônia, dor de cabeça, tontura, náuseas, produção de leite excessiva ou inadequada, aumento das mamas em homens, formação de bolinhas na pele e distúrbios intestinais. 

Além disso,a bromoprida pode causar reações alérgicas graves que necessitam de atendimento médico imediato. Por isso, deve-se interromper o tratamento e procurar o pronto socorro mais próximo ao apresentar sintomas como dificuldade para respirar, dor no peito, sensação de garganta fechada, inchaço na boca, língua ou rosto, ou urticária. Saiba identificar os sintomas de reação alérgica grave.

No caso da bromoprida injetável, como o uso é feito em hospitais no caso de surgimento de reação alérgica, o tratamento é imediato. 

Quem não deve usar

A bromoprida não deve ser usada por crianças com menos de 1 ano de idade, por mulheres grávidas ou em amamentação, ou por pessoas que tenham sangramento, obstrução ou perfuração gastrointestinal, epilepsia ou feocromocitoma.

Além disso, esse remédio não deve ser usado por pessoas que tenham alergia à bromoprida ou que estejam em tratamento com outros antieméticos como metoclopramida, ondansetrona, ou remédios como haloperidol, clorpromazina, risperidona, cinarizina ou fluoxetina, citalopram ou sertralina, por exemplo.

É importante informar ao médico todos os remédios que a pessoa utiliza, pois a bromoprida pode diminuir o efeito da digoxina utilizada no tratamento de doenças cardíacas, ou aumentar a ação do paracetamol, tetraciclina ou levodopa, podendo causar intoxicação ou efeitos colaterais graves.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • EPIFANIO, Matia; et al. Bromopride, metoclopramide, or ondansetron for the treatment of vomiting in the pediatric emergency department: a randomized controlled trial. J. Pediatr. (Rio J.). 94. 1; 1-7, 2018
  • LACHI-SILVA, L.; et al. Population pharmacokinetics of orally administrated bromopride: Focus on the absorption process. Eur J Pharm Sci. 142. 105081; 2020
  • TONINI, M.; et al. Review article: clinical implications of enteric and central D2 receptor blockade by antidopaminergic gastrointestinal prokinetics. Aliment Pharmacol Ther. 19. 4; 379-90, 2004
  • LIBBS. Plamet (bromoprida): Solução injetável 5 mg/mL. Disponível em: <https://www.libbs.com.br/wp-content/uploads/2015/12/Plamet-injeta%C2%A6%C3%BCvel_Profissional_V12C-14-ampliada.pdf>. Acesso em 23 Jul 2021
  • LIBBS. Plamet (bromoprida): Solução oral (gotas pediátricas) 4 mg/mL. Disponível em: <https://www.libbs.com.br/wp-content/uploads/2015/12/Plamet-gotas_Profissional_V12B-14-ampliada.pdf>. Acesso em 23 Jul 2021
Mais sobre este assunto: