7 incríveis benefícios de tomar banho de sol para a saúde

Revisão clínica: Manuel Reis
Enfermeiro
setembro 2022

Se expor ao sol diariamente traz diversos benefícios para a saúde, pois estimula a produção de vitamina D, que é essencial para várias atividades do corpo, além de estimular a produção de melanina, prevenir doenças e aumentar a sensação de bem-estar.

Além disso, se expor ao sol diariamente, ajuda a regular ciclo circadiano e o relógio biológico, o que pode melhorar melhorar a qualidade do sono e aliviar a insônia.

Por isso, é importante que a pessoa se exponha ao sol sem protetor solar por 15 a 30 minutos diariamente, de preferência antes das 10h da manhã e após às 16h, pois são as horas em que o sol não está tão forte e, assim, não há riscos associados à exposição.

Os principais benefícios do sol incluem:

1. Aumentar a produção de Vitamina D

A exposição ao sol é a principal forma de produção de vitamina D pelo corpo, que é essencial de várias maneiras para o organismo, como:

  • Aumenta os níveis de cálcio no organismo, o que é importante para o fortalecimento de ossos e articulações;
  • Ajuda a prevenir a formação de doenças como osteoporose, doenças cardíacas, auto-imunes, diabetes e o câncer, principalmente no cólon, mama, próstata e ovários, pois reduz os efeitos da transformação das células;
  • Previne doenças auto-imunes, como artrite reumatoide, doença de Crohn e esclerose múltipla, pois ajuda a regular a imunidade.

A produção de vitamina D pela exposição ao sol é maior e traz mais benefícios ao longo do tempo do que a suplementação oral, por meio de comprimidos. Veja como tomar sol de forma eficaz para produzir vitamina D.

2. Diminuir o risco de depressão

A exposição ao sol aumenta a produção de endorfina pelo cérebro, substância antidepressiva natural, que promove sensação de bem-estar e aumenta os níveis de alegria.

Além disso, a luz solar estimula a transformação da melatonina, hormônio produzido durante o sono, em serotonina, que é importante para o bom humor.

3. Melhorar a qualidade do sono

A luz do sol ajuda a regular o ciclo do sono, que é quando o corpo compreende que está na hora de dormir ou de ficar acordado, e evita episódios de insônia ou dificuldade para pegar no sono à noite.

4. Proteger contra infecções

A exposição ao sol moderada e nos horários corretos, ajuda a regular o sistema imune, dificultando o aparecimento de infecção, como gripes, por exemplo, mas também ajuda a combater as doenças da pele relacionadas à imunidade, como psoríase, vitiligo ou dermatite atópica.

5. Proteger contra radiação perigosa

Tomar sol, moderadamente, estimula a produção de melanina, que é o hormônio que dá o tom mais escuro à pele, impede a absorção de mais raios UVB, protegendo naturalmente o corpo contra os efeitos tóxicos de alguma da radiação solar.

6. Prevenir a esclerose múltipla

Alguns estudos [1,2] têm mostrado que baixos níveis de vitamina D no organismo, podem aumentar o risco de desenvolvimento da esclerose múltipla. Desta forma, tomar sol diariamente, pode ajudar a aumentar os níveis de vitamina D no organismo e prevenir a esclerose múltipla.

Além disso, um dos tratamentos que podem ser indicados pelo médico para a esclerose múltipla é a suplementação de vitamina D. Veja como é feito o tratamento da esclerose múltipla

7. Reduz o risco de parto prematuro

Alguns estudos [3,4] têm relacionado a deficiência de vitamina D com o parto prematuro e o desenvolvimento de pré-eclâmpsia. Por isso, tomar sol diariamente durante a gravidez, pode ajudar a reduzir o risco de parto prematuro, e também da pré-eclâmpsia. 

No entanto, ainda são necessários mais estudos que comprovem a relação dos baixos níveis de vitamina D, o parto prematuro e a pré-eclâmpsia, devendo a mulher ser acompanhada pelo obstetra durante toda a gravidez, para avaliar o estado geral de saúde e riscos durante a gestação. 

Além disso, deve-se tomar sol durante os horários recomendados pelo obstetra, tendo o cuidado de não ficar muito tempo no sol ou de ficar no sol forte, pois pode provocar desidratação, o que pode prejudicar o bebê.

Cuidados ao tomar sol

Para obter estes benefícios, não se deve tomar sol exageradamente, pois em excesso, o sol pode trazer consequências prejudiciais para a saúde, como insolação, desidratação ou câncer de pele. Além disso, para diminuir os riscos da exposição aos raios UV do sol, é recomendado o uso de protetor solar, no mínimo FPS 15, cerca de 15 a 30 minutos antes, e repor a cada 2h.

Saiba quais são as formas de tomar sol sem riscos para à saúde.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Marcela Lemos - Biomédica, em setembro de 2022. Revisão clínica por Manuel Reis - Enfermeiro, em setembro de 2022.

Bibliografia

  • JOLICK, M. F. Sunlight, UV Radiation, Vitamin D, and Skin Cancer: How Much Sunlight Do We Need?. Adv Exp Med Biol. 1268. 19-36, 2020
  • FEIGE, J.; et al. Vitamin D Supplementation in Multiple Sclerosis: A Critical Analysis of Potentials and Threats. Nutrients. 12. 3; 783, 2020
Mostrar bibliografia completa
  • SHEA, A. L. A.; et al. Vitamin D for daily practice. Semergen. 46. 6; 406-410, 2020
  • ALFREDSSON, L.; et al. Insufficient Sun Exposure Has Become a Real Public Health Problem. Int J Environ Res Public Health. 17. 14; 5014, 2020
  • MUNGER, K. L.; et al. Serum 25-Hydroxyvitamin D Levels and Risk of Multiple Sclerosis. JAMA. 296. 23; 2832-2838, 2006
  • PIERROT-DESEILLIGNY, C.; SOUBERBIELLE, J-C. Vitamin D and multiple sclerosis: An update. Mult Scler Relat Disord. 14. 35-45, 2017
  • AGUILAR-CORDERO, M. J.; et al. Vitamin D, preeclampsia and prematurity: A systematic review and meta-analysis of observational and interventional studies. Midwifery. 87. 102707, 2020
  • MEAD, M. N. Benefits of Sunlight: A Bright Spot for Human Health. Environ Health Perspect. 116. 4; A160–A167, 2008
Revisão clínica:
Manuel Reis
Enfermeiro
Pós-graduado em fitoterapia clínica e formado pela Escola Superior de Enfermagem do Porto, em 2013. Membro nº 79026 da Ordem dos Enfermeiros.