Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Ômega 3 na gravidez pode deixar bebê mais Inteligente

Consumir diariamente ômega 3 durante a gravidez optando por alimentos como salmão, atum ou sardinha, que são ricos nesse nutriente, ou até mesmo tomar as cápsulas de ômega 3 pode deixar o bebê mais inteligente, tendo um melhor desempenho escolar no futuro.

Isso acontece porque o tecido cerebral precisa do ômega 3 para se desenvolver completamente alcançando sua capacidade máxima. Mas os benefícios não são só para o bebê, porque este consumo também protege a futura mamãe, melhorando seu bem-estar.

Assim, os principais benefícios do consumo de ômega 3 durante a gestação são:

  • Tornar o bebê mais inteligente: porque este ácido graxo é um elemento fundamental na formação do cérebro e do sistema nervoso da criança;
  • Diminuir o risco de asma no bebê: sendo especialmente indicado para as mulheres que tem esse tipo de alergia na família;
  • Diminuir o risco de depressão pós parto: porque as mães transferem para o bebê grandes quantidades desses ácidos graxos essenciais que não são produzidos pelo organismo e precisam ser ingeridos na dieta. E níveis baixos deles pode aumentar a tendencia à depressão ou mal funcionamento cerebral.

Para alcançar todos estes benefícios é recomendado consumir alimentos ricos em ômega 3 todos os dias, mas uma outra possibilidade é tomar as cápsulas de ômega 3 que podem ser indicados pelo médico ou nutricionista. Mas como o cérebro do bebê continua se desenvolvendo depois do nascimento, esse cuidado também é importante durante a amamentação.

Alimentos ricos em ômega 3Alimentos ricos em ômega 3
Suplemento de ômega 3Suplemento de ômega 3

Quando tomar suplemento de ômega 3 na gravidez

É recomendado tomar um suplemento alimentar de ômega 3 quando recomendado pelo médico ou nutricionista, mas todas as grávidas podem se beneficiar. Alguns exemplos de cápsulas de ômega 3 que podem ser indicadas são Ogestan e Proepa Gesta porque eles contém exatamente a dose que a gestante necessita.

Esse suplemento deve ser tomado segundo a orientação do profissional que indicou seu uso, mas geralmente consiste na toma de 1 ou 2 cápsulas de ômega 3 durante toda a gestação, e também durante a amamentação.

A quantidade máxima de ômega 3 que se pode consumir por dia é de 3 g por dia porque acima disso pode ser prejudicial à saúde. Por isso é importante levar em consideração a quantidade que consegue com a alimentação e com a suplementação.

Onde encontrar ômega 3 e como consumir

Boas fontes de omegas 3 são os óleos de peixes de água fria, o Krill e óleos de linhaça ou óleo de prímula. Por isso desde o primeiro trimestre de gestação e durante toda a fase da amamentação a alimentação da mãe deve ter no mínimo 300 mg de DHA na sua alimentação diária, o que corresponde a 2 colheres de sopa de óleo de linhaça por dia ou  200 gramas de peixe de água fria. Veja mais exemplos de alimentos ricos em ômega 3 aqui.

Para os bebês que não são amamentados e apenas tomam mamadeira, pode ser uma boa alternativa usar fórmulas lácteas com EPA, DHA e ALA que são tipos de ômegas 3.

Dieta rica em ômega 3

Aqui está um exemplo de um cardápio de 3 dias que a gestante pode seguir para garantir que consegue ingerir a quantidade necessária para diminuir o risco de depressão pós parto, aumentar a inteligência e diminuir o risco de alergias no bebê:

 Dia 1Dia 2Dia 3
Café da manhã

1 copo de suco de laranja

1 crepioca com sementes de chia e queijo minas

1 laranja

1 iogurte com linhaça 

1 tapioca com queijo e cocô ralado

1/2 abacate amassado

1 suco de cenoura 

30 g de nozes

1 pão integral como gergelim e manteiga

1 banana

Lanche da manhã

1 pera

2 biscoitos cream cracker

Suco de couve com limão

1 tangerina 

2 biscoitos maizena

Almoço ou Jantar

Fusilli cozido com 1 posta de salmão desfiado e azeitonas

salada de alface, tomate e pepino

1 manga

2 panquecas com recheio de uma lata de atum com molho de tomate, cebola e pimentão

Salada verde

5 morangos

2 Sardinhas assadas

2 colheres de arroz

1 concha de feijão

Couve à mineira

2 fatias de abacaxi

Lanche da tarde1 taça de mingau de aveia com 2 castanhas1 copo de vitamina de banana + 2 colheres de aveia

1 iogurte

1 pão integral com queijo

Ceia1 punhado de cereais integrais2 colheres de frutos secos3 biscoitos integrais

Um nutricionista poderá indicar um outro cardápio pessoalmente numa consulta, que se adeque ao seu gosto pessoal.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...