Beclometazona: para que serve e como usar

outubro 2022
  1. Para que serve
  2. Como usar
  3. Efeitos colaterais
  4. Contra-indicações

A beclometasona é um corticoide indicado para o tratamento de doenças das vias respiratórias, como asma brônquica, bronquite, rinite alérgica ou sinusite, pois age diminuindo o a inflamação e inchaço da mucosa nasal ou diminuindo os espasmos dos brônquios, aliviando os sintomas como coceira no nariz, espirros, nariz entupido ou dificuldade respiratória, por exemplo.

Esse remédio pode ser encontrado em farmácias ou drogarias, na forma de spray nasal, bombinha para inalação ou flaconetes para nebulização, com os nomes comerciais Clenil ou Beclosol, ou como genérico "dipropionato de beclometasona". Além disso, também pode ser encontrado associado a outras substâncias, como salbutamol ou fumarato de formoterol, com ação broncodilatadora.

A beclometasona também pode ser oferecida gratuitamente pelo SUS, e deve ser usada somente com indicação médica, pelo tempo de tratamento e nas doses recomendadas pelo médico de forma individualizada.

Para que serve

A beclometasona é indicada para doenças das vias respiratórias, como:

  • Asma brônquica;
  • Bronquite;
  • Espasmo brônquico;
  • Rinite alérgica;
  • Rinite perene ou sazonal;
  • Rinite vasomotora;
  • Rinofaringite;
  • Sinusite;
  • Pólipos nasais, após cirurgia;
  • Febre do feno;
  • Doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC).

Esse remédio age reduzindo os sintomas da rinite, como sensação de nariz escorrendo ou entupido, espirros ou coceira nasal. Já para o tratamento da asma, bronquite ou DPOC, esse remédio age diminuindo os espasmos dos brônquios, reduzindo os sintomas, prevenindo crises e melhorando a função pulmonar.

A beclometasona, apesar de ser indicada para asma, deve ser usada para o tratamento preventivo da asma, e não deve ser usada para as crises de asma, ou asma aguda, pois pode demora alguns minutos para exercer seu efeito máximo.

Como usar

O uso da beclometasona varia de acordo com sua apresentação, e inclui:

1. Beclometasona spray nasal

O spray nasal pode ser encontrado na forma de solução aquosa ou suspensão nasal, contendo beclometasona 50 mcg, e deve ser usado por via nasal, aplicando o jato dentro da narina.

Antes de aplicar a beclometasona spray nasal deve-se assoar o nariz suavemente e agitar o frasco antes do uso para misturar os componentes da fórmula.

As doses normalmente recomendadas variam com a idade e inclui:

  • Adultos: as doses normalmente recomendadas são de 1 a 2 aplicações em cada narina, 2 vezes por dia ou conforme orientação médica;
  • Crianças com mais de 6 anos: a dose normalmente recomendada é de 1 dose, em cada narina, de 12 em 12 horas, ou conforme orientação do pediatra.

Após usar o spray nasal de beclometasona, deve-se lavar o aplicador e a tampa protetora em água morna e deixar secar ao ar livre, antes de colocar no frasco novamente.

2. Beclometasona aerossol

A beclometasona na forma de aerossol pode ser encontrada na forma de cápsula de 50 mcg, 100 mcg ou 250 mcg para ser usada por inalação oral utilizando o inalador fornecido na embalagem.

A cápsula de beclometasona deve ser inserida no inalador, e usada colocando o inalador na boca com os lábios fechados ao redor do inalador, para inspirar o pó contido na cápsula. É importante inclinar a cabeça levemente para baixo e soltar o ar dos pulmões antes de inspirar o conteúdo do inalador.

As doses normalmente recomendadas variam com a idade e incluem:

  • Crianças com mais de 12 anos: a dose inicial normalmente indicada é de 100 mcg, o que corresponde a 2 jatos de 50 mcg, de 12 em 12 horas, ou conforme orientação do pediatra.
  • Adultos e idosos: a dose inicial normalmente recomendada é de 200 mcg, o que corresponde a 4 jatos de 50 mcg ou 1 jato de 200 mcg, de 12 em 12 horas, ou conforme orientação médica. No caso da beclometasona 250 mcg, a dose normalmente recomendada é de 2 jatos (500mcg) de 12 em 12 horas.

Ao inspirar o inalador contendo a cápsula de beclometasona, deve-se segurar o ar nos pulmões por aproximadamente 10 segundos antes de soltar o ar, para que o remédio exerça seu efeito.

É importante enxaguar a boca ou escovar os dentes imediatamente após a inalação da cápsula de beclometasona. Além disso, deve-se limpar o inalador com uma escova ou pincel macio para retirar os resíduos da cápsula.

A beclometasona aerossol de 200 mcg e 250 mcg não devem ser utilizadas por crianças, mas somente o aerossol de 50 mcg.

3. Beclometasona flaconetes inalatórios

Os flaconetes inalatórios contém 400 mcg de beclometasona e deve ser usada por via inalatória, através de nebulização, por adultos ou crianças, utilizando um nebulizador pneumático. Saiba como fazer a nebulização corretamente.

As doses normalmente recomendadas para nebulização em adultos e crianças são:

  • Adultos: a dose recomendada é de 1 flaconete (2 mL) a cada administração, 1 ou 2 vezes por dia, conforme orientação médica;
  • Crianças: a dose recomendada é de metade de um flaconete (1mL) a cada administração, 1 ou 2 vezes ao dia, ou conforme orientação do pediatra.

No caso de utilizar a metade da dose, ou seja, meio flaconete, deve-se armazená-lo em geladeira, e utilizar a quantidade restante dentro 24 horas.

Possíveis efeitos colaterais

Os efeitos colaterais mais comuns que podem surgir durante o tratamento com a beclometasona são dor de cabeça, rouquidão, inflamação e irritação da garganta, candidíase oral, chiado no peito, náusea, azia, úlcera de estômago, inflamação no estômago, perda do apetite, irritação ou ardor da mucosa nasal

A beclometasona também pode causar reações alérgicas graves que necessitam de atendimento médico imediato. Por isso, deve-se interromper o tratamento e procurar o pronto socorro mais próximo ao apresentar sintomas como dificuldade para respirar, sensação de garganta fechada, inchaço na boca, língua ou rosto, formação de bolhas na pele ou urticária. Saiba identificar os sintomas de reação alérgica grave.

Quem não deve usar

A beclometasona não deve ser usada por menores de 6 anos, mulheres grávidas ou em amamentação, ou por pessoas que tenham alergia aos componentes da fórmula ou a outros corticoides.

Além disso, esse remédio não deve ser usado por pessoas com tuberculose pulmonar, herpes simples ou outras infecções virais, bacterianas, fúngicas ou parasitárias não tratadas.

Esta informação foi útil?

Atualizado e revisto clinicamente por Flávia Costa - Farmacêutica, em outubro de 2022.

Bibliografia

  • FARMALAB INDÚSTRIAS QUÍMICAS E FARMACÊUTICAS LTDA. Clenil Nasal Spray Aerossol doseado com adaptador nasal (dipropionato de beclometasona) 50 mcg. Disponível em: <https://www.saudedireta.com.br/catinc/drugs/bulas/clenilnasalspray.pdf>. Acesso em 28 out 2022
  • FARMALAB INDÚSTRIAS QUÍMICAS E FARMACÊUTICAS LTDA. Clenil A flaconetes para nebulização (dipropionato de beclometasona) 400 mcg. Disponível em: <https://www.saudedireta.com.br/catinc/drugs/bulas/clenila.pdf>. Acesso em 28 out 2022
Mostrar bibliografia completa
  • FARMALAB INDÚSTRIAS QUÍMICAS E FARMACÊUTICAS LTDA. Clenil Nasal Aquoso Spray (dipropionato de beclometasona) 50 mcg. Disponível em: <https://www.saudedireta.com.br/catinc/drugs/bulas/clenilnasalaquoso.pdf>. Acesso em 28 out 2022
Revisão clínica:
Flávia Costa
Farmacêutica
Formada em Farmácia pelo Centro Universitário Newton Paiva em 2003. Mestre em Ciências Biomédicas pela UBI, Portugal.

Tuasaude no Youtube

  • 5 EXERCÍCIOS PARA FORTALECER O PULMÃO | com @Mirca Fisioterapia e Bem-estar

    06:03 | 743104 visualizações
  • O que comer para asma

    02:48 | 308935 visualizações