Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
Fechar Coronavírus: Informações sobre COVID-19 Ler mais
O que você precisa saber?

O que é Ayahuasca e quais os efeitos no corpo

Ayahuasca é um chá, com potencial alucinogênio, feito a partir de uma mistura de ervas amazônicas, que é capaz de provocar alterações da consciência por cerca de 10 horas, sendo, por isso, muito utilizada em vários tipos de rituais religiosos índios para abrir a mente e criar visões místicas.

Esta bebida contém algumas substâncias conhecidas pelo seu potencial alucinogênico, como o DMT, a harmalina ou a harmina, que atuam sobre o sistema nervoso, causando estados de consciência sobrenatural, o que leva as pessoas a ter visões relacionadas aos seus próprios problemas, sentimentos, medos e experiências.

Por ter este efeito, algumas religiões e cultos utilizam a bebida como um ritual de limpeza, no qual a pessoa abre sua mente e tem a oportunidade de enfrentar seus problemas com maior clareza. Além disso, como a mistura causa efeitos colaterais como vômitos e diarreia, é vista como um purificador completo, limpando a mente e o corpo.

O que é Ayahuasca e quais os efeitos no corpo

Como são as visões

As visões provocadas pelo consumo do chá de Ayahuasca geralmente são observadas de olhos fechados e, por isso, também são conhecidas como "miração". Nesses episódios de miração, a pessoa pode ter visões de animais, demônios, divindades e até imaginar que está voando.

Por esse motivo, este chá é muitas vezes utilizado com fins místicos e para completar rituais religiosos, permitindo entrar num reino subjetivo de contato com o divino.

Como poderia ser usada na medicina

Embora seu uso seja mais conhecido no meio de tribos indígenas e existam poucos estudos feitos com a bebida, o interesse pelo seu uso medicinal está crescendo, surgindo cada vez mais estudos que tentam justificar seu uso para o tratamento de alguns problemas psiquiátricos, como:

  • Depressão: diferentes pessoas afirmam que, durante a experiência com Ayahuasca, se tornaram capazes de ver e resolver com mais clareza os problemas que estavam na base da doença. Saiba como identificar uma depressão;
  • Síndrome do estresse pós-traumático: o efeito alucinogênio permite reviver as memórias que levaram ao surgimento da síndrome, permitindo enfrentar os medos ou facilitar o processo de luto. Veja quais os sintomas de estresse pós-traumático;
  • Vícios: o uso de Ayahuasca leva a pessoa a ter um olhar mais profundo das suas ideias, problemas, crenças e estilos de vida, provocando alterações nos hábitos negativos.

No entanto, os cultos que a usam regularmente, afirmam que esse tipo de efeito medicinal só surge quando a pessoa está determinada a enfrentar seus problemas, não podendo ser utilizada como um simples remédio que é ingerido para provocar o efeito esperado.

Embora seja muitas vezes comparado com uma droga, o chá de Ayahuasca não está inserido nessa categoria, especialmente porque não parece ter efeitos tóxicos crônicos, nem causar vício ou qualquer outro tipo de dependência. Ainda assim, seu uso deve ser sempre orientado por alguém que conheça bem seus efeitos.

Possíveis efeitos negativos

Os efeitos secundários mais frequentes que podem ocorrer com a ingestão de Ayahuasca são vômitos, náuseas e diarreia, que podem surgir logo após beber a mistura ou durante as alucinações, por exemplo. Outros efeitos relatados incluem ainda suores excessivos, tremores, aumento da pressão arterial e aumento dos batimentos cardíacos.

Além disso, como é uma bebida alucinogênia, a Ayahuasca pode causar alterações emocionais permanentes como excesso de ansiedade, medos e paranoia, que em casos extremos pode provocar a morte. Assim, embora não seja um bebida ilegal, não deve ser utilizada de forma leviana.

Bibliografia >

  • FARIA, Deyse F.; LINS, Laís F. T.. Bem-estar subjetivo e qualidade de vida em adeptos de Ayahuasca. Psicologia & Sociedade. Vol.26, n.1. 224-234, 2014
  • REVISTA DE ANTROPOLOGIA SOCIAL DOS ALUNOS DO PPGAS-UFS. Efeitos da Ayahuasca em medidas psicométricas de pânico, ansiedade e desesperança. 2009. Disponível em: <http://www.rau.ufscar.br/wp-content/uploads/2015/05/rau2edicao-Ayahuasca-3.pdf>. Acesso em 22 Jan 2020
  • PIANURA, Alex Sandro; MARTINEZ, Guilherme Balarde; SILVA, Celi de Paula. Ayahuasca - aspectos botânicos e farmacológicos. Revista Brasileira de Ciências da Saúde. 90-95, 2009
  • THE HEFFTER REVIEW OF PSYCHEDELIC RESEARCH. The Scientific Investigation of Ayahuasca: A Review of Past and Current Research. 1998. Disponível em: <https://heffter.org/docs/hrireview/01/chapter10.pdf>. Acesso em 22 Jan 2020
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem