Aterosclerose: o que é, sintomas, causas e tratamento

A aterosclerose é uma doença crônica caracterizada por um grande processo inflamatório que acontece devido à acumulação de placas de gordura no interior dos vasos ao longo dos anos, o que acaba por resultar no bloqueio do fluxo sanguíneo e favorecer a ocorrência de complicações, como infarto e acidente vascular cerebral (AVC).

As placas de gordura podem ser acumuladas em artérias que irrigam os rins e outros órgãos vitais, podendo prejudicar o funcionamento desses órgãos. Essas placas são formadas principalmente pelo colesterol mau, o LDL, sendo, por isso, importante manter os níveis ideais de colesterol durante a vida por meio de uma dieta equilibrada e pobre em gorduras e prática regular de atividade física.

Aterosclerose: o que é, sintomas, causas e tratamento

Sintomas de aterosclerose

A aterosclerose é uma doença silenciosa em que o acúmulo de gordura vai acontecendo ao longo do tempo e, por isso, os sintomas só são notados quando o fluxo de sangue encontra-se bastante comprometido. Os sintomas podem variar de acordo com a artéria que é acometida, mas de forma geral podem surgir:

  • Dor e/ ou sensação de pressão no peito;
  • Dificuldade para respirar;
  • Confusão mental;
  • Tonturas;
  • Fraqueza nos braço ou perna;
  • Perda temporária da visão de um dos olhos;
  • Aumento da pressão arterial;
  • Cansaço excessivo;
  • Sinais e sintomas de falência renal, como urina com cheiro forte e espumosa, tremores e cãibras, por exemplo;
  • Dor de cabeça intensa.

Esses sintomas normalmente surgem quando a artéria já encontra-se totalmente ou quase totalmente bloqueada, havendo alteração no fornecimento de oxigênio para os órgãos e tecidos do corpo. Por isso, assim que surgirem sintomas indicativos de aterosclerose é importante que a pessoa vá ao hospital para que seja feito o diagnóstico e seja iniciado o tratamento, evitando complicações.

Como é feito o diagnostico

O diagnóstico da aterosclerose deve ser feito pelo cardiologista inicialmente por meio de exames laboratoriais que avaliam o perfil lipídico, como colesterol total, HDL e LDL, triglicerídeos, PCR e apolipoproteína.

Além disso, para confirmar o diagnóstico, o médico pode indicar a realização de outros exames como cateterismo, angiotomografia cardíaca, teste de esforço, eletrocardiograma, ecocardiograma e cintilografia miocárdica, que podem identificar a presença de doença arterial coronariana, que possui como uma das causas a aterosclerose.

Aterosclerose: o que é, sintomas, causas e tratamento

Principais causas

A aterosclerose pode acontecer como consequência de diversas situações, podendo ser genética, devido ao estilo de vida ou como consequência do envelhecimento. As principais causas de aterosclerose são:

1. Alimentação pouco saudável

O consumo frequente de alimentos ricos em gordura como bolos, biscoitos, alimentos industrializados ou processados, por exemplo, aumenta os níveis de colesterol ruim no sangue, que pode se acumular nas paredes das artérias, causando aterosclerose. O depósito de gordura no interior das artérias, com o passar do tempo, pode diminuir ou bloquear completamente a passagem de sangue, podendo causar AVC ou infarto.

2. Cigarro e álcool

Fumar pode danificar as paredes das artérias, fazendo com que fiquem mais estreitas e menos elásticas. Além disso, fumar também diminui a capacidade do sangue de transportar oxigênio para o corpo, o que aumenta as chances de um coágulo se formar.

A ingestão excessiva de álcool pode causar hipertensão e aumento dos níveis de colesterol no sangue, aumentando o risco de desenvolvimento de aterosclerose.

3. Pressão alta e diabetes

A pressão alta também é uma das causas da aterosclerose, porque quando a pressão está alta, as artérias têm que fazer um maior esforço para bombear sangue, o que faz com que as paredes das artérias comecem ficando danificadas. A diabetes também pode favorecer a aterosclerose devido ao excesso de açúcar no sangue, podendo danificar as artérias.

4. Obesidade e sedentarismo

O excesso de peso ou obesidade fazem com que a pessoa tenha um maior risco de desenvolver aterosclerose, porque o risco de desenvolver pressão alta, diabetes ou colesterol alto é maior. Além disso, o sedentarismo também contribui para o aparecimento de aterosclerose porque a gordura é mais facilmente depositada no interior das artérias.

5. Hereditariedade

Se houver história de aterosclerose na família, há um maior risco de desenvolver aterosclerose, mesmo que a pessoa tenha hábitos de vida saudáveis. A aterosclerose é mais frequente em idosos, principalmente do sexo masculino, e pode atingir qualquer vaso sanguíneo, sendo as artérias coronárias, a aorta, as artérias cerebrais e as artérias do braços e pernas as mais acometidas.

Aterosclerose: o que é, sintomas, causas e tratamento

Tratamento para aterosclerose

O tratamento para aterosclerose tem como principal objetivo o restabelecimento do fluxo sanguíneo, que pode ser conseguido por meio da remoção das placas de gordura das artérias por meio de cirurgia, angioplastia e/ ou uso de medicamentos que devem ser usados conforme orientação do cardiologista.

Os medicamentos que podem ser recomendados pelo médico são capazes de melhorar o fluxo de sangue e, consequentemente, de oxigênio para o coração, regular os batimentos cardíacos e diminuir o colesterol. É importante que o tratamento para aterosclerose seja feito conforme a orientação do médico para evitar o surgimento de complicações, como infarto, AVC e insuficiência renal, por exemplo. Veja mais sobre o tratamento para aterosclerose.

Independente do tratamento recomendado pelo médico, é importante mudar os hábitos de vida, principalmente os relacionados à prática de atividade física e à alimentação para que diminua a quantidade de colesterol mau circulante e o risco de desenvolvimento da aterosclerose, sendo importante evitar ao máximo alimentos gordurosos. Confira no vídeo a seguir o que fazer para diminuir o colesterol:

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • CENTER FOR RESEARCH FOR INFLAMMATORY DISEASE. A Aterosclerose. Disponível em: <http://crid.fmrp.usp.br/site/2014/11/04/a-aterosclerose/>. Acesso em 01 Out 2019
  • ACADEMIA NACIONAL DE MEDICINA. Aterosclerose: o que é, como prevenir. Disponível em: <http://www.anm.org.br/conteudo_view.asp?id=2392&descricao=ATEROSCLEROSE:+O+QUE+%C3%89,+COMO+PREVENIR>. Acesso em 01 Out 2019
  • FILHO, Roberto Kalil; FUSTER, Valentin. Medicina Cardiovascular: Reduzindo o impacto das doenças. 1.ed. São Paulo: Atheneu, 2016. 377-378; 385.
  • NATIONAL HEART, LUNG AND BLOOD INSTITUTE. Atherosclerosis. Disponível em: <https://www.nhlbi.nih.gov/health-topics/atherosclerosis>. Acesso em 02 Jan 2020
Mais sobre este assunto: