Assadura: o que pode ser (e como tratar)

A assadura é uma inflamação na pele que pode ser causada por atrito constante, umidade e outros fatores como uso de roupas apertadas e de material sintético, uso de fralda ou por infecções, como candidíase, impetigo e dermatites.

A assadura pode surgir em regiões como virilha, partes íntimas femininas, embaixo das mamas e entre as nádegas, por exemplo, causando coceira, sensação de queimação ou ardência e vermelhidão.

Leia também: Assadura na virilha: sintomas, causas e como tratar tuasaude.com/assadura-na-virilha

O tratamento da assadura varia conforme a região afetada, podendo ser feito lavando e secando bem a pele. Em alguns casos, o dermatologista ou pediatra também pode indicar uso de pomadas e cremes contendo antibióticos, antifúngicos ou corticoides.

Imagem ilustrativa número 1

Assadura nas partes íntimas

As principais causas de assaduras nas partes íntimas são:

1. Assadura na virilha

A assadura na virilha masculina ou feminina pode ser causada pelo atrito constante da pele na região, pele sensível ou infecções, como candidíase, impetigo e dermatites.

A assadura na virilha, entre as pernas ou na parte interna da coxa pode causar coceira, vermelhidão, sensação de queimação, além de dor e mau cheiro. Confira todos os sintomas da assadura na virilha.

Como tratar: o tratamento indicado pelo médico pode pode ser feito com pomadas contendo óxido de zinco, dexpantenol ou antibióticos, como ácido fusídico e mupirocina, que diminuem a irritação e a vermelhidão, além de promover a cicatrização.

Não ignore os sinais que seu corpo está dando!

Conte com os nossos especialistas para entender a causa dos seus sintomas. Marque sua consulta já!

Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.

2. Assadura nas partes íntimas femininas

A assadura nas partes íntimas femininas, pode atingir a vagina, causando vermelhidão, sensação de queimação, ardência, coceira e, em alguns casos, mau cheiro.

A assadura nas partes íntimas femininas pode ser provocada pelo uso de absorvente ou de roupas de tecidos sintéticos, candidíase, incontinência urinária e sensibilidade a alguns produtos, como sabonetes e detergentes de roupa, por exemplo.

Como tratar: é aconselhado lavar bem a região genital e manter a região seca, além de interromper o uso dos produtos e/ou roupas que provocam a sensibilidade na região.

O médico também poderá indicar o uso de medicamentos como pomadas anti-inflamatórias ou corticoides, por exemplo.

Leia também: 10 remédios caseiros para ardência nas partes íntimas tuasaude.com/remedio-caseiro-para-ardencia-nas-partes-intimas

3. Assadura embaixo da mama

A assadura embaixo da mama pode surgir devido ao atrito ou aumento da temperatura e umidade nos seios, que podem ser provocados pelo uso de tops ou sutiãs ou ainda devido ao aumento dos seios, como acontece durante a gravidez e a amamentação.

Os sintomas da assadura embaixo da mama podem incluir manchas vermelhas ou marrom-avermelhadas, coceira e secreção na região, mau cheiro, dor e presença de feridas e bolhas.

Como tratar: evitar usar sutiãs de tecido sintético, usar blusas de algodão, além de lavar e secar muito bem a região, principalmente em dias mais quentes e após as atividades físicas ajudam a prevenir tratar a assadura embaixo da mama.

Além disso, o médico também poderá indicar uma pomada para assadura embaixo da mama, contendo óxido de zinco, ácido fusídico, mupirocina e dexpantenol, por exemplo.

Leia também: 10 pomadas para assadura (e como usar) tuasaude.com/pomada-para-assadura

4. Assadura entre as nádegas ou no ânus

A assadura entre as nádegas ou no ânus, pode surgir em bebês, crianças e adultos, causando coceira, manchas vermelhas ou marrom-avermelhadas, dor e, em alguns casos, mau cheiro.

Esse tipo de assadura pode ser provocada por atrito constante na região, além de condições como candidíase, incontinência urinária ou fecal, dermatite atópica e uso de fraldas, por exemplo.

Como tratar: o tratamento pode ser feito com o uso de cremes esteroides ou antibióticos, para aliviar o inchaço e a coceira ou combater bactérias, devendo ser usados somente com indicação médica.

5. Assadura no pênis

A assadura no pênis pode surgir devido a balanopostite, que é a inflamação da glande (cabeça do pênis) e da pele que cobre a glande, provocando sintomas como inchaço da região, vermelhidão, ardência e coceira.

Além disso, a candidíase também pode provocar o surgimento da assadura no pênis.

Como tratar: para tratar a balanopostite o médico pode prescrever o uso de remédios antifúngicos, corticoides ou antibióticos tópicos ou orais. Veja como é o tratamento da balanopostite.

Já no tratamento da candidíase, o uso de pomadas antifúngicas ou com corticoides podem ser indicados pelo médico. Em casos mais graves, o médico pode indicar também o uso de antifúngicos orais.

Leia também: Tratamento para candidíase: remédios e opções caseiras tuasaude.com/tratamento-para-candidiase

Assadura em bebê

A assadura de bebê, ou dermatite de fralda, é muito comum nos primeiros meses de vida, podendo afetar as nádegas, a região genital, as coxas ou a cintura, sendo provocada pela umidade e contato prolongado com a urina e as fezes.

Os sintomas da assadura em bebê são vermelhidão, descamação, coceira ou dor na pele.

Leia também: Dermatite de fralda: o que é, sintomas, causas e tratamento tuasaude.com/dermatite-de-fralda

O tratamento desse da assadura em bebê inclui a troca frequente das fraldas, a cada 1 hora, ou sempre que estiver suja. Além disso, é fundamental evitar usar lenços umedecidos, além de limpar a pele do bebê suavemente com água morna e usar fraldas absorventes, para diminuir a umidade excessiva da região.

O médico também poderá indicar o uso de pomadas antifúngicas, antibióticas ou contendo óxido de zinco, ou ainda cremes hidratantes, para suavizar a irritação e a vermelhidão, e promover a cicatrização da pele.

Como saber se é assadura

Para saber se é assadura, o dermatologista, clínico geral ou pediatra, faz uma avaliação dos sintomas e sinais apresentados, e do histórico de saúde da pessoa.

O médico também pode solicitar exames como biópsia de pele ou a raspagem da lesão, ou lâmpada de Wood, um aparelho que ajuda a verificar as lesões de pele, suas características e extensão.

Leia também: Lâmpada de Wood: o que é, para que serve e como funciona tuasaude.com/lampada-de-wood

Vídeos relacionados