Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

5 dúvidas comuns sobre Anemia

A anemia não vira leucemia, mas pode ser perigosa na gravidez e em alguns casos pode levar a morte. Além disso, ela pode ser tão grave que é chamada de profunda e em alguns casos pode levar a perda de peso.

A anemia provoca sintomas como muito cansaço, palidez, queda de cabelo e unhas fracas, e é diagnosticada num exame de sangue que avalia os valores dos glóbulos vermelhos. Essa doença é comum no Brasil e possui diversos tipos que podem estar relacionados à má alimentação, com o consumo baixo de ferro, ou devido a alterações genéticas que podem ser descobertas através de exames.

Algumas dúvidas comuns sobre a anemia estão respondidas aqui.

5 dúvidas comuns sobre Anemia

1. Anemia pode virar leucemia?

Não. A anemia não pode se transformar em leucemia porque estas são doenças bem diferentes. O que acontece é que a anemia é um dos sintomas de leucemia e por vezes é preciso fazer exames para se certificar de que é somente uma anemia, ou se realmente é uma leucemia.

O exame de sangue que evidencia a hemoglobina, que são os glóbulos vermelhos, baixa indica anemia, mas em caso de leucemia, além disso, os leucócitos, que são os glóbulos brancos, estão altos mas são defeituosos. Isso indica que as doenças possuem causas diferentes e por isso nenhuma anemia pode virar leucemia, mesmo em caso de anemia profunda ou que dura muito tempo. Confira os sintomas de leucemia.

2. Anemia na gravidez é perigosa?

Sim. A anemia é uma situação comum na gravidez mas é perigosa porque pode dificultar o ganho de peso do bebê, ao parto pre-maturo, anemia neonatal, falha do desenvolvimento pela anemia e pobre desenvolvimento intelectual. Além disso, a mulher fica muito cansada e pode ter tonturas quando está com anemia. Essas tonturas podem favorecer a queda, que pode prejudicar a vida do bebê.

A anemia surge na gravidez porque  há uma maior necessidade de sangue para suprir o corpo, tanto da mãe, como do bebê, por isso é importante consumir bastante alimentos ricos em ferro nesta fase. Quando a anemia é diagnosticada na gravidez, dependendo dos valores encontrados, o obstetra poderá indicar a toma de suplementos de ferro. Veja também: Como tratar a anemia na gravidez.

3. Anemia engorda ou emagrece?

A falta de hemoglobina no sangue não está diretamente ligada ao aumento ou perda de peso. Mas a anemia tem como sintoma a falta de apetite e nesse caso, com o tratamento há uma normalização do apetite, sendo possível ingerir uma maior quantidade de calorias, o que pode levar ao aumento do peso. Além disso, os suplementos de ferro geralmente causam prisão de ventre, e isso pode deixar a barriga mais inchada mas para combater isso basta consumir bastante fibras e beber mais água para amolecer as fezes.

4. O que é anemia profunda?

A pessoa está com uma anemia quando os valores de hemoglobina estão abaixo de 12 g/dl em mulheres e abaixo de 13 g/dl em homens. Quando estes valores estão realmente muito baixos, abaixo de 7 g/dl diz-se que a pessoa está com anemia profunda, que tem os mesmos sintomas como, desânimo, cansaço frequente, palidez e unhas fracas, mas muito mais presentes e fáceis de serem observados. O tratamento para anemia profunda deve ser feito com uma dieta rica em ferro e através da toma de remédios com ferro. Confira os exames que confirmam a anemia.

5. Anemia pode levar à morte?

A anemia ferropriva que é a mais comum não leva a morte, nem à leucemia, mas existe um outro tipo de anemia chamada anemia aplástica, que é uma doença genética, que se não for devidamente tratada pode levar a morte em menos de 1 ano devido a presença de infecções recorrentes. Por isso é importante ir ao médico e realizar exames sempre que surgir algum sintoma desagradável e realizar o tratamento necessário.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...