Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é Anemia Crônica, causas e como tratar

A Anemia Crônica, também chamada de Anemia da Doença Crônica ou ADC, é um tipo de anemia que surge como consequência de doenças crônicas que interferem no processo de formação das células do sangue, como por exemplo neoplasias, infeções por fungos, vírus ou bactérias, e doenças autoimunes, principalmente Artrite Reumatoide.

Devido às doenças de evolução lenta e progressiva, pode haver alteração no processo de formação das hemácias e metabolismo do ferro, o que resulta na anemia, sendo mais frequente de acontecer em pacientes internados que possuem mais de 65 anos.

O que é Anemia Crônica, causas e como tratar

Principais causas

As principais causas de Anemia da Doença Crônica são doenças de evolução lenta e que causam inflamação progressiva, como por exemplo:

  • Infecções crônicas, como pneumonia e tuberculose;
  • Miocardite;
  • Endocardite;
  • Bronquiectasia;
  • Abscesso pulmonar;
  • Meningite;
  • Infecção pelo vírus HIV;
  • Doenças autoimunes, como artrite reumatoide e lúpus eritematoso sistêmico;
  • Doença de Crohn;
  • Sarcoidose;
  • Linfoma;
  • Mieloma Múltiplo;
  • Câncer;
  • Doença renais.

Nessas situações, é comum que devido à doença, as hemácias passem a circular por menos tempo no sangue, aconteça alterações no metabolismo do ferro e formação da hemoglobina ou a medula óssea não seja eficaz no que diz respeito à produção de novas hemácias, o que resulta na anemia.

É importante que as pessoas diagnosticadas com qualquer tipo de doença crônica seja acompanhado periodicamente pelo médico, através de exames físicos e laboratoriais, como o objetivo de se verificar resposta ao tratamento e ocorrência de consequências, como a anemia, por exemplo.

Tratamento da Anemia Crônica

Normalmente não é estabelecido qualquer tratamento específico para a Anemia Crônica, mas sim para a doença responsável por essa alteração. No entanto, quando a anemia é muito grave, o médico pode recomendar a administração de Eritropoietina, que é o hormônio responsável pela estimulação da produção de hemácias, ou suplementação de ferro de acordo com o resultado do hemograma e da dosagem de ferro sérico e transferrina, por exemplo. Entenda o que é a transferrina e o que significa o resultado.

Como identificar

O diagnóstico da Anemia Crônica é feito baseado no resultado do hemograma e da dosagem de ferro no sangue, ferritina e transferrina, isso porque os sintomas apresentados pelos pacientes normalmente estão relacionados com a doença de base e não com a anemia propriamente dita.

Assim, para que seja feito o diagnóstico da ADC, o médico analisa o resultado do hemograma, podendo verificar a diminuição da quantidade de hemoglobina, tamanho variado das hemácias e alterações morfológicas, além do resultado da concentração de ferro no sangue, que na maioria dos casos está diminuída e o índice de saturação da transferrina, que também está baixo nesse tipo de anemia. Saiba como interpretar o hemograma.


Bibliografia

  • CANÇADO, Rodolfo D.; CHIATTONE, Carlos S. Anemia de Doença Crônica. Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia. Vol. 24. 2 ed; 127-136, 2002
Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem