Amitriptilina: para que serve e como tomar

janeiro 2022

A amitriptilina, ou cloridrato de amitriptilina, é um medicamento que possui propriedades antidepressivas, ansiolíticas e analgésicas, sendo principalmente indicado em caso de depressão e dor neuropática. No entanto, a amitriptilina pode também ser indicada em caso de enurese (incontinência) noturna em crianças a partir dos 6 anos.

A dose e o tempo de uso da amitriptilina depende do objetivo do tratamento e, por isso, é fundamental que o uso do medicamento seja devidamente orientado pelo psiquiatra.

A amitriptilina pode ser nas farmácias convencionais, mediante apresentação de receita médica, em sua forma genérica ou com os nomes comerciais Tryptanol, Amytril, Neo Amitriptilina ou Neurotrypt, por exemplo.

Para que serve

A amitriptilina pode ser indicada para tratar os casos de depressão, dor neuropática e enurese noturna, que é uma situação caracterizada pela incontinência urinária em crianças com mais de 6 anos durante a noite.

Além disso, o médico pode também indicar o uso de amitriptilina em caso de insônia, síndrome do intestino irritável, ansiedade, transtorno pós-traumático, assim como no tratamento profilático da dor de cabeça crônica do tipo tensional e enxaqueca.

Como usar

O modo de uso deste medicamento deve ser sempre orientado por um médico, pois pode variar de acordo com o problema a tratar e a idade:

1. Depressão

As doses da amitriptilina normalmente recomendadas para o tratamento da depressão são:

  • Adultos: inicialmente deve-se tomar uma dose de 25 mg, 2 vezes ao dia (a cada 12 horas). Caso seja necessário, o médico pode aumentar gradualmente 25 mg da dose diária até um máximo de 150 mg por dia, dividido em 2 doses. Quando os sintomas estiverem controlados, a dose deve ser diminuída pelo médico;
  • Crianças: a amitriptilina só deve ser usada em crianças com mais de 12 anos, em doses de 10 a 50 mg por dia, divididas ao longo do dia de acordo com a orientação do médico.

Assim como outros antidepressivos, a amitriptilina pode demorar até 4 semanas de tratamento para ter o efeito desejado e a alteração das doses ou a interrupção do tratamento devem ser feitas de acordo com a avaliação e orientação do médico.

2. Enurese noturna

As doses da amitriptilina normalmente recomendadas para o tratamento da enurese noturna são:

  • Crianças dos 6 aos 10 anos: a dose normalmente recomendada é de 10 a 20 mg de amitriptilina, antes de dormir;
  • Crianças com mais de 11 anos: a dose normalmente recomendada é de 25 a 50 mg de amitriptilina, antes de dormir.

A melhora da enurese geralmente surge em poucos dias, no entanto, é importante manter o tratamento pelo tempo indicado pelo médico, para garantir que o problema não volta a surgir.

3. Dor neuropática

As doses da amitriptilina normalmente recomendadas para o tratamento da dor neuropática são:

  • Adultos: a dose inicial é de 10 a 25 mg por dia antes de dormir. A dose de manutenção recomendada é de 25 a 75 mg por dia.

O efeito analgésico só é observado ao fim de 2 a 4 semanas após o início do tratamento.

Possíveis efeitos colaterais

Os efeitos colaterais mais comuns durante o tratamento da depressão são boca seca, sonolência, tontura, alteração do paladar, ganho de peso, aumento do apetite e dor de cabeça.

Os efeitos adversos decorrentes do uso da amitriptilina para enurese ocorrem com menor frequência, já que as doses usadas são menores. Os efeitos colaterais mais comuns são sonolência, boca seca, visão turva, dificuldade de concentração e prisão de ventre.

Quem não deve tomar

O cloridrato de amitriptilina está contraindicado para pessoas que estão fazendo tratamento com outros remédios para depressão, como cisaprida ou com medicamentos inibidores da monoaminooxidase ou que tenham sofrido um infarto nos últimos 30 dias. Além disso, também não deve ser usado em caso de alergia a qualquer um dos componentes presentes na fórmula.

No caso de gravidez ou amamentação, este medicamento só deve ser usado com conhecimento do obstetra. Além disso, devido ao seu efeito sedativo, a amitriptilina deve ser evitada por pessoas que trabalham com transporte ou maquinaria pesada, já que o medicamento pode interferir na concentração e na capacidade para dirigir.

Esta informação foi útil?

Atualizado e revisto clinicamente por Flávia Costa - Farmacêutica, em janeiro de 2022.

Bibliografia

  • VADEMÉCUM ACADÉMICO DE MEDICAMENTOS. Amitriptilina: Antidepresivos • Antimigrañosos • Antienuresis. 2015. Disponível em: <https://accessmedicina.mhmedical.com/content.aspx?bookid=1552§ionid=90367214>. Acesso em 12 jan 2022
  • STATPEARLS. Amitriptyline. 2021. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK537225/>. Acesso em 12 jan 2022
Mostrar bibliografia completa
  • EUROFARMA. Cloridrato de amitriptilina. 2017. Disponível em: <https://cdn.eurofarma.com.br//wp-content/uploads/2018/01/cloridrato-amitriptilina-bula-paciente-eurofarma.pdf>. Acesso em 12 jan 2022
  • AGENCIA ESPAÑOLA DE MEDICAMENTOS Y PRODUCTOS SANITARIOS. FICHA TÉCNICA Amitriptilina. 2018. Disponível em: <https://cima.aemps.es/cima/pdfs/es/ft/37130/37130_ft.pdf>. Acesso em 12 jan 2022
Revisão clínica:
Flávia Costa
Farmacêutica
Formada em Farmácia pelo Centro Universitário Newton Paiva em 2003. Mestre em Ciências Biomédicas pela UBI, Portugal.