Alimentos construtores: o que são, funções e lista de alimentos

Os alimentos construtores são aqueles ricos em proteína, como ovo, carnes e frango, que têm a função de construir novos tecidos no organismo, especialmente quando se trata de massa muscular e de cicatrização de feridas.

Além disso, esses alimentos auxiliam no crescimento do corpo durante a infância e adolescência, e são importantes para manter uma boa saúde e massa muscular durante o envelhecimento.

Assim, é importante que os alimentos construtores façam parte de uma alimentação saudável e balanceada, de acordo com a orientação do nutricionista.

Alimentos construtores: o que são, funções e lista de alimentos

Lista de alimentos construtores

Os alimentos construtores são ricos em proteína e podem ser origem animal e vegetal, sendo os principais:

  • Carnes, peixes, frutos do mar e frango;
  • Ovos;
  • Leite e derivados, como iogurte e queijo;
  • Leguminosas, como amendoim, feijão, soja, lentilha e grão-de-bico;
  • Quinoa, trigo sarraceno, arroz cozido e tofu;
  • Oleaginosas, como castanha de caju, amêndoas, avelã, castanha do Pará e nozes;
  • Sementes, como gergelim, linhaça e sementes de abóbora.

Esses alimentos devem ser consumidos diariamente para manter o bom funcionamento do organismo.

Além disso, é importante lembrar que pessoas vegetarianas devem ter especial cuidado para consumir fontes vegetais ricas em proteínas, pois alguns desses alimentos devem ser combinados para formar proteínas de alta qualidade, como o arroz com feijão, por exemplo, e, por isso, a alimentação deve ser feita de acordo com a orientação do nutricionista.

Veja a quantidade de proteína nos alimentos.

Funções dos alimentos construtores

Os alimentos construtores desempenham diversas funções, como:

  • Permitir o crescimento durante a infância e adolescência;
  • Construir células do sangue e de todos os tecidos do organismo;
  • Estimular o crescimento da massa muscular, sendo importante para os atletas;
  • Cicatrizar tecidos após ferimentos, queimaduras e cirurgias;
  • Fortalecer o sistema imunológico;
  • Evitar a perda de massa muscular durante a velhice;
  • Formar o bebê durante o período gestacional.

Em alguns períodos da vida também pode ser necessário consumir suplementos à base proteínas para estimular o crescimento muscular, evitar a perda de músculos ou favorecer a cicatrização de feridas e queimaduras. Veja como deve ser a dieta para ganhar massa muscular.

Esta informação foi útil?
Atualizado por Manuel Reis, Enfermeiro - em Janeiro de 2022. Revisão clínica por Tatiana Zanin, Nutricionista - em Janeiro de 2022.
Mais sobre este assunto: