Agrião: 10 benefícios e como usar (com receitas saudáveis)

fevereiro 2022

O Agrião é uma verdura rica em vitamina C, Vitamina A e flavonoides, compostos com propriedades e antioxidantes anti-inflamatórias que combatem os radicais livres e fortalecem o sistema imunológico, ajudando na prevenção de situações como diabetes, pressão alta e gripes, por exemplo.

Por conter ótimas quantidades de fibras, o agrião prolonga a saciedade, diminuindo a ingestão de alimentos e favorecendo a perda de peso. Além disso, essa verdura também aumenta a hidratação das fezes e facilita a formação do bolo fecal, evitando a prisão de ventre. Veja uma lista com outros alimentos fonte de fibras.

O agrião tem um sabor levemente picante e geralmente é encontrado em supermercados e feiras, podendo ser consumido cru, como em saladas, patês e sucos, ou cozido, em preparações como refogados, ensopados, sopas, omeletes e arroz. Essa verdura também pode ser usada no preparo de remédios caseiros, como chás e xaropes.

Os principais benefícios do consumo do agrião para a saúde são:

1. Prevenir a diabetes

Por conter boas quantidades de fibras, o agrião ajuda a equilibrar os níveis de açúcar no sangue, prevenindo a resistência à insulina e diabetes, além de ajudar a controlar a glicemia em quem já possui a doença.

2. Fortalecer os ossos

O agrião é rico em vitamina K, uma vitamina essencial para a formação e fortalecimento dos ossos, evitando a osteoporose e situações como quedas e fraturas. Veja como incluir outros alimentos ricos em vitamina K na dieta.

Além disso, o agrião também tem boas quantidades de cálcio, um mineral que participa da formação e na manutenção da saúde dos ossos.

3. Ajudar na prevenção do câncer

O agrião ajuda a prevenir alguns tipos de câncer, como de pâncreas, de mama ou de cólon, porque contém ótimas quantidades de flavonoides, isotiocianatos e glucosinolatos, compostos bioativos com potente ação antioxidante, que combatem os radicais livres, evitando o surgimento e a multiplicação de células cancerígenas.

4. Prevenir envelhecimento precoce

Por ser uma verdura rica em vitamina C, uma vitamina importante para a produção e absorção de colágeno, o agrião ajuda manter a elasticidade da pele, prevenindo as rugas e o envelhecimento precoce.

O agrião também é rico em glucosinolatos, compostos bioativos com potente ação antioxidante que combatem os radicais livres, um dos responsáveis pelos danos à células saudáveis da pele.

5. Manter a saúde dos olhos

O agrião contém boas quantidades de luteína e zeaxantina, carotenoides presentes nos olhos que ajudam a combater os radicais livres e protegem a retina. Esses compostos são importantes para manter a saúde dos olhos, prevenindo situações como, degeneração macular e catarata associados à idade.

6. Prevenir doenças cardiovasculares

Por conter fibras, o agrião ajuda a diminuir a absorção de gordura dos alimentos no intestino, promovendo o equilíbrio dos níveis de colesterol e triglicerídeos no sangue e prevenindo doenças, como aterosclerose, infarto, pressão alta e gordura no fígado.

7. Fortalecer o sistema imunológico

O agrião é rico em vitamina C, vitamina A e flavonoides, compostos com ação antioxidante e anti-inflamatória que fortalecem o sistema imunológico, combatendo vírus, bactérias e fungos, auxiliando na prevenção e no tratamento de situações, como tosses, alergias, bronquite, sinusite e gripes. Veja como usar o agrião para ajudar a combater a tosse.

8. Combater a prisão de ventre

Por conter boas quantidades de fibras, o agrião ajuda a aumentar a absorção de água no intestino, deixando as fezes mais macias, melhorando o funcionamento do intestino e combatendo a prisão de ventre.

9. Evitar hemorragias

Presente em ótimas quantidades no agrião, a vitamina K é um nutriente essencial para manter a coagulação normal do sangue, prevenindo hemorragias em caso de lesões, como cortes ou fraturas.

10. Ajudar na perda de peso

O agrião pode ajudar na perda de peso, porque é fonte de fibras que ajudam a prolongar a saciedade, diminuindo a ingestão de alimentos ao longo do dia.

Além disso, o agrião contém baixo teor de gorduras e calorias, sendo uma ótima opção para incluir em dietas de emagrecimento.

Tabela de informação nutricional

A tabela a seguir traz a informação nutricional para 100 g, o equivalente a 3 xícaras, de agrião cru picado:

Componentes

100g (3 xícaras) de agrião cru

Energia

11 calorias

Proteína

2,7 g

Gordura

0,2 g

Carboidratos

2,3 g

Fibras

3 g

Vitamina A

160 mcg

Betacaroteno

1910 mg

Luteína + Zeaxantina

5770 mcg

Vitamina C

60 mg

Vitamina K

250 mcg

Ácido fólico

200 mcg

Potássio

230 mg

Cálcio

200 mg

Fósforo

56 mg

É importante lembrar que os benefícios do agrião são alcançados principalmente quando se mantém uma dieta equilibrada associada a prática regular de exercícios físicos.

Como consumir

O agrião pode ser consumido na forma crua, em saladas, patês e sucos, ou cozido, usado em preparações como refogados, ensopados, sopas, omeletes e arroz.

A forma cozida do agrião contém maior teor de carotenoides quando comparado com a versão crua. No entanto, os compostos antioxidantes, como glucosinolatos e flavonoides geralmente são perdidos durante o cozimento prolongado do agrião e, por isso, deve-se evitar cozinhar essa verdura por muito tempo.

O agrião também pode ser usado em tratamentos caseiros para expectoração ou tosse para o preparo de chás e xaropes:

  • Xarope de agrião: em uma panela, colocar 250 ml de suco puro de agrião batido no liquidificador com 1 xícara de chá de mel de abelha e ferver no fogo baixo, até ficar com textura viscosa. Após amornar, adicionar 5 gotas de própolis. Tomar 1 colher de sopa desse xarope, 3 vezes ao dia, até a melhora da expectoração; 
  • Chá de agrião: Adicionar 1/2 xícara de chá de folhas e talos de agrião picados em 150 ml de água fervente, tampar e deixar a mistura descansar por 5 a 10 minutos. Coar, adoçar com 1 colher de sopa de mel e beber 2 a 3 xícaras deste chá por dia, até melhorar da tosse e expectoração.

O agrião também pode ser usado no preparo de um xarope caseiro com nabo, abacaxi e beterraba, sendo indicado para diminuir os sintomas da bronquite e da tosse. Veja como usar o agrião para ajudar no tratamento da bronquite.

Quem não pode consumir 

O consumo excessivo de agrião pode aumentar o risco de aborto e, por isso, mulheres grávidas não devem consumir essa verdura na forma de chás ou xaropes.

Além disso, o agrião pode interferir na ação de alguns medicamentos, como varfarina, lítio e clorzoxazona e, por isso, é recomendado consumir esse vegetal somente sob orientação de um médico.

Receitas saudáveis com agrião

Algumas receitas saudáveis com agrião incluem suco de agrião, saladas e refogados.

1. Suco de agrião

Ingredientes:

  • 2 talos de agrião;
  • 200 ml de suco de laranja;
  • 5 gotas de própolis.

Modo de preparo:

Lavar bem os talos do agrião. Bater todos os ingredientes no liquidificador e tomar até três vezes por dia.

2. Salada de agrião

Ingredientes:

  • ½ maço de agrião;
  • ½ de cebola roxa;
  • 1 tomate italiano;
  • 1 pitada de sal;
  • Pimenta do reino à gosto;
  • 1 col de café de suco de limão;
  • 1 colher de sopa de azeite.

Modo de preparo:

Lavar bem as folhas de agrião, secar e colocar em uma travessa. Picar a cebola em fatias finas e adicionar ao agrião. Picar o tomate em cubos e transferir para a travessa. Temperar a salada com o azeite, o sal, a pimenta, o suco de limão e o sal. Misturar bem e servir.

3. Agrião refogado

Ingredientes: 

  • 1 maço de agrião;
  • ½ cebola pequena picada;
  • 1 dente de alho picado;
  • 1 tomate picado;
  • 1 colher de café de sal;
  • 1 colher de sopa de azeite.

Modo de preparo:

Lavar bem e secar as folhas do agrião. Em uma panela, aquecer o azeite e refogar a cebola e o alho em fogo médio por 3 minutos. Adicionar o agrião e mexer, com uma colher, até as folhas murcharem. Adicionar o tomate e o sal, deixando cozinhar por mais 3 minutos, e servir.

4. Patê de ricota e agrião

Ingredientes:

  • ½ maço de agrião (somente as folhas picadas);
  • ½ xícara copo de requeijão;
  • 150 g de ricota fresca;
  • ½ cebola;
  • Pimenta do reino à gosto;
  • 2 dentes de alho;
  • suco de ½ limão.

Modo de preparo:

Lavar bem e secar as folhas do agrião. Picar a cebola e o alho em cubos. Colocar em um processador e bater até ficarem em pedaços bem pequenos. Colocar as folhas do agrião e o suco de limão e bater mais um pouco, até ficar homogêneo. Adicionar a ricota e bater mais um pouco no processador. Transferir a mistura para uma tigela e acrescentar o requeijão e a pimenta do reino, misturando bem com uma colher. Servir com torradas ou pães.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Karla S. Leal - Nutricionista, em fevereiro de 2022. Revisão clínica por Tatiana Zanin - Nutricionista, em fevereiro de 2022.

Bibliografia

  • CARR, C, Anitra; MAGGINI, Silvia. Vitamin C and Immune Function. Nutrients. Vol.9. 11.ed; 1-25, 2017
  • ABDEL-AL, M, El-Sayed et al. Dietary Sources of Lutein and Zeaxanthin Carotenoids and Their Role in Eye Health. Nutrients. Vol.5. 4.ed; 1169–1185, 2013
Mostrar bibliografia completa
  • GIALLOUROUA, Natasa; ORUNA-CONCHAA, Maria Jose; HARNOURNEB, Niamh. Effects of domestic processing methods on the phytochemical content of watercress (Nasturtium officinale). Elsevier. Vol.212. 1.ed; 411-419, 2016
  • LI, Zhifeng et al. Profiling of Phenolic Compounds and Antioxidant Activity of 12 Cruciferous Vegetables. Molecules. Vol.23. 5.ed; 1-16, 2018
  • UNITED STATES DEPARTMENT OF AGRICULTURE. Food Data Central. Disponível em: <https://fdc.nal.usda.gov/ndb/search/list>. Acesso em 17 jan 2022
  • FUSARO, Maria et al. Vitamin K and bone. Clin Cases in Mineral and Bone Metabolism. vol.14. 2.ed; 200-206, 2017
  • NATIONAL INSTITUTES OF HEALTH. Vitamin K: Fact Sheet for Health Professionals. Disponível em: <https://ods.od.nih.gov/factsheets/VitaminK-HealthProfessional/#h7>. Acesso em 14 jan 2022
  • KOKHDAN, P, Esmaeel et al. A Narrative Review on Therapeutic Potentials of Watercress in Human Disorders. Evidence-Based Complementary and Alternative Medicine. 1-13, 2021
  • PORTFIR. Tabela de Composição dos Alimentos. Disponível em: <http://portfir.insa.pt/>. Acesso em 17 jan 2022
  • UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS – UNICAMP. Tabela Brasileira de Composição de Alimentos. 2011. Disponível em: <http://www.nepa.unicamp.br/taco/contar/taco_4_edicao_ampliada_e_revisada.pdf?arquivo=taco_4_versao_ampliada_e_revisada.pdf>. Acesso em 15 jul 2019
  • PLATAFORMA PORTUGUESA DE INFORMAÇÃO ALIMENTAR . Composição de Alimentos: Pepino. Disponível em: <http://portfir.insa.pt/foodcomp/food?647>. Acesso em 15 jul 2019
  • ALVES Carlos. Verduras e legumes que curam. 1º. Brasil: Vozes, 2013. 27-36.
Revisão clínica:
Tatiana Zanin
Nutricionista
Formada pela Universidade Católica de Santos em 2001, com registro profissional no CRN-3 nº 15097.

Tuasaude no Youtube

  • Como Gostar de Alimentos "Ruins"

    05:54 | 218985 visualizações