Cansaço e sono excessivo: 8 possíveis causas e o que fazer

Revisão médica: Dr.ª Clarisse Bezerra
Médica de Saúde Familiar
maio 2022

O cansaço excessivo geralmente indica falta de tempo para descansar, mas também pode ser um sinal de algumas doenças como anemia, diabetes, alterações da tireoide ou até mesmo depressão. Normalmente, nos casos de doença a pessoa sente-se cansada e sem forças, mesmo após ter uma noite de descanso.

Assim, na presença de sinais e sintomas além do sono e cansaço excessivo, como fraqueza muscular, mudanças de humor e tontura, por exemplo, é importante que o médico seja consultado para que seja identificada a causa e iniciado o tratamento mais adequado.

Além disso, é importante separar um momento no dia para descansar, tentar deitar mais cedo do que o habitual e praticar atividade física, por exemplo.

As principais causas de cansaço e sono excessivo são:

1. Diabetes

A diabetes descompensada causa cansaço frequente porque nela a glicose do sangue não chega a todas as células e por isso falta energia no corpo para realizar as tarefas do dia a dia. Além disso o excesso de açúcar no sangue faz o indivíduo urinar mais, leva ao emagrecimento e diminuição dos músculos, assim é comum os diabéticos com hiperglicemia queixarem-se de cansaço muscular.

Que médico procurar: Endocrinologista e nutricionista, para que seja indicada a realização dos exames de glicemia em jejum e o teste da curva glicêmica, estabelecimento do plano nutricional de acordo com o resultado dos exames e seja feito o acompanhamento do tratamento.

O que fazer para combater a diabetes: Deve-se tomar os remédios receitados pelo médico e ter cuidados com a alimentação, evitando alimentos ricos em açúcar, além de ser importante praticar atividade física de forma regular. Veja o que comer na diabetes.

2. Anemia

A falta de ferro no sangue pode causar cansaço, sonolência e desânimo. Nas mulheres esse cansaço se torna ainda maior na época da menstruação, em que as reservas de ferro no organismo diminuem ainda mais.

Que médico procurar: Clínico geral ou ginecologista, no caso das mulheres, para que seja verificado se o fluxo menstrual é normal e se não há alterações como a menorragia, por exemplo. Para identificar a anemia é necessária a realização do hemograma.

O que fazer para combater a anemia: Deve-se consumir alimentos ricos em ferro, de origem animal e vegetal, diariamente, como por exemplo carnes vermelhas, beterraba e feijão. Além disso, em alguns casos pode ser necessária o uso de suplemento de ferro, que deve ser recomendado pelo médico ou pelo nutricionista. Veja um bom remédio caseiro para anemia.

3. Apneia do sono

A apneia do sono é caracterizada pela parada da respiração durante o sono, que pode acontecer por breves períodos e várias vezes durante a noite, prejudicando o sono e o descanso do indivíduo. Ao dormir mal, é normal acordar muito cansaço, ter cansaço muscular e sentir sono durante o dia. Conheça outros sinais ajudam a identificar a apneia do sono.

Que médico procurar: Médico especialista em distúrbios do sono, que pode solicitar um exame chamado polissonografia, que verifica como é o sono da pessoa.

O que fazer para combater a apneia do sono: É importante descobrir a sua causa para o médico consiga indicar a melhor alternativa para melhorar o sono. Assim, se a apneia for devido ao excesso de peso, pode ser recomendada a realização de dieta e uso de uma máscara CPAP própria para dormir. Caso seja devido ao tabagismo, é recomendado evitar, assim como o consumo de álcool e medicamentos sedativos ou tranquilizantes, sendo importante procurar orientação do médico para ajustar a dose ou alterar o medicamento.

4. Depressão

Um dos sintomas típicos da depressão é o cansaço físico e mental frequente, em que o indivíduo fica sem ânimo de realizar suas tarefas diárias e até mesmo de trabalhar. Apesar de ser uma doença que afeta a parte mental da pessoa, ela também acaba afetando o corpo.

Que médico procurar: O mais indicado é o psiquiatra, pois dessa forma é possível identificar os sinais indicativos de depressão e iniciar o tratamento adequado, que normalmente é feito com medicamentos e terapia.

O que fazer para combater a depressão: É aconselhado ser acompanhado por um psicólogo e um psiquiatra que pode indicar o uso de medicamentos, em alguns casos, no entanto é importante também realizar atividades que antes eram prazerosas, pois assim é possível modificar a resposta cerebral e melhorar o humor. Entenda melhor como é feito o tratamento da depressão.

5. Fibromialgia

Na fibromialgia há uma dor no corpo todo, principalmente nos músculos, e se associa com cansaço frequente e persiste, dificuldade de concentração, alterações de humor, dificuldade para realização das tarefas do dia a dia, podendo interferir no desempenho profissional, além de também poder afetar o sono, de modo que a pessoa já acorda cansada, como se não tive descansado nada durante a noite. Veja como identificar a fibromialgia.

Que médico procurar: Reumatologista que pode solicitar uma série de exames para excluir outras causas, mas o diagnóstico é feito com a observação dos sinais e sintomas da doença e realização de um exame físico específico.

O que fazer para combater a fibromialgia: Recomenda-se tomar os remédios receitados pelo médico, fazer exercícios como Pilates, Yoga ou Natação, para promover o alongamento dos músculos e mantê-los devidamente fortalecidos para se tornar mais resistente a dor.

6. Doenças cardíacas

A arritmia e a insuficiência cardíaca podem causar cansaço e tonturas frequentes. Nesse caso, o coração não tem forças suficientes para fazer uma boa contração para enviar sangue para todo o corpo e por isso o indivíduo está sempre cansado.

Que médico procurar: Cardiologista, que pode pedir exame de sangue e eletrocardiograma, por exemplo.

O que fazer para combater as doenças cardíacas: Ir ao cardiologista e tomar os remédios receitados por ele. Além disso cuidar da alimentação, evitando gorduras e açúcar, e praticar exercícios supervisionados e de forma regular. Confira 12 sinais que podem indicar problemas no coração.

7. Infecções

As infecções como gripes e resfriados podem causar muito cansaço porque, nesse caso, o corpo tenta usar todas as energias para combater os microrganismos envolvidos. No caso de infecções, além do cansaço pode-se observar outros sintomas, como a febre e a dor muscular, que devem ser investigadas pelo médico.

Que médico procurar: Clínico geral, que pode pedir exames de sangue ou outros mais específicos, dependendo dos sintomas envolvidos. De acordo com o resultado do exame, a pessoa pode ser encaminhada para um médico mais especializado, como por exemplo o infectologista.

O que fazer para combater as infecções: Após descobrir de que infecção se trata, o médico poderá prescrever o medicamento para curar a doença. Ao seguir todas as recomendações médicas, a cura pode ser alcançada e todos os sintomas relacionados à infecção, incluindo o cansaço, desaparecem.

8. Alterações da tireoide

Como os hormônios tireoidianos são responsáveis por manter o metabolismo no seu ritmo normal, quando estão afetados pode haver cansaço como resposta a alteração. Veja como saber se pode estar com alguma alteração da tireoide.

Que médico procurar: Endocrinologista, que pode pedir o exame de sangue TSH, T3 e T4 com o objetivo de verificar o funcionamento da glândula tireoide.

O que fazer para combater as alterações da tireoide: É importante tomar os medicamentos receitados pelo médico para manter os níveis hormonais sob controle, porque assim o metabolismo volta ao normal e o cansaço desaparece.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Equipe Editorial do Tua Saúde, em maio de 2022. Revisão médica por Dr.ª Clarisse Bezerra - Médica de Saúde Familiar, em fevereiro de 2020.
Revisão médica:
Dr.ª Clarisse Bezerra
Médica de Saúde Familiar
Formada em Medicina pelo Centro Universitário Christus e especialista em Saúde da Família pela Universidade Estácio de Sá. Registro CRM-CE nº 16976.