Vitamina B5: para que serve, onde encontrar e sintomas de falta

Agosto 2021

A vitamina B5, também chamada de ácido pantotênico, é essencial para o bom funcionamento do corpo, pois atua na produção de energia, ajudando a manter o metabolismo ativo, atua no processos de regulação dos níveis de colesterol, favorece a síntese de vitamina D e de hemácias, favorecendo a circulação de maior quantidade de oxigênio e combatendo o cansaço e a fadiga.

Essa vitamina pode ser encontrada em alimentos como carnes frescas, couve-flor, brócolis, cereais integrais, ovos e leite, e sua deficiência pode provocar sintomas como cansaço, depressão e irritação frequente. Dessa forma é importante que os alimentos fontes de vitamina B5 façam parte da alimentação do dia a dia

Vitamina B5: para que serve, onde encontrar e sintomas de falta

Para que serve

A vitamina B5 é essencial para diversos processos no corpo, servindo para:

  • Produzir energia e manter o bom funcionamento do metabolismo;
  • Manter a produção adequada de hormônios e de vitamina D;
  • Diminuir o cansaço e a fatiga;
  • Favorecer a cicatrização de feridas e cirurgias;
  • Reduzir o colesterol alto e os triglicerídios;
  • Ajudar a controlar os sintomas da artrite reumatoide.

Como a vitamina B5 é facilmente encontrada em diversos alimentos, normalmente todas as pessoas que fazem uma alimentação saudável têm um consumo adequado desse nutriente.

Alimentos ricos em vitamina B5

A vitamina B5 pode ser encontrada em boas quantidades no farelo de trigo, abacate, sementes de girassol, fígado, queijos, cogumelo e salmão, por exemplo, sendo importante que esses alimentos façam parte de uma alimentação saudável e equilibrada. Confira outros alimentos ricos em vitamina B5.

Quantidade recomendada

A quantidade recomendada de consumo de vitamina B5 pode variar de acordo com a idade de acordo com a tabela a seguir:

IdadeQuantidade de vitamina B5 por dia
0 a 6 meses1,7 mg
7 a 12 meses1,8 mg
1 a 3 anos3 mg
4 a 8 anos3 mg
9 a 13 anos4 mg
14 anos ou mais5 mg
Mulheres grávidas6 mg
Mulheres que amamentam7 mg

Quando é indicada a suplementação

Apesar da vitamina B5 ser facilmente encontrada nos alimentos, em alguns casos é possível não obter as quantidades ideais dessa vitamina por meio da alimentação, resultando em deficiência. Assim, pode ser indicado pelo nutricionista o uso de 100 a 500 mg de vitamina B5 por dia, sendo normalmente indicado o uso de outras vitaminas para que o efeito da B5 possa ser favorecido.

Sinais de falta de vitamina B5

Como a vitamina B5 participa de vários processos, a sua falta pode levar ao desenvolvimento de alguns sinais e sintomas, sendo os principais:

  • Insônia;
  • Sensação de ardência nos pés;
  • Fadiga;
  • Doenças neurológicas;
  • Cãibras nas pernas;
  • Baixa produção de anticorpos;
  • Náuseas e vômitos;
  • Dores e cólicas abdominais;
  • Aumento das infecções respiratórias.

A deficiência de vitamina B5 é rara de acontecer, no entanto pode acontecer com maior facilidade em pessoas que consomem bebidas alcoólicas frequentemente, idosos, pessoas com problemas intestinais, como doença de Crohn, e mulheres que fazem uso de pílulas anticoncepcionais.

Esta informação foi útil?
Mais sobre este assunto: