Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Vertigem posicional paroxística benigna - O que fazer

A vertigem posicional paroxística benigna é o tipo de vertigem mais comum, especialmente no idoso, e que é caracterizada pelo surgimento de tontura em momentos como levantar da cama, virar na cama durante o sono ou ao olhar rapidamente para cima, por exemplo. 

Na vertigem pequenos cristais de cálcio que encontram-se presentes dentro do ouvido interno ficam dispersas, flutuantes, e se posicionam no local errado, causando essa sensação de que o mundo está rodando, causando desequilíbrio. Mas o uso de uma manobra especial, pode ser suficiente para curar definitivamente a tontura, por reposicionar estes cristais no seu local correto, eliminado definitivamente a vertigem. 

Vertigem posicional paroxística benigna - O que fazer

Como reconhecer os Sintomas 

Os sintomas são vertigem rotatória, que é a tontura e sensação de tudo estar rodando ao seu redor, ao realizar movimentos rápidos como:

  • Levantar da cama, de manhã;
  • Deitar e virar na cama durante o sono;
  • Virar a cabeça para trás, estendendo o pescoço para olhar para o alto, e logo depois olhar para baixo;
  • De pé, a tontura rotatória pode surgir com movimentos bruscos, que pode, até mesmo, causar queda. 

A sensação de tontura geralmente é rápida e dura menos de 1 minuto, mas em alguns casos pode persistir acontecendo vários episódios durante semanas ou meses, prejudicando o dia-a-dia e dificultando as tarefas diárias.

Algumas pessoas conseguem identificar para que lado a rotação da cabeça é capaz de desencadear a tontura, mas o diagnóstico é feito pelo médico clínico geral, geriatra ou neurologista ao realizar manobras no consultório que provocam a tontura, não sendo necessários exames específicos. 

Qual o Tratamento para curar

O tratamento deve ser indicado pelo médico e geralmente inclui a fisioterapia, onde são realizadas manobras específicas para reposicionar os cristais de cálcio dentro do ouvido interno.

A manobra que deverá ser realizada depende do lado em que o ouvido interno é afetado e se os cristais se posicionaram no canal semicircular anterior, lateral ou posterior. Em 80% das vezes os cristais ficam no canal semicircular posterior, e a manobra de Epley, que consiste em extender a cabeça para trás, seguida de lateralização e rotação da cabeça, pode ser suficiente para cessar a vertigem imediatamente. Confira o passo a passo dessa manobra aqui

A manobra é realizada apenas uma vez, mas por vezes, é necessário repetir o tratamento com essa mesma manobra 1 semana ou após 15 dias. Mas realizar essa manobra apenas uma vez tem quase 90% de chances de cura desse tipo de vertigem. 

Os medicamentos nem sempre são necessários, mas o médico pode indicar sedativos labirínticos, e muito raramente a cirurgia pode ser indicada, quando não há melhora dos sintomas com as manobras, exercícios ou medicamentos, mas esta é arriscada porque pode prejudicar o ouvido. 

Assista o vídeo seguinte e veja os exercícios que podem ajudar:

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:
Carregando
...