Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Língua geográfica: o que é, possíveis causas e tratamento

A língua geográfica, também conhecida como glossite migratória benigna ou eritema migratório, é uma alteração que provoca o surgimento de manchas vermelhas, lisas e irregulares na língua, formando uma imagem que se parece com um mapa geográfico. Essa situação é rara e não possui causa bem definida, no entanto é mais frequente entre pessoas da mesma família, o que indica que pode ter algum fator genético associado ao seu aparecimento.

Na maioria dos casos a língua geográfica não leva ao aparecimento de sintomas, não sendo necessário tratamento. No entanto, em alguns casos pode causar dor, queimação e desconforto após consumir alimentos quentes ácidos ou salgados, sendo recomendado que a pessoa evite o consumo desses alimentos.

Língua geográfica: o que é, possíveis causas e tratamento

Possíveis causas de língua geográfica

A língua geográfica surge quando as papilas gustativas de algumas áreas da língua começa a desaparecer, formando pequenas manchas vermelhas e irregulares, semelhante a um mapa. No entanto, as causas específicas que levam ao desaparecimento das papilas ainda não são conhecidas. Porém, acredita-se que pode estar relacionada com algumas situações, como por exemplo:

  • Psoríase;
  • Dermatite atópica;
  • Língua fissurada;
  • Alterações hormonais;
  • Alterações genéticas;
  • Alergia;
  • Caso de língua geográfica na família;
  • Deficiências nutricionais.

A língua geográfica normalmente não leva ao aparecimento de outros sinais e sintomas além das manchas na língua, no entanto algumas pessoas podem sentir ardências, dor ou aumento da sensibilidade da língua ao consumir alimentos muito quentes, picantes ou ácidos.

Como é o tratamento

Como a língua geográfica não leva na maioria dos casos ao surgimento de sinais ou sintomas e como não altera o sabor dos alimentos, apesar de algumas papilas gustativas desaparecerem, não é necessário tratamento. No entanto, quando surge ardor ou desconforto durante o consumo de algum alimento, o dentista pode indicar o uso de alguns remédios ou enxaguantes, como:

  • Analgésicos e anti-inflamatórios, como Paracetamol ou Ibuprofeno, que ajudam a aliviar a dor durante crises que podem surgir após comer alimentos mais condimentados;
  • Enxaguante bucal ou pomadas anestésicas, como Lidocaína, que alivia rapidamente a dor e a queimação na língua;
  • Remédios corticoides, como Prednisolona, que ajuda a aliviar a inflamação e a dor na língua, principalmente quando os analgésicos não funcionam.

Para evitar o aparecimento de sintomas desconfortáveis e o uso de remédios, é recomendado que a pessoa que possui a língua geográfica evite alimentos que podem lesionar o tecido da língua, ou seja, alimentos muito quentes, picantes, muito condimentados ou salgados, por exemplo. Além disso, também se deve evitar o cigarro e não utilizar pasta de dentes que contenham adição de químicos, como substâncias branqueadoras ou com sabores muito intensos.

Bibliografia >

  • NATIONAL ORGANIZATION FOR RARE DISORDERS. Geographic Tongue. Disponível em: <https://rarediseases.org/rare-diseases/geographic-tongue/>. Acesso em 14 Abr 2020
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.


Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem