Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Opções de tratamento para Elefantíase

O tratamento para a elefantíase, também conhecida como filariose, geralmente é iniciado com a ingestão de remédios antiparasitários, sendo que o mais utilizado, e recomendado pela OMS, é a Dietilcarbamazina (DEC). Este remédio é capaz de eliminar as larvas do parasita do sangue, evitando a transmissão da doença, assim como algumas formas adultas, aliviando os sintomas.

Geralmente, o tratamento com o DEC é feito por 12 dias seguidos e, nesse período, é possível o surgimento de alguns efeitos colaterais como tonturas, náuseas, dor de cabeça ou dor muscular, por exemplo.

Caso os efeitos colaterais sejam muito intensos, o médico poderá trocar a Dietilcarbamazina por Ivermectina, outro antiparasitário. No entanto, este remédio não elimina formas adultas do parasita e, por isso, se existirem sintomas, como inchaço de algum membro, poderá não existir melhora.

Opções de tratamento para Elefantíase

O que fazer após o tratamento

Após fazer o tratamento com remédios, caso exista inchaço de algum membro, o médico geralmente faz o encaminhamento para um especialista em linfedema, que é capaz de informar a pessoa sobre cuidados de posicionamento, exercícios e massagens que ajudem a aliviar o inchaço do membro afetado, através da melhora da drenagem linfática. Veja o passo-a-passo para fazer uma massagem de drenagem linfática, que pode ajudar.

Em alguns casos, especialmente no caso de homens com elefantíase na região genital, o médico pode ainda aconselhar fazer cirurgia, para corrigir algumas alterações provocadas pelo parasita e reduzir o inchaço.

Quando é necessário fazer cirurgia

A cirurgia para elefantíase pode ser indicada junto com o uso de remédios quando já existe inchaço de algum membro, o que indica que existem formas adultas do parasita se desenvolvendo nos vasos linfáticos.

Além disso, como a Dietilcarbamazina pode não eliminar todas as formas adultas do parasita, a cirurgia também pode ser usada após o tratamento com esse remédio, especialmente no caso de homens com elefantíase na região genital.

Remédio caseiro para desinchar

Um excelente remédio caseiro para elefantíase é tomar o chá da folha de pata-de-vaca porque esta planta medicinal possui propriedades diuréticas que ajudam a controlar o inchaço provocado pela doença.

Ingredientes

Modo de preparo

Coloque as folhas de pata-de-vaca na água fervente e deixe repousar por 5 minutos. Coe e aplique compressas deste chá sobre o membro afetado com elefantíase.

Simultaneamente pode ainda beber o chá da planta. Para isso, deve adicionar 30 gramas das folhas da mesma planta medicinal a 1 litro de água fervente, esperar 5 a 10 minutos e depois coar.

Este tratamento natural tem como objetivo apenas ajudar na recuperação e alívio dos sintomas e não substitui o tratamento recomendado pelo médico.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar