Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Tratamento para Fibrose Cística

O tratamento para fibrose cística geralmente é feito com a ingestão de remédios prescritos pelo médico, fisioterapia respiratória e acompanhamento nutricional, para controlar a doença e melhorar a qualidade de vida do indivíduo.

Além disso, a cirurgia também pode ser utilizada no tratamento da fibrose cística, nos casos em que ocorre obstrução de algum canal ou quando ocorrem complicações respiratórias, podendo ser necessário o paciente fazer um transplante de pulmão.

Os pacientes com fibrose cística produzem secreções espessas e pegajosas que afetam os pulmões e o sistema digestivo, incluindo o pâncreas, por isso o tratamento serve para prevenir e controlar as infecções pulmonares, ajudar a remover as secreções e o muco e fornecer uma alimentação adequada.

Apesar de não haver cura para a fibrose cística, o tratamento pode aliviar os sintomas e controlar a doença, reduzindo as complicações, principalmente as respiratórias, como pneumonia ou bronquite, por exemplo.

1. Remédios

Tratamento para Fibrose Cística

Os remédios para a fibrose cística são utilizados com o objetivo de prevenir infecções, permitir que a pessoa respire com maior facilidade e evitar o surgimento de outros sintomas. Assim, os medicamentos normalmente indicados pelo médico são:

  • Enzimas pancreáticas, que devem ser administradas via oral, e que tem como objetivo facilitar o processo de digestão e a absorção de nutrientes;
  • Antibióticos para tratar e prevenir infecções pulmonares;
  • Broncodilatadores, que ajudam a manter as vias aéreas abertas e relaxar os músculos dos brônquios;
  • Mucolíticos para ajudar a liberar o muco;

Nos casos em que o sistema respiratório piora e o paciente apresenta complicações como bronquite ou pneumonia, por exemplo, pode precisar de receber oxigênio através de uma máscara. É importante que o tratamento indicado pelo médico seja seguido conforme a prescrição para que a qualidade de vida da pessoa melhore.

2. Dieta

Tratamento para Fibrose Cística

O acompanhamento nutricional na fibrose cística é essencial, visto que é comum que esses pacientes tenham dificuldade para ganhar peso e de crescimento, deficiências nutricionais e, as vezes, desnutrição. Assim, é importante a orientação do nutricionista para que seja feita a complementação da dieta e fortalecimento do sistema imunológico, combatendo infecções. Assim, a dieta da pessoa com fibrose cística deve:

  • Ser rica em calorias, pois o paciente não é capaz de digerir toda a comida que ingere;
  • Ser rica em gordura e proteína porque os pacientes como não têm todas as enzimas digestivas, perdem estes nutrientes nas fezes;
  • Ser complementada com suplementos das vitaminas A, D, E e K, para o paciente ter todos os nutrientes que precisa.

A dieta deve começar assim que a fibrose cística é diagnosticada, sendo adaptada conforme a evolução da doença. Saiba mais sobre a alimentação para fibrose cística.

3. Fisioterapia

Tratamento para Fibrose Cística

O tratamento fisioterapêutico tem como objetivo ajudar na liberação das secreções, melhorar as trocas gasosas nos pulmões, limpar as vias aéreas e melhorar a expiração, através de exercícios de respiração e aparelhos. Além disso, a fisioterapia também ajuda a mobilizar as articulações e os músculos do peito, costas e ombros através de exercícios de alongamento.

O fisioterapeuta deverá ter o cuidado de ajustar as técnicas de acordo com as necessidades da pessoa para atingir melhores resultados. É importante que a fisioterapia seja feita desde o momento que a doença foi diagnosticada, podendo ser feita em casa ou no consultório.

4. Cirurgia

Quando o tratamento com medicamentos não é suficiente para aliviar os sintomas e evitar a progressão da doença, pode ser indicado pelo médico a necessidade da realização do transplante de pulmão. Além disso, a cirurgia pode ser indicada quando o muco obstrui algum canal, interferindo no funcionamento do organismo. Entenda como é feito o transplante de pulmão e quando é necessário.

Possíveis complicações da Fibrose Cística

As complicações da fibrose cística interferem principalmente no sistema respiratório, digestivo e reprodutivo. Assim, pode haver o desenvolvimento de bronquite, sinusite, pneumonia, pólipos nasais, pneumotórax, insuficiência respiratória, diabetes, obstrução das vias biliares, problemas hepáticos e digestivos, osteoporose e infertilidade, principalmente no caso dos homens. Saiba como identificar a fibrose cística.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...