Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como é feito o tratamento da escarlatina

O tratamento de escolha para escarlatina é uma única dose da injeção de penicilina nos bebês e crianças com menos de 25 kg, ou comprimidos de penicilina para pessoas com mais de 25 kg durante 10 dias. 

Em alternativa, pode-se usar a amoxacilina, amoxacilina com clavulanato, que podem ser utilizados por 10 dias, para adolescentes, crianças e adultos. 

Em caso de alergia à penicilina, o médico pode recomendar eritromicina em forma de comprimidos, por 5-7 dias. 

Normalmente, 2 dias após o início do tratamento os sintomas da escarlatina começam a desaparecer, no entanto, deve-se tomar os antibióticos até à data indicada pelo médico.

Após 24 horas da toma do medicamento a escarlatina deixa de ser contagiosa, e por isso a criança ou adulto pode voltar à escola/trabalho, mas no caso da criança os pais podem preferir que a criança fique em casa, para que possa se recuperar melhor e possa descansar de forma adequada. 

Como é feito o tratamento da escarlatina
Como é feito o tratamento da escarlatina

Tratamento caseiro para escarlatina

Não existe um tratamento caseiro que possa substituir os antibióticos, mas para alívio da coceira na pele pode-se tomar banho em temperatura tépida, usar sabonete líquido hidratante, e aplicar uma loção hidratante com calamina na pele para reduzir o desconforto na pele. O banho com bicarbonato de sódio também é uma boa opção caseira para alívio da coceira. 

Veja outro Remédio caseiro para escarlatina 

O que comer na escarlatina 

Durante a escarlatina é indicado preferir alimentos líquidos e pastosos, frescos ou à temperatura ambiente, como sopa de legumes com ovo ou frango cozido, mas totalmente liquidificada, purê, gelatina, suco de frutas e vitamina de iogurte. Alimentos muito quentes devem ser evitados para não agravar o desconforto na garganta. Pão, biscoitos e torradas podem ser consumidas se forem molhadas no leite morno ou chá. 

É normal a criança recusar a comida por causa da dor de garganta e por isso não se deve insistir para que coma, mas é importante manter a criança alimentada para que se recupere mais rápido. 

Complicações da escarlatina

A escarlatina normalmente é facilmente curada com o antibiótico indicado pelo médico, sendo raro surgirem complicações. Entretanto, embora raro, pode haver febre reumática, que é a lesão das válvulas do coração e lesões do rim que podem evoluir para insuficiência renal.

Sinais de melhora e piora

Os sinais de melhora da escarlatina incluem a diminuição das manchas avermelhadas na pele, o aumento do apetite, a diminuição das dores de garganta, assim como, da febre. Os sinais de piora da escarlatina ocorrem quando o tratamento não é feito ou é interrompido antes da hora, e incluem o aumento da febre, o aumento das dores de garganta, acompanhadas de dor no ouvido ou em outra região do corpo, assim como, o aumento das manchas avermelhadas na pele, nessa situação deve-se buscar ajuda médica rapidamente. 


Bibliografia

  • BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PAULISTA. Escarlatina: orientações para surtos. 2007. Link: <periodicos.ses.sp.bvs.br>. Acesso em 03 Mai 2019
  • CORDEIRO, MARIO. O livro da criança: do 1 aos 5 anos. 7.ed. Lisboa: Esfera, 2007. 668.
  • Rinaldo de Lamare. A vida do bebê. 42.ed. Rio de Janeiro: Agir, 2009. 571.
Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem