Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Tratamentos para aderência da cicatriz

Para descolar a cicatriz da pele, aumentando a sua flexibilidade pode-se fazer massagem ou recorrer a tratamentos estéticos, com uso de aparelhos que podem ser realizados pelo dermatologista ou fisioterapeuta dermatofuncional.

As pequenas cicatrizes causadas pela catapora, um corte na pele ou uma pequena cirurgia são mais fáceis de solucionar, mas também é possível melhora a aparência de cicatrizes maiores ou mais antigas.

Tratamentos para aderência da cicatriz

1. Massagem para descolar a cicatriz

O que se pode fazer em casa para soltar a aderência da cicatriz é massagear a região com um pouquinho de óleo de amêndoa ou rosa de mosqueta, por exemplo, com movimentos circulares, de um lado para o outro, para cima e para baixo, pressionando a pele na direção oposta e também na mesma direção. Pode ser feito também movimento de tesoura, que consiste em deslocar a cicatriz em direções opostas.

Esta massagem pode ser realizada 2 vezes por semana mas não deve causar dor, porque o objetivo não é reabrir a cicatriz. No entanto, é normal que a região fique um pouco avermelhada depois da massagem. A cada dia deverá ser possível observar que a cicatriz fica mais maleável, mais solta e mais elástica.

2. Tratamentos estéticos

Os melhores equipamentos são o ultrassom e a radiofrequência, mas também podem ser usados tratamentos com carboxiterapia, microagulhamento ou a cirurgia de subcisão. Equipamentos como laser também são boas opções para tirar a vermelhidão, enquanto que as injeções de corticoides em cima da cicatriz ou botox à sua volta. 

Quando a cicatriz já é antiga e está colada na pele, nem sempre é possível soltar os pontos de fibrose com a massagem, sendo necessário recorrer a tratamentos com uso de calor para aumentar a flexibilização do colágeno.

O dermatologista ou o fisioterapeuta dermatofuncional irá avaliar a cicatriz, sua altura, cor, forma e o quanto está aderida, indicado o tempo necessário de tratamento, que pode variar de uma pessoa para outra. No entanto, o mais comum é serem necessárias, pelo menos, 10 sessões de fisioterapia dermatofuncional para deixar a cicatriz fina e da mesma cor da pele.

3. Pomadas e cremes

Algumas pomadas e cremes podem ser indicadas durante o período de cicatrização e devem ser utilizadas de acordo com a orientação médica para favorecer a regeneração das fibras e favorecer a formação de colágeno do tipo 1, evitando a formação de aderências.

Além disso, pode ser também recomendado pelo dermatologista o uso de cremes com corticoides para evitar que a cicatriz não fique alta e para favorecer a cicatrização correta.

Tratamentos para aderência da cicatriz

Porque a cicatriz fica colada

A aderência cicatricial é quando o tecido por baixo e em volta da cicatriz fica colado, o que impede a sua movimentação de um lado para outro. Isso acontece porque durante a cicatrização o corpo produz muito colágeno e tecidos fibróticos de forma desordenada, criando aderências.

O tecido que forma a cicatriz é um pouco diferente do restante da pele. O tecido da pele é formado principalmente por colágeno do tipo 1 que é mais flexível, enquanto que a cicatriz é formada por colágeno do tipo 3, que é mais duro e, por isso, há o favorecimento da formação de fibrose, que resulta de um crescimento desordenado destas fibras da camadas da pele.

Como evitar que a cicatriz fique colada

Para evitar que a cicatriz fique colada é importante ter alguns cuidados durante o processo de cicatrização, podendo ser indicado massagear o local da cicatriz e realizar drenagem linfática, por exemplo, pois assim é possível favorecer a regeneração organizada das fibras.

Assim, logo que sejam retirados os pontos, se observar que a cicatriz encontra-se bem fechada, é recomendado hidratar bastante a pele com creme hidratante e pode-se fazer uma massagem da seguinte forma:

  • Colocar  os dedos indicador e o dedo do meio em volta da cicatriz, e aproximá-los o que irá juntar as bordas da cicatriz, evitando sua abertura;
  • A seguir deve-se manter essa 'pinça', segurando a cicatriz;
  • Movimentar a pele e o músculo de um lado para o outro, em todo comprimento da cicatriz. 

Numa clínica de fisioterapia pode ser realizado um tratamento com a luz vermelha que ajuda a cicatrização dos tecidos de forma ordenada, porque as fibras de colágenos seguem exatamente a direção da luz, promovendo um tecido mais organizado, evitando assim a formação da fibrose, que é quando a cicatriz fica colada.

Veja como fazer essa massagem e outros cuidados importantes assistindo ao vídeo a seguir:

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem