Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Tratamento para a Síndrome de Stevens-Johnson

Atualizado em Abril 2019

O tratamento para a Síndrome de Stevens-Johnson precisa ser iniciado com a identificação da causa que levou às alterações na pele, para que se possa retirar esse fator antes de começar o tratamento orientado para a melhora das complicações e sintomas.

Assim, e como na maior parte das vezes, a síndrome surge como o efeito colateral de um medicamento específico (normalmente um antibiótico) o médico precisa parar o uso desse remédio, orientando um novo tratamento para o problema que estava sendo tratado, além do tratamento para a síndrome.

Uma vez que esta síndrome é um problema muito grave, que pode colocar a vida em risco, geralmente o tratamento precisa ser feito numa UTI com soro e remédios diretamente na veia, além de monitoramento frequente dos sinais vitais.

Entenda melhor quais os sintomas desta Síndrome e porque acontece.

Tratamento para a Síndrome de Stevens-Johnson

Remédios para aliviar os sintomas

Após retirar todos os medicamentos que possam ter causando o desenvolvimento da Síndrome de Stevens-Johnson, o médico, normalmente receita o uso de outros remédios para aliviar os sintomas:

  • Analgésicos, para aliviar a dor das regiões afetadas da pele;
  • Corticoides, para diminuir a inflamação das camadas de pele;
  • Enxaguante bucal antisséptico, para limpar a boca, adormecer ligeiramente a mucosa e permitir a alimentação;
  • Colírios anti-inflamatórios, para reduzir possíveis complicações nos olhos.

Além disso, também é comum que sejam feitos curativos regulares às regiões afetadas da pele, utilizando compressas umedecidas em vaselina para ajudar a regenerar a pele, diminuir o desconforto e retirar as camadas de pele morta. Pode ainda ser utilizado algum tipo de creme hidratante para aplicar nas regiões em volta das lesões, para evitar que aumentem de tamanho.

Já nos casos mais graves, além de todo o tratamento descrito, pode ainda ser necessário manter o uso do soro diretamente na veia para manter a hidratação do corpo, assim como inserir uma sonda nasogástrica para permitir a alimentação, caso a mucosa da boca esteja muito afetada. Em alguns casos, o médico pode até prescrever fórmulas ricas em calorias e nutrientes para ajudar a pessoa a manter seu estado nutricional e facilitar a recuperação.

Possíveis complicações

Por afetar grandes áreas da pele, a Síndrome de Stevens-Johnson pode ter complicações muito graves, especialmente quando o tratamento não é iniciado a tempo. Isso acontece porque, as lesões na pele diminuem bastante as defesas do organismo, o que acaba facilitando infecções generalizadas no corpo e à falha de vários órgãos vitais.

Assim, sempre que existe suspeita de uma reação anormal a algum tipo de medicamento que se esteja fazendo, é muito importante ir ao hospital para avaliar a situação e iniciar o tratamento adequado, o mais rápido possível.

Confira alguns sintomas que se deve estar atento para identificar uma reação ao medicamento.


Bibliografia

  • CLEVELAND CLINIC. Stevens-Johnson Syndrome: Management and Treatment. Link: <my.clevelandclinic.org>. Acesso em 24 Abr 2019
  • NHS. Stevens-Johnson syndrome. Link: <www.nhs.uk>. Acesso em 24 Abr 2019
  • MEDSCAPE. Stevens-Johnson Syndrome Treatment & Management. Link: <emedicine.medscape.com>. Acesso em 24 Abr 2019
  • TSENG, Scheffer C. G.. Acute Management of Stevens Johnson Syndrome and Toxic Epidermal Necrolysis to Minimize Ocular Sequels. American journal of ophtalmology. Vol.6. 2009
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem