Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
Fechar Coronavírus: Informações sobre COVID-19 Ler mais
O que você precisa saber?

Para que serve cabelo de milho e como usar

O cabelo de milho, também conhecido por barba de milho ou estigmas de milho, é uma planta medicinal muito utilizada popularmente para tratar problemas do sistema renal e urinário, como cistite, nefrite, prostatite e uretrite, devido às suas propriedades diuréticas e anti-inflamatórias.

Esta planta possui nome científico de Stigma maydis e em sua composição são encontradas substâncias como vitaminas, proteínas e carboidratos que são importantes para manter o corpo saudável. O cabelo de milho também possui flavonoides, que são compostos também encontrados em frutas e legumes e que tem efeito anti-inflamatório e antioxidante, por exemplo.

Geralmente, o cabelo de milho é utilizado em sua forma de extrato seco para fazer o chá, podendo ser comprado em lojas de produtos naturais e em algumas farmácias de manipulação.

Para que serve cabelo de milho e como usar

Para que serve

O cabelo de milho é a parte que fica dentro da espiga de milho e são os fios amarelados que se desenvolvem durante o desenvolvimento dos grãos deste alimento. Esta parte do milho é usada em várias regiões do mundo como planta medicinal para tratar diversas doenças e problemas de saúde, como:

  • Cistite;
  • Nefrite;
  • Prostatite;
  • Pedra nos rins;
  • Gota;
  • Incontinência urinária;
  • Inchaço.

O cabelo de milho é um produto natural com efeito diurético, isto significa que ajuda a aumentar a frequência urinária e consequentemente auxilia na redução da pressão arterial. Alguns estudos mostram que esta planta medicinal também pode diminuir os níveis de açúcar no sangue e pode ajudar a restaurar o equilíbrio da flora intestinal, melhorando a regulação do intestino. Entenda o que é flora intestinal e para que serve.

Principais propriedades

O cabelo de milho possui substâncias como proteínas, vitaminas, carboidratos, cálcio, potássio, magnésio, sódio e compostos como flavonoides, que são importantes para retardar o envelhecimento e têm ação anti-inflamatória no corpo. Por causa disso, esta planta também possui propriedades hipoglicemiantes, depurativas e anti-fadiga.

A propriedade diurética do cabelo de milho é bastante conhecida e ocorre pois esta planta relaxa o revestimento da bexiga e dos túbulos renais, reduzindo a irritação e aumentando a eliminação da urina. Além disso, o cabelo de milho é considerado um hipotensor leve, pois ajuda a abaixar os níveis da pressão alta, através da diminuição da reabsorção do sódio.

Como usar o cabelo de milho

Para que serve cabelo de milho e como usar

O cabelo de milho é usado mais frequentemente em forma de chá, a partir do extrato seco comprado em lojas de produtos naturais.

Ingredientes

  • 1 colher (de sopa) extrato seco de cabelo de milho;
  • 250 mL de água;

Modo de preparo

Ferver a água com o extrato seco de cabelo de milho, cobrir e deixar descansar por 10 minutos. Em seguida, esperar esfriar um pouco e coar, podendo beber este chá até três vezes por dia.

Além do chá, o cabelo de milho pode ser encontrado como suplemento alimentar, sendo que a dose recomendada nos estudos é de 400 a 450 mg para ser tomado de 2 a 3 vezes por dia, no entanto, antes de ingerir este tipo de produto é importante consultar um fitoterapeuta para saber a dose correta a se usar e não se deve abandonar o tratamento convencional orientado pelo médico.

Quem não deve usar

Os estudos mostram que o cabelo de milho é uma planta medicinal segura e com poucos efeitos colaterais associados, entretanto, deve ser usado com cautela em pessoas com pessoas que têm inflamação na próstata, pois como aumenta a frequência urinária pode causar desconforto no momento de urinar.

Não deve ser usado por mulheres grávidas e que estejam amamentando, pois altera os níveis do hormônio ocitocina, que é responsável pelas contrações do útero, por exemplo. E ainda, pessoas que já fazem uso de remédios para baixar a pressão arterial, anticoagulantes, diuréticos e para diabetes devem perguntar o médico antes de começar a usar o cabelo de milho.

Bibliografia >

  • FLORIEN. Cabelo de milho. Disponível em: <http://florien.com.br/wp-content/uploads/2016/06/CABELO-DE-MILHO-1.pdf>. Acesso em 06 Fev 2020
  • BOORHEM, R.L.; LAGE, E.B. Drogas e Extratos Vegetais Utilizados em Fitoterapia. 37Revista Fitos Vol.4 Nº01 março 2009. Vol.4, n.1. 37-55, 2009
  • PINHEIRO, A.C.S. et al. Efeito do extrato aquoso de cabelo de milho (Zea mays L.) sobre a excreção renal de água e eletrólitos e pressão arterial em ratos Wistar anestesiados. Rev. Bras. Pl. Med. Vol.13, n.4. 375-381, 2011
  • HASANUDIN, Khairunnisa; HASHIM, Puziah, MUSTAFA, Shuhaimi. Corn Silk (Stigma Maydis) in Healthcare: A Phytochemical and Pharmacological Review. Molecules. Vol.17, n.8. 9697-9715, 2012
  • WANG, Chunyang et al. Effects of Maydis stigma polysaccharide on the intestinal microflora in type-2 diabetes. Pharm Biol. Vol.54, n.12. 3086-3092, 2016
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem