Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Tratamento da inflamação da glândula de Bartholin

O tratamento para a inflamação da glândula de Bartholin, também conhecida como Bartolinite, deve ser sempre orientado pelo ginecologista e, normalmente, só é feito quando surgem sintomas como dor durante as atividades diárias, saída de pus ou febre, por exemplo.

A glândula de Bartholin pode inflamar devido ao acúmulo do líquido lubrificante em seu interior, no entanto se existirem maus cuidados de higiene, essa inflamação pode virar uma infecção devido ao acúmulo de bactérias, piorando os sintomas. Saiba mais sobre as glândulas de Bartholin e como cuidar.

Tratamento da inflamação da glândula de Bartholin

1. Remédios para inflamação na Glândula de Bartholin

O tratamento normalmente é feito com o uso de anti-inflamatórios, como o Ibuprofeno ou Naproxeno, e analgésicos, como Paracetamol ou Dipirona, por exemplo, diminuindo os sintomas de inflamação.

No caso em que os sintomas duram mais de 5 dias, o ginecologista pode recomendar o uso de antibióticos, como Cefalexina ou Ciprofloxacino, por exemplo, principalmente se existir suspeita de infecção ou doença sexualmente transmissível.

2. Drenagem cirúrgica

A drenagem cirúrgica serve para retirar o líquido que está sendo acumulado nas glândulas, diminuindo os sintomas de inflamação. Para isso, o médico aplica anestesia local e depois faz uma pequena incisão no local para permitir que o líquido acumulado seja retirado.

É importante que a mulher volte ao ginecologista cerca de 2 dias após o procedimento para que o médico possa ver se há acúmulo novamente de líquido.

3. Marsupialização

A Marsupialização corresponde a uma técnica cirúrgica normalmente indicado pelo ginecologista nos casos recorrentes, ou seja, quando mesmo após a drenagem do líquido, a glândula volta a acumular líquido. Para fazer esse procedimento realiza uma abertura das glândulas e depois une as bordas da glândula à pele, evitando que volte a acumular líquidos.

Assim como na drenagem cirúrgica, é importante que a mulher volte ao ginecologista em, pelo menos, 48 horas para verificar se há líquido sendo novamente acumulado.

4. Bartolinectomia

A Bartolinectomia é a cirurgia para remoção completa da glândula de Bartholin e é a última opção de tratamento, quando nenhum dos outros tratamentos tiveram efeito ou quando a inflamação destas glândulas é frequente. Entenda como é feita a Bartolinectomia e como é a recuperação.

5. Tratamento caseiro

A melhor forma de tratamento caseira para a inflamação da glândula de Bartholin é a realização de um banho de assento com água morna a 35ºC por 15 minutos, pelo menos 3 a 4 vezes por dia. O banho de assento ajuda as glândulas a relaxarem e liberarem o líquido que está se acumulando no seu interior, diminuindo a inflamação e todo o desconforto associado.

No entanto, também é possível juntar ao banho de assento algumas plantas medicinais com propriedades anti-inflamatórias, anti-bactericidas, anti-sépticas ou cicatrizantes ginecológicas, como o barbatimão ou a aroeira, que vão acelerar o tratamento médico.

Ingredientes

  • 15 g de casca de barbatimão;
  • 15 g da casca de aroeira;
  • 1 litro de água.

Modo de preparo

Colocar os ingredientes a ferver durante 10 minutos. Depois deixar amornar, coar e fazer o banho de assento por pelo menos 15 minutos, 3 vezes por dia.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:


Publicidade

LIVE | Saúde da Prostata

A Tatiana e o Manuel vão estar te esperando num encontro informal para falar tudo sobre problemas na próstata.

A sua presença vai fazer o evento ser mais especial.

Se inscreva e receba uma notificação quando começar, para não perder nenhum minuto.

Inscreva-se
* Não perca a oportunidade de fazer perguntas e participar deste momento em homenagem ao Novembro Azul.

Estamos ao vivo agora! Vem falar com a gente!

A Tati e o Manuel falam sobre problemas na próstata, o preconceito dos homens a respeito do exame de toque retal, e até sobre impotência sexual, que pode ser um complicação da detecção tardia desse tipo câncer.

Participe agora
* Vamos responder todas as perguntas que chegarem, sem tabus. Estamos te esperando!
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem