Toxoplasmose ocular: o que é, sintomas e tratamento

Maio 2021

A toxoplasmose ocular é uma doença infecciosa causada pelo parasita Toxoplasma gondii, que pode atingir vários órgãos, incluindo os olhos, levando à inflamação da retina e formação de cicatrizes que podem interferir diretamente na visão da pessoa.

A maioria dos casos de toxoplasmose é congênita, ou seja, acontece quando a gestante tem toxoplasmose mas não faz o tratamento correto, o que aumenta o risco do parasita atingir o bebê, provocando alterações na sua visão e no seu desenvolvimento. Saiba mais sobre a toxoplasmose na gravidez.

É importante que o tratamento para toxoplasmose ocular seja feito assim que surgirem os primeiros sinais e sintomas, pois assim é possível prevenir o desenvolvimento da doença e a perda total da visão.

Toxoplasmose ocular: o que é, sintomas e tratamento

Sintomas da toxoplasmose ocular

Os sintomas da toxoplasmose ocular surgem à medida que há inflamação do olho e formação de cicatrizes, o que pode causar alterações oculares, podendo acontecer em apenas um olho ou atingir os dois. Os principais sintomas de toxoplasmose ocular são:

  • Visão turva;
  • Moscas volantes, que são manchas escuras que podem aparecer no campo de visão;
  • Maior sensibilidade à luz;
  • Dor nos olhos;
  • Olhos vermelhos;
  • Perda parcial ou total da visão.

Além dos sintomas oculares, é possível que a pessoa apresente outros sintomas mais gerais de toxoplasmose como dor de cabeça, febre, dor muscular e dor de garganta, por exemplo. Conheça outros sintomas de toxoplasmose.

Assim, na presença de sinais e sintomas de toxoplasmose ocular, é importante que o oftalmologista seja consultado para que possa avaliar os sintomas e ser feito um exame oftalmológico e o mapeamento da retina para verificar se existem cicatrizes na retina que podem ser indicativos de infecção pelo Toxoplasma gondii. Além disso, para confirmar o diagnóstico, o médico pode solicitar a realização da sorologia para toxoplasmose, que corresponde à dosagem dos níveis de IgG e IgM para toxoplasmose.

Por que acontece

A toxoplasmose ocular é uma doença infecciosa causada pelo parasita Toxoplasma gondii que pode ser encontrado no sistema digestivo de alguns gatos, podendo ser liberados no ambiente através das fezes. A contaminação das pessoas acontece através do contato direto com as fezes contaminadas, consumo de água ou alimentos contaminados ou por via transplacentária, que é quando o parasita passa da mãe para o bebê durante a gestação.

No caso da toxoplasmose ocular, o parasita atinge os olhos e promove inflamação progressiva e formação de cicatrizes, acontecendo na maioria dos casos devido à contaminação do bebê durante a gestação, sendo classificada como toxoplasmose congênita, no entanto, é possível que aconteça em pessoas que possuem o sistema imunológico enfraquecido devido a doenças, como infecção pelo vírus HIV, por exemplo.

Como é feito o tratamento

O tratamento para toxoplasmose ocular tem como objetivo evitar a progressão da doença, já que não é capaz de promover a restauração da retina. Assim, o oftalmologista pode indicar o uso de antibióticos, como trimetoprim e o sulfametoxazol, e corticoide, como a prednisona, para diminuir a multiplicação do parasita e aliviar a inflamação, além de colírios que também ajudam a aliviar a inflamação e a dor nos olhos.

No caso dos recém-nascidos com toxoplasmose congênita, o médico pode indicar o uso de pirimetamina, sulfadiazina e ácido folínico com o objetivo de diminuir o risco de multiplicação do parasita e, assim, prevenir a progressão da doença. Veja mais detalhes do tratamento para toxoplasmose.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • LIMA, Guilherme S. C. Tratamento da toxoplasmose ocular adquirida: revisão sistemática. Tese de mestrado, 2017. Centro de Ciências da Saúde da Universidade Federal do Espírito Santo.
  • ALEIXO, Ana Luisa Q. C. Avaliação da recorrência da toxoplasmose ocular e fatores de risco associados em pacientes do Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, Fiocruz - RJ. Tese de doutorado, 2015. Instituto de Nacional de Infectologia Evandro Chagas – Fiocruz.
  • MUCCIOLI, CRISTINA; SILVEIRA, CLÁUDIO; JUNIOR, RUBENS B. Toxoplasmose ocular. 2014. Disponível em: <http://books.scielo.org/id/p2r7v/pdf/souza-9788575415719-16.pdf>. Acesso em 31 Mai 2021
Mais sobre este assunto: