Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Saiba quais são os riscos das toxoplasmose na gravidez

A toxoplasmose na gravidez geralmente é assintomática para a mãe, mas que pode ser muito perigosa para o bebê. Essa doença é provocada pelo protozoário Toxoplasma Gongii, que pode estar presente na carne crua ou mal passada, em alimentos crus contaminados e na terra contaminada com fezes de gatos que têm toxoplasmose.

A maioria das mulheres desenvolve imunidade ao longo da vida, mas quando a mulher é contaminada pela primeira vez com esse protozoário durante a gravidez, ele poderá afetar o bebê causando problemas como cegueira ou atraso mental. Para prevenir a toxoplasmose, deve-se higienizar bem os alimentos, evitar o consumo de carne crua ou mal passada e evitar o contato com gatos de rua.

Sintomas da toxoplasmose na gravidez

Os sintomas da toxoplasmose na gravidez podem ser:

  • Febre;
  • Calafrios;
  • Ínguas espalhados pelo corpo, principalmente no pescoço;
  • Dor de cabeça;
  • Dor nos músculos e nas articulações.
  • Na maior parte das mulheres a toxoplasmose adquirida na gravidez não causa nenhum sintoma.

Tratamento para toxoplasmose na gravidez

O tratamento para toxoplasmose na gravidez é feito através do uso de antibiótico para tratar a mãe e reduzir o risco de transmissão ao bebê. Os antibióticos e a duração do tratamento irão depender do estágio da gravidez e da presença de doenças que enfraquecem o sistema imune da mãe, como a AIDS e o uso de remédios imunossupressores, que são utilizados por pessoas que fizeram transplante de órgãos.

Se o bebê já estiver infectado, o seu tratamento também é feito com antibióticos e deverá ser iniciado após o nascimento.

Riscos da toxoplasmose na gravidez

Os riscos da toxoplasmose na gravidez são maiores quando a mulher nunca teve contato com o parasita, pois isso aumenta as chances de transmissão da doença para o bebê.

Durante o primeiros trimestre da gestação, o risco de o bebê ser infectado é menor do que se a infecção acontecer no último semestre, mas os riscos de lesões são maiores no início da gestação.

Antes do nascimento, os riscos são:

  • Aborto espontâneo;
  • Parto prematuro;
  • Malformações do feto;
  • Baixo peso ao nascer;
  • Morte ao nascer.

Após o nascimento, os riscos para o bebê com toxoplasmose são:

  • Alterações no tamanho da cabeça do bebê;
  • Estrabismo, que é quando um dos olhos não fica na direção correta;
  • Inflamação dos olhos, podendo evoluir para a cegueira;
  • Icterícia intensa, que é pele e olhos amarelados;
  • Aumento do fígado;
  • Pneumonia;
  • Anemia;
  • Inflamação do coração;
  • Convulsões;
  • Surdez;
  • Retardo mental.

A toxoplasmose também pode não ser detectada no momento do nascimento, podendo se manifestar meses ou até anos depois.

Lavar bem as mãosLavar bem as mãos
Evitar carnes cruas ou mal passadasEvitar carnes cruas ou mal passadas
Lavar bem frutas e legumesLavar bem frutas e legumes

Cuidados para evitar toxoplasmose na gravidez

Os cuidados para evitar toxoplasmose na gravidez são:

  • Cozinhar bem a carne e lavar cuidadosamente as mãos depois de preparar;
  • Higienizar frutas e legumes que serão consumidos crus: deve-se utilizar água e água sanitária, na proporção de 1 colher de sopa de água sanitária para 1 litro de água. Os vegetais devem ficar mergulhados nessa mistura por 30 minutos e depois devem ser enxaguados em água corrente;
  • Consumir água potável;
  • Guardar os alimentos crus separados dos alimentos cozidos, para evitar a contaminação;
  • Usar tábuas e facas diferentes para a carne crua e para frutas e legumes;
  • Evitar o consumo de carnes cruas ou mal passadas em restaurantes;
  • Lavar bem as mãos depois de ter tocado na caixa de areia do gato;
  • Levar animais domésticos ao veterinário para avaliar a presença de doenças e tratá-las;
  • Evitar contato com as fezes dos gatos e se tiver que limpá-las, usar luvas. No final de tudo, lavar bem as mãos e as luvas;
  • Evitar contato com gatos abandonados;
  • Se cultivar jardins, usar luvas para se proteger da terra contaminada.

No entanto, mesmo seguindo essas dicas, o ideal é que a mulher deve realize um exame de sangue para verificar a presença de toxoplasmose e iniciar o tratamento adequado.

Veja mais informações sobre a toxoplasmose em:

Mais sobre este assunto:
Carregando
...