Toxoplasmose IgG: o que é e o que significa IgG reagente

O exame de IgG para toxoplasmose é um exame sorológico feito para verificar se a pessoa possui anticorpos contra o parasita responsável pela Toxoplasmose, o Toxoplasma gondii (T. gondii), sendo indicativo de infecção passada ou recente. Esse exame é normalmente solicitado juntamente com a dosagem de IgM, pois assim é possível saber se há uma infecção recente, sendo o tratamento iniciado logo em seguida.

Esse exame é feito principalmente em gestantes, pois caso seja verificado que a mulher está com uma infecção por toxoplasmose, é possível que o tratamento seja iniciado de imediato para evitar a transmissão para o bebê e o desenvolvimento de complicações gestacionais e/ ou alterações no desenvolvimento do bebê. Saiba mais sobre a toxoplasmose na gravidez.

A toxoplasmose é uma doença infecciosa causada por um parasita que pode ser transmitida por meio do consumo de alimentos contaminados por cistos do parasita ou por meio do contato com as fezes de gatos infectados. Conheça mais sobre a toxoplasmose.

Toxoplasmose IgG: o que é e o que significa IgG reagente

O que significa IgG reagente

O resultado IgG reagente para toxoplasmose significa que existem anticorpos circulantes na corrente sanguínea contra o T. gondii, que é o parasita responsável pela doença, o que pode ter acontecido devido a uma infecção recente ou antiga. O valor de referência pode variar de acordo com o laboratório, no entanto, de forma geral, o IgG para toxoplasmose é considerado positivo ou reagente quando o nível de IgG é superior a 3,0 UI/mL. Resultados entre 1,6 e 3,0 UI/mL são considerados indeterminados.

É importante ter em mente que o resultado reagente para IgG da toxoplasmose não necessariamente indica que a pessoa está infectada no momento e, por isso, é necessária que também seja feita a dosagem do IgM, que é a imunoglobulina que começa a ser produzida assim que há a infecção, sendo, por isso, considerada um marcador de infecção recente. Entenda melhor sobre a relação entre IgM e IgG.

Como confirmar a toxoplasmose

Para confirmar a toxoplasmose, é importante que, além do IgG, seja também feita a dosagem do IgM, que é considerado positivo ou reagente quando a concentração desse anticorpo é superior a 0,60 UI/mL, podendo esse valor variar de acordo com o laboratório. Dessa forma, é considerado que a pessoa está com toxoplasmose quando:

  • IgG e IgM positivos ou reagentes, indicando que a infecção aconteceu a semanas ou meses;
  • IgM positivo e IgG negativo, indicando que a infecção é bastante recente, não havendo tempo suficiente do organismo produzir os anticorpos de memória, que são o IgG.

Além do resultado do exame sorológico, o médico deve avaliar os sinais e sintomas apresentados pela pessoa e, no caso de se tratar de uma gestante, pode ser também indicada a realização de ultrassom para verificar se há alguma alteração no desenvolvimento fetal.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • REVISTA DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ANÁLISES CLÍNICAS. Prevalência de soropositividade para toxoplasmose em gestantes atendidas em um laboratório de município do litoral do estado do Paraná. 2016. Disponível em: <http://www.rbac.org.br/artigos/prevalencia-de-soropositividade-para-toxoplasmose-em-gestantes-atendidas-em-um-laboratorio-de-municipio-do-litoral-do-estado-do-parana/>. Acesso em 11 Out 2021
  • ZEIBIG, Elizabeth A. Clinical Parasitology. 2.ed. United States of America: Elsevier, 2013. 177-179.
  • BARER, Michael R et al. Medical Microbiology: A guide to microbial infections - pathogenesis, immunity, laboratory investigation and control. 19 ed. Elsevier, 2018. 536; 609.
Mais sobre este assunto: