Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Saiba o que causa Tosse seca, com catarro e com sangue

A tosse é um reflexo natural do corpo para eliminar qualquer irritação pulmonar. O tipo da tosse, quantidade e cor da secreção assim como o tempo que a pessoa está tossindo determinam se a tosse é de origem infecciosa como uma virose, ou alérgica como no caso da rinite.

A tosse é o resultado da contração da musculatura do tórax, aumentando a pressão do ar sobre o pulmão. O som característico é produzido devido à passagem do ar pelas cordas vocais. O ar que sai através do reflexo da tosse, que é expelida em média a 160Km/h pode trazer secreção ou não.

Causas mais comuns da Tosse

Este sintoma pode estar presente nos seguintes problemas de saúde:

Tosse seca

Problemas cardíacos: Doenças cardíacas podem causar tosse seca persistente, sem nenhum tipo de secreção envolvida. A tosse pode surgir a qualquer momento e pode piorar à noite, quando a pessoa está deitada e há suspeita de comprometimento cardíaco quando nenhum medicamento consegue cessar a tosse, até mesmo os que são utilizados em caso de asma ou bronquite. O médico poderá solicitar um eletrocardiograma para verificar a saúde do coração e então indicar o melhor tratamento.

Alergia: As alergias respiratórias costumam causar muita tosse, que se manifesta especialmente nos locais sujos, empoeirados e durante a primavera ou outono. Neste caso a tosse é seca e irritativa, podendo estar presente durante o dia e incomodar para dormir. Esta deve ser tratada com a ingestão de medicamentos anti-histamínicos, que diminuem os sintomas da alergia em poucos dias. Saiba reconhecer os sintomas da alergia respiratória aqui.

Refluxo: O refluxo gastroesofágico pode causar tosse seca, especialmente após a ingestão de alimentos apimentados ou ácidos e neste caso basta controlar o refluxo para cessar a tosse. O uso de um protetor gástrico pode ajudar a controlar os sintomas do refluxo e consequentemente diminuir os acessos de tosse. Veja como a alimentação pode ajudar neste tratamento do refluxo aqui

Cigarro e poluição ambiental: A fumaça do cigarro assim como a poluição ambiental podem provocar tosse seca, irritativa e persistente. Basta estar próximo de um fumante que a fumaça do cigarro pode irritar as vias aéreas trazendo desconforto na garganta. Beber pequenos goles de água várias vezes ao dia pode ajudar, assim como evitar os ambientes secos e poluídos. Para quem mora nos grandes centros urbanos pode ser útil ter plantas de renovam o ar dentro do trabalho e também dentro de casa, para melhorar a qualidade do ar, e assim diminuir a frequência da tosse.

Saiba o que causa Tosse seca, com catarro e com sangue

Tosse com catarro

Gripe ou resfriado: Esta é a causa mais comum da tosse com catarro e congestão nasal. Outros sintomas que geralmente estão presentes incluem o mal-estar, cansaço, espirros e lacrimejamento dos olhos que geralmente cessam em menos de 10 dias. Os remédios como Benegripe e Bisolvon ajudam a aliviar os sintomas, diminuindo a frequência da tosse e dos espirros. Para evitar estas doenças deve-se tomar a vacina da gripe todos os anos, antes da chegada do inverno. Veja 7 dicas para diminuir os sintomas da gripe.

Bronquite: A tosse é forte e o catarro pode ser espesso, mas em pouca quantidade, e que pode demorar mais de 3 meses para passar. Geralmente é diagnosticada na infância mas a bronquite pode surgir em qualquer fase da vida. Seu tratamento pode ser feito com antibióticos e broncodilatadores indicados pelo médico, mas a inalação de eucalipto pode ser de grande ajuda.

Pneumonia: A pneumonia é caracterizada pela presença de tosse com catarro e febre alta, que geralmente surgem após a gripe. Outros sintomas que podem estar presentes são a dor no peito e a dificuldade para respirar. A pessoa pode sentir que por mais que inspire o ar parece não chegar aos pulmões. O tratamento deve ser orientado pelo médico e pode incluir o uso de antibióticos. Saiba identificar os sintomas da pneumonia.

Tosse com sangue

Tuberculose: A tuberculose tem como principal sinal a tosse com catarro e pequenas quantidades de sangue, há intenso suor noturno e pode haver perda de peso aparente. Esta tosse dura mais de 3 semanas e não passa mesmo com a ingestão de remédios para gripe ou resfriado. Seu tratamento é feito com antibióticos, por aproximadamente 6 meses, e é muito eficaz. Entenda como este tratamento é feito clicando aqui

Sinusite: Em caso de sinusite, geralmente o sangue sai pelo nariz, mas se ele escorregar pela garganta e a pessoa tossir, pode parecer que a tosse está com sangue e que esse está vindo do pulmão. Nesse caso a quantidade de sangue não é muito grande, sendo apenas pequenas gotinhas bem vermelhas que podem se misturar no catarro, por exemplo.

Pessoas que usam sonda: Pessoas acamadas ou internadas podem ter que usar sonda para respirar ou para se alimentar, e ao passar pelas vias aéreas, a sonda pode ferir a garganta, por exemplo, e pequenas gotas de sangue podem sair quando a pessoa tosse. O sangue é vermelho vivo e não é necessário nenhum tratamento específico porque o tecido ferido geralmente cicatriza rápido.

Como curar a tosse

A tosse aguda dura até 3 semanas e, em geral, passa com a ingestão de mel, xaropes ou de medicamentos antitússicos, como o Bisolvon, por exemplo.

Alguns remédios caseiros bons para a tosse são o xarope de mel com limão, gengibre e o consumo de alimentos ricos em vitamina C, como laranja, abacaxi e a acerola, por exemplo. Mas é importante que o indivíduo saiba que se a tosse for produtiva com catarro ou sangue, e acompanhada de febre e dor de garganta, deve-se ir ao médico para um correto diagnóstico e uma terapia mais direcionada. Veja os melhores xaropes contra tosse aqui

Confira como preparar xaropes caseiros, sucos e chás contra tosse no vídeo a seguir:

Quando ir ao médico

Se estiver presente por mais de 7 dias e não cessar com o uso de remédios caseiros e estratégias naturais, é recomendado buscar ajuda médica. Também é importante ir ao médico se estiverem presente sintomas como:

  • Febre;
  • Tosse com sangue;
  • Mal-estar geral;
  • Falta de apetite;
  • Dificuldade para respirar.

Inicialmente o clínico geral poderá tentar identificar a causa da tosse e solicitar exames como raio-x de tórax, eletrocardiograma ou outro que ele achar necessário.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...