Torcicolo: o que é, sintomas, causas e o que fazer

novembro 2022

O torcicolo é a contração involuntária dos músculos do pescoço ou outra alteração que limite o seu movimento e provoca uma posição anormal da cabeça. Pode resultar em sintomas como dor na região afetada e dificuldade para mexer a cabeça para o lado.

Geralmente, o torcicolo é provocado por má postura, estresse ou sobrecarga do pescoço durante exercícios físicos, mas também pode surgir após pancadas, ser um sinal de algum problema na coluna e, nos casos mais graves, indicar tumores cerebrais, por exemplo.

Caso o torcicolo demore para melhorar ou esteja associado a outros sintomas, como dor de cabeça ou febre, é importante consultar o clínico geral. Dependendo da sua causa, o tratamento pode envolver o uso de relaxantes musculares, injeção de toxina botulínica e até cirurgia.

Principais sintomas

Os principais sintomas do torcicolo são:

  • Dor no pescoço;
  • Dificuldade para movimentar a cabeça;
  • Rigidez e inchaço dos músculos do pescoço;
  • Um ombro pode ficar mais elevado que o outro;
  • O rosto pode ficar assimétrico, com o topo da cabeça para um lado e o queixo para outro.

É comum que os sintomas de torcicolo surjam de manhã devido a má posição da cabeça ao dormir ou após exercícios físicos intensos ou realizados incorretamente. Além disso, dependendo da causa do torcicolo podem surgir outros sintomas como febre, dor de cabeça ou garganta, dificuldade para andar, perda de equilíbrio ou visão dupla. 

Possíveis causas

As principais causas de torcicolo são:

  • Estresse;
  • Sobrecarga do pescoço, ao realizar exercícios vigorosos ou dormir em posições inadequadas;
  • Movimentos súbitos com o pescoço; 
  • Problemas congênitos, quando o bebê já nasce com torcicolo;
  • Estrabismo;
  • Acidentes;
  • Doenças da coluna, como hérnia de disco e escoliose;
  • Cicatrizes na região do pescoço;
  • Infecções respiratórias ou da pele;
  • Abscesso na região da boca, cabeça ou pescoço;
  • Doenças neurológicas, como Parkinson ou sequela de AVC;
  • Alguns medicamentos, como metoclopramida, fenitoína ou carbamazepina;
  • Tumores cerebrais ou na coluna. 

Embora o torcicolo nem sempre seja um problema sério, também pode ter causas graves como infecções ou tumores, por exemplo. Por isso, a identificação da causa do torcicolo é fundamental para indicar o tratamento mais adequado.

O que fazer para tratar o torcicolo

O torcicolo geralmente melhora em poucos dias mesmo sem tratamento específico. No entanto, caso ocorram sintomas como febre, dor de cabeça, dificuldade para andar ou visão dupla, é importante consultar um clínico geral para uma avaliação detalhada e iniciar o tratamento apropriado. 

O tratamento do torcicolo depende da causa identificada, mas pode envolver:

1. Remédios para torcicolo

Normalmente são usados anti-inflamatórios, relaxantes musculares e analgésicos para aliviar a contração muscular intensa e a dor. Dependendo da causa do torcicolo, podem ainda ser receitados outros medicamentos como benzodiazepínicos e anticolinérgicos. Veja as principais opções de remédios para torcicolo.

2. Exercícios e alongamentos

Exercícios e alongamentos orientados por um fisioterapeuta podem melhorar a postura da cabeça, aliviar a dor e fortalecer os músculos do pescoço, podendo ser indicados em alguns casos de torcicolo.

Assista ao vídeo e confira alguns exercícios para aliviar o torcicolo: 

3. Injeção de toxina botulínica

Quando o torcicolo é causado pela contração muscular excessiva e não apresenta melhora com medicamentos ou fisioterapia, a injeção de toxina botulínica pode ser indicada. Neste caso, a injeção ajuda a relaxar o músculo contraído, corrigindo a posição da cabeça e aliviando a dor.

4. Cirurgia

A cirurgia normalmente só é indicada nos casos em que o torcicolo não melhora apesar do tratamento adequado. Serve para corrigir a posição da cabeça e melhorar a amplitude de movimento do pescoço.

Outras opções de tratamento

Quando o torcicolo é causado pelo estresse, sobrecarga ou movimentos súbitos do pescoço, medidas como massagear a região afetada e pressionar levemente os músculos do pescoço podem ser úteis para aliviar a dor e desconforto. Veja mais dicas para acabar com o torcicolo.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Jonathan Panoeiro - Neuropediatra, em novembro de 2022. Revisão clínica por Marcelle Pinheiro - Fisioterapeuta, em novembro de 2022.

Bibliografia

  • JONES, Christopher D; NAKHDJEVANI, Amir; LIDDER, Surjit. Surgical management of idiopathic torticollis secondary to a fibrotic band. Orthop Rev (Pavia). Vol.4, n.3. 27, 2012
  • DOOL, Joost V. D. et al. Long-Term Specialized Physical Therapy in Cervical Dystonia: Outcomes of a Randomized Controlled Trial. Arch Phys Med Rehabil. Vol.100, n.8. 1417-1425, 2019
Mostrar bibliografia completa
  • STATPEARLS. Torticollis. 2022. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK539857/>. Acesso em 09 nov 2022
  • TOMCZAK, Kinga K; ROSMAN, N. P. Torticollis. J Child Neurol. Vol.28, n.3. 365-378, 2013
  • RAJU, Srinivas; RAVI, Amogh; PRASHANTH, L. K. Cervical Dystonia Mimics: A Case Series and Review of the Literature. Tremor Other Hyperkinet Mov (N Y). Vol.9. 2019
  • KHOLMURATOVA, B; RASHIDOVA, N. Cervical dystonia: from pathophysiology to pharmacotherapy. Parkinsonism & Related Disorders. Vol.79, n.1. 106, 2020
  • BMJ BEST PRACTICE. Torcicolo adquirido. 2018. Disponível em: <https://bestpractice.bmj.com/topics/pt-br/1088>. Acesso em 15 abr 2019
  • KISNER, Carolyn; COLBY Lynn Allen. Exercícios terapêuticos: Fundamentos e Técnicas. 6ª.ed. São Paulo: Manole, 2016. 318-323; 491-496.
  • Mark Dutton. Fisioterapia ortopédica: exame, avaliação e intervenção. 2ª.ed. Porto Alegre: Artmed, 2010. 383-404.
  • KENDALL, Florence Peterson; MC CREARY, Elisabeth Kendall; PROVANCE, Patricia Geise. Músculos: provas e funções, com postura e dor. 4.ed. São Paulo: Manole, 333-339.
  • MONTUFAR HUASASQUICHE, Diego Alonso. Distonia cervical: Tratamento Fisioterapeutico. 2017. Universidad Inca Garcilaso De La Vega.
Revisão clínica:
Marcelle Pinheiro
Fisioterapeuta
Formada em Fisioterapia pela UNESA em 2006 com registro profissional no CREFITO- 2 nº. 170751 - F e especialista em dermatofuncional.

Tuasaude no Youtube

  • MELHOR POSIÇÃO PARA SONO PERFEITO

    05:11 | 103945 visualizações
  • 3 passos para acabar com o TORCICOLO

    05:29 | 1437078 visualizações