Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Tinidazol (Pletil)

O Tinidazol é uma substância com potente ação antibiótica e antiparasitária que consegue penetrar no interior dos micro-organismos, impedindo-os de se multiplicarem. Dessa forma, pode ser utilizado para tratar vários tipos de infecções como vaginite, tricomoníase, peritonite e infecções respiratórias, por exemplo.

Este remédio é popularmente conhecido como Pletil, mas pode ser comprado, com receita médica, nas farmácias convencionais sob a forma de genérico ou com outros nomes comerciais como Amplium, Fasigyn, Ginosutin ou Trinizol.

Tinidazol (Pletil)

Preço

O preço do Tinidazol pode variar entre os 10 e 30 reais, dependendo da marca comercial selecionada e a forma de apresentação do medicamento.

Indicações do Tinidazol

O Tinidazol é indicado no tratamento de infecções como:

  • Vaginite inespecífica;
  • Tricomoníase;
  • Giardíase;
  • Amebíase intestinal;
  • Peritonite ou abscessos no peritônio;
  • Infecções ginecológicas, como endometrite, endomiometrite ou abscesso tubo-ovariano;
  • Septicemia bacteriana;
  • Infecções de cicatrizes no pós-operatório;
  • Infecções da pele, músculos, tendões, ligamentos ou gordura;
  • Infecções respiratórias, como pneumonia, empiema ou abscesso pulmonar.

Além disso, este antibiótico também é muito usado antes de cirurgias para evitar o surgimento de infecções no período pós-operatório.

Como tomar

As recomendações gerais indicam a toma única de 2 gramas por dia, sendo que a duração deve ser indicada pelo médico de acordo com o problema a tratar.

No caso de infecções na região íntima feminina, este medicamento também pode ser usado sob a forma de comprimidos vaginais.

Possíveis efeitos colaterais

Alguns dos efeitos colaterais mais comuns deste remédio incluem diminuição do apetite, dor de cabeça, vertigens, vermelhidão e coceira na pele, vômitos, náuseas, diarreia, dor abdominal, alteração da cor da urina, febre e cansaço excessivo.

Quem não deve tomar

O Tinidazol é contraindicado em pacientes que já apresentaram ou ainda apresentam alterações dos componentes do sangue, doenças neurológicas ou com hipersensibilidade aos componentes da fórmula e em grávidas nos primeiros trimestres de gravidez.

Além disso, também não deve ser utilizado na gravidez ou amamentação, sem orientação do médico.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem