Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Spinraza: medicamento para atrofia muscular espinhal

O spinraza é um medicamento que leva o gene SMN-2 a produzir uma proteína que normalmente é produzida pelo gene SMN-1, substituindo-o. Assim, este medicamento é usado para tratar casos de atrofia muscular espinhal, que se desenvolve devido à falta ou defeito do gene SMN-1 no organismo.

Embora este medicamento já tenha sido aprovado nos Estados Unidos, pela FDA, e esteja sendo utilizando como tratamento no hospital, ainda precisa de aprovação da Anvisa no Brasil. 

Spinraza: medicamento para atrofia muscular espinhal

Preço

O spinraza ainda não pode ser comprado no Brasil, porém o tratamento com este medicamento já é feito nos Estados Unidos por aproximadamente 3 milhões de reais. Assim, se não houver outra forma de tratamento e o médico indicar, é possível recorrer à justiça para pedir que o tratamento seja feito fora do país e custeado pelo plano de saúde.

Para que serve

Este medicamento está indicado para o tratamento da atrofia muscular espinhal, tanto em adultos como em crianças, especialmente quando outras formas de tratamento não apresentam resultados.

Como usar

O uso de spinraza só pode ser feito no hospital por um médico ou enfermeiro, uma vez que é necessário injetar o remédio diretamente no espaço onde está a medula espinhal.

Normalmente o tratamento é feito com 3 doses iniciais separadas por 14 dias, seguida de outra dose 30 dias após a 3ª e 1 dose a cada 4 meses, para manutenção.

Possíveis efeitos colaterais

Os efeitos colaterais mais comuns do uso deste remédio incluem prisão de ventre, queda de dentes e infecções respiratórias mais frequentes.

Quem não deve usar

Não existem contraindicações para o uso de spinraza, podendo ser utilizado em quase todos os casos, após avaliação do médico.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...