7 sintomas de síndrome do túnel do carpo (e o que fazer)

Os sintomas de síndrome do túnel do carpo incluem a dor nas mãos e pulsos, que pode irradiar para os braços e ombros, o formigamento e queimação nos dedos das mãos, a sensação de choque no pulso e na mão e a má qualidade do sono.

síndrome do túnel do carpo é uma compressão do nervo mediano, que passa pelo punho e inerva a palma da mão, podendo ser causada por situações como alterações anatômicas no túnel do carpo, movimentos repetitivos com a mão e/ou o pulso e fraturas ou luxação no pulso, por exemplo.

Na presença de sintomas que possam indicar a síndrome do túnel do carpo, é aconselhado consultar o ortopedista para fazer uma avaliação completa e indicar o tratamento adequado, que é feito com o uso de uma tala, medicamentos anti-inflamatórios e cirurgia.

Leia também: 7 opções de tratamento para túnel do carpo (remédios, exercícios e mais) tuasaude.com/tratamento-para-sindrome-do-tunel-do-carpo
Imagem ilustrativa número 1

Principais sintomas

Os principais sintomas de síndrome do túnel do carpo são:

  1. Dor nas mãos e pulsos;
  2. Formigamento ou queimação nos dedos das mãos;
  3. Fraqueza e falta de jeito nas mãos;
  4. Sensação de choque no pulso e na mão;
  5. Dor e formigamento que irradiam para os braços e ombros;
  6. Má qualidade do sono;
  7. Dificuldades para distinguir o quente do frio.

Na maioria dos casos, os sintomas da síndrome do túnel do carpo surgem gradativamente. No entanto, à medida em que pioram, os sintomas de síndrome do túnel do carpo podem surgir com mais frequência ou persistir por longos períodos.

Os sintomas da síndrome do túnel do carpo são geralmente piores durante a noite e quando o punho está dobrado para frente ou para trás, como ao usar um telefone ou dirigir, por exemplo. Isso acontece porque essas posições aumentam a pressão do nervo mediano no túnel do carpo.

Sintomas de síndrome do túnel do carpo na gravidez

Os sintomas de síndrome do túnel do carpo na gravidez são os mesmos presentes em outras pessoas, incluindo dor nas mãos e pulsos, fraqueza e sensação de choque no punho e mãos.

Durante a gravidez, as alterações hormonais provocam acúmulo de líquidos no corpo, o que pode causar inchaço no túnel do carpo.

A síndrome do túnel do carpo é mais comum no terceiro trimestre, mas também pode surgir no primeiro e segundo trimestres ou após o parto. No entanto, na maioria dos casos, os sintomas desta condição desaparecem após o nascimento do bebê.

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico da síndrome do túnel do carpo é feito pelo ortopedista, por meio da avaliação dos sintomas apresentados e do histórico de saúde da pessoa.

Marque uma consulta com o ortopedista mais perto de você, se deseja confirmar o risco de síndrome do túnel do carpo:

Cuidar da sua saúde nunca foi tão fácil!

Marque uma consulta com nossos Ortopedistas e receba o cuidado personalizado que você merece.

Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.

Foto de uma doutora e um doutor de braços cruzados esperando você para atender

Para confirmar o diagnóstico, o médico pode aplicar o Teste de Tinel, onde se bate na parte interna do pulso, sobre o nervo mediano, para verificar se ocorre formigamento ou choque nos dedos.

Além disso, o médico também pode solicitar exames de imagem, como raio X, ultrassonografia, ressonância magnética e estudos de eletroneuromiografia, para medir a função do nervo mediano, avaliar a gravidade da síndrome e se existem outras condições médicas que afetam os nervos.

Leia também: Eletroneuromiografia: o que é, para que serve e como é feito tuasaude.com/eletroneuromiografia

O que fazer

Para tratar a síndrome do túnel do carpo, o médico pode recomendar:

  • Uso de tala, ou órtese de punho, durante o dia e noite, para reduzir a pressão no nervo mediano;
  • Uso de anti-inflamatórios não esteroides, como ibuprofeno e naproxeno, para aliviar a dor e inflamação;
  • Administração de injeção de esteroide no túnel do carpo, como cortisona, para aliviar os sintomas;
  • Sessões de fisioterapia, que são realizadas por um fisioterapeuta, com exercícios de mobilização, alongamento e fortalecimento muscular para o pulso e as mãos.

Quando os sintomas não melhoram com os tratamentos anteriores, o médico pode recomendar a realização de uma cirurgia. A cirurgia pode ser feita através de uma incisão aberta, onde o cirurgião abre o pulso e corta o ligamento que forma o teto do túnel do carpo para aliviar a pressão.

A cirurgia também pode ser feita com técnicas endoscópicas, onde se faz cortes menores, usando uma microcâmera para ajudar na visualização do túnel do carpo.

Leia também: Cirurgia para túnel do carpo: quando é indicada, como é feita e recuperação tuasaude.com/cirurgia-para-tunel-do-carpo

Vídeos relacionados