Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como identificar a Pubalgia

O principal sintoma da pubalgia, também chamada de osteíte púbica, é a dor na virilha, especificamente na sínfise púbica, uma minúscula articulação localizada nesta região. A pubalgia afeta especialmente homens que praticam alguma atividade física como corrida ou futebol mas também pode afetar mulheres.

Os principais sintomas da pubalgia são:

  • Dor na virilha, principalmente ao praticar exercícios, levantar, sentar e ao tossir
  • Aumento da dor ficar num só pé
  • Aumento da dor durante corridas
  • Sensação de ardor na região da virilha
  • Diminuição dos movimento do quadril
  • Pode haver dor na região lombar, no fundo das costas.

A pubalgia acontece frequentemente em jogadores de futebol e é facilmente identificada quando é sentida uma dor na região ou coxa ao primeiro passe ou chute.

Local da dor na PubalgiaLocal da dor na Pubalgia

Como diagnosticar a pubalgia

Para o diagnóstico não é necessário realizar nenhum exame específico porque pouca ou nenhuma alteração pode ser vista nesta região. Normalmente o exame físico através da palpação da região e testes como o alongamento dos adutores, localizados na região lateral da coxa, e a resistência ao movimento dos adutores, localizados na região interna da coxa, podem evidenciar a dor, caracterizando a pubalgia.

A história de queda, trauma, prática esportiva ou cirurgia neste local também são importantes para chegar ao diagnóstico, além de testes específicos como:

  • Saltar numa perna só porque isso aumenta a tensão na articulação e provoca dor;
  • Alongamento dos adutores com o pé apoiado no joelho da outra perna;
  • Alongamento dos isquiotibiais, inclinando o corpo para frente sem dobrar o joelho.

Estes alongamentos ajudam no diagnóstico porque o encurtamento destes músculos estão relacionados a causa da pubalgia. Assim se houver aumento da dor no púbis ou encurtamento dos músculos da região interna e posterior da coxa, há confirmação da pubalgia. Além disso, se a parte de trás da perna estiver encurtada não será possível apoiar as mãos no chão ou haverá alguma alteração no arco do pé.

O que causa pubalgia

A pubalgia é causada por compensações musculares, que ocorrem em homens que praticam atividade física e que necessitam de muita força para realizar movimentos como chutar a bola com a parte interna do pé ou que praticam corrida e que mudam de direção rapidamente como ocorre em corridas na estrada ou em montanhas, onde o piso é irregular.

A principal causa é a fraqueza dos músculos isquiotibiais, na parte posterior da coxa, e dos adutores, localizados na região interna da coxa e dos abdominais. Essa fraqueza ainda que não seja notada à olho nu é observada ao testar a força dos músculos da região anterior e lateral da coxa.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...