Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Dor na virilha - Causas e Tratamentos

A dor na virilha é um sintoma frequente em grávidas e indivíduos que praticam esportes de alto impacto, como futebol, tênis ou corrida. Geralmente, a dor na virilha não é um sintoma grave, podendo surgir tanto do lado esquerdo, como do lado direito da virilha devido às mesmas causas, como distensões musculares, hérnia inguinal e abdominal, artrite ou artrose.

Porém, caso a dor na virilha demore mais de 1 semana para desaparecer ou seja acompanhada por outros sintomas como febre acima de 38ºC, vômitos constantes ou sangramento na urina é recomendado ir ao médico para fazer exames e identificar corretamente o problema, iniciando o tratamento adequado.

Dor na virilha - Causas e Tratamentos

Principais causas de dor na virilha

A dor na virilha é um sintoma comum tanto em homens como mulheres, podendo ser provocada por excesso de gases, inflamação do nervo ciático, apendicite ou pedra nos rins, por exemplo. Porém as causas mais comuns de dor na virilha são:

1. Dor na virilha na gravidez

  • O que pode ser: é mais comum no início e no final da gestação e acontece porque as articulações do quadril ficam mais soltas para permitir o desenvolvimento do feto e o aumento da barriga. Geralmente, a dor na virilha na gravidez piora quando a gestante se deita de barriga para cima, abre as pernas, sobe escadas ou após fazer grandes esforços.
  • O que fazer: fazer exercícios leves, como hidroginástica ou pilates, e utilizar calcinha para gestantes da Neomaternity, para aumentar a estabilidade da região pélvica e diminuir o desconforto. É importante evitar as escadas e pode-se tomar Dipirona quando a dor está incomodando muito.

2. Dor na virilha e no testículo

  • O que pode ser: pode ser causada por epididimite, orquite, pancadas ou torção testicular. Saiba mais sobre as causas de dor nos testículos.
  • O que fazer: deve-se consultar um urologista, especialmente se a dor durar mais de 2 dias para desaparecer ou quando for muito intensa, prejudicando as atividades do dia-a-dia.

3. Dor na virilha depois da corrida

  • O que pode ser: normalmente indica uma lesão muscular que pode ter sido provocada por um mau jeito, excesso de exercício, distensão muscular, pubalgia mas também pode ser proporcionada quando a pessoa possui uma perna mais curta que a outra, ainda que seja somente 1 cm. 
  • O que fazer: normalmente não precisa de tratamento específico e passa sem remédios, mas é recomendado ficar em repouso e aplicar gelo sobre a região afetada, até que a dor diminua. No entanto, se a dor piorar ou se desconfiar da altura das pernas pode-se realizar um raio-x panorâmico para verificar se há necessidade de usar sapatos com palmilha para igualar a altura das pernas.

4. Dor na virilha após a academia

  • O que pode ser: pode ser devido a uma distensão muscular, mas também pode indicar a presença de uma hérnia inguinal ou abdominal, que acontece quando uma pequena parte do intestino atravessa dos músculos da parede abdominal ao levantar peso ou fazer força para evacuar, por exemplo.
  • O que fazer: Aplicar gelo na região por 15 minutos, 2 a 3 vezes por dia, e manter o repouso, evitando fazer atividades intensas como correr ou saltar. Quando o problema é causado por uma hérnia, pode-se realizar uma cirurgia para costurar os músculos e eliminar a hérnia.

5. Dor na virilha que irradia para a perna ou provoca queimação

  • O que pode ser: importante sintoma de artrite ou dor ciática, principalmente quando a dor agrava ao caminhar ou sentar, por exemplo.
  • O que fazer: é recomendado evitar o excesso de exercício físico e consultar um clínico geral para iniciar o tratamento adequado com remédios anti-inflamatórios e fisioterapia.

6. Dor na virilha com íngua ou caroço

  • O que pode ser: uma íngua é um pequeno caroço dolorido que quando localizado na virilha pode indicar que o organismo está lutando contra algum vírus, fungo ou bactéria, sugerindo que possa se tratar de uma doença ginecológica.
  • O que fazer: quando não existem outros sintomas de infecção sexualmente transmissível como corrimento ou mau cheiro, não é preciso se preocupar, mas se estes sintomas estiverem presentes deve-se ir ao urologista ou ginecologista.

7. Dor acima da virilha, somente de um lado

  • O que pode ser: na mulher esse sintoma pode indicar cistos nos ovários, que provocam dor especialmente nos 3 primeiros dias da menstruação.
  • O que fazer: é aconselhado ir ao ginecologista e realizar um ultrassom para identificar se é realmente um cisto e se é preciso tomar anticoncepcionais, mas em alguns casos pode ser preciso fazer uma cirurgia para a sua remoção.

Remédio para dor na virilha

O tratamento para dor na virilha, geralmente, pode ser feito em casa com repouso, aplicação de gelo na região e uso de remédios analgésicos, como Dipirona.  Quando a dor demora mais de 3 dias para passar, é importante consultar o médico para identificar a causa e iniciar o tratamento adequado, que pode ser feito com o uso de antibióticos, analgésicos ou cirurgia, dependendo da causa.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...