Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Sintomas de pólipo uterino

Os pólipos uterinos, geralmente, não apresentam sintomas, sendo descobertos acidentalmente num exame de rotina no ginecologista. No entanto, em algumas mulheres, os pólipos podem provocar os seguintes sintomas:

  • Sangramento vaginal após a menopausa (após 1 ano sem menstruar);
  • Menstruação abundante, sendo necessário usar mais de 1 pacote de absorvente em cada ciclo;
  • Menstruação irregular;
  • Dificuldade para engravidar;
  • Sangramento vaginal após o contato íntimo;
  • Intensas cólicas menstruais;
  • Corrimento com mau cheiro.

As causas dos pólipos uterinos ainda não são totalmente esclarecidas, mas mulheres que fazem reposição hormonal na menopausa possuem uma maior tendência em desenvolver este tipo de pólipos. Saiba mais sobre o que pode causar o pólipo uterino.

Sintomas de pólipo uterino

Pólipo uterino é perigoso?

A maior parte dos pólipos no útero são benignos e, por isso, embora possam provocar sintomas, não colocam a vida da mulher em risco. Porém, existem alguns casos em que o pólipo pode virar câncer, no entanto, não existem sintomas específicos de pólipo uterino maligno.

Para se descobrir se um pólipo é benigno ou maligno é importante ir no ginecologista para fazer uma observação do pólipo a cada 6 meses. Caso o pólipo esteja crescendo ao longo do tempo, existe um risco aumentado de ser maligno e, nesses casos, o médico normalmente faz uma pequena cirurgia no consultório, com anestesia local, para retirar o pólipo e enviá-lo para ser analisado em laboratório.

Caso os resultados indiquem que o pólipo é maligno, o médico irá discutir as opções de tratamento, mas normalmente incluem uso de medicamentos hormonais e cirurgia para retirar todos os pólipos ou remover o útero, de acordo com a idade da mulher e o seu desejo em ter filhos. Saiba mais sobre como é feito o tratamento dos pólipos uterinos.

Como saber se tenho pólipo uterino

Uma vez que a maioria dos pólipos no útero não causam qualquer tipo de sintomas, a única forma de confirmar sua presença é fazer um exame de ultrassom transvaginal ou colposcopia, que avaliam possíveis alterações no revestimento do útero.

Se for observado um pólipo endometrial em mulheres jovens que ainda não entraram na menopausa, normalmente o ginecologista decide não realizar nenhum tratamento, preferindo esperar por 6 meses para depois reavaliar se o pólipo cresceu ou diminuiu de tamanho.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...