Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Quando fazer cirurgia para retirar o pólipo uterino

A cirurgia para remoção dos pólipos uterinos, é muitas vezes recomendada até mesmo quando os polipos não provocam sintomas, como sangramentos fora da menstruação e dor, por exemplo.

O procedimento para retirar o pólipo do útero é simples, dura cerca de uma hora, normalmente sem anestesia geral, e o tempo médio de internamento hospitalar pode ser de até dois dias, dependendo da quantidade e tamanho dos pólipos que precisam ser retirados e também da idade da paciente. 

A polipectomia é feita, sem cortes nem cicatrizes na barriga, inserindo-se pela vagina uma instrumento que corta o pólipo e queima a parede do útero para não sangrar. Nesta cirurgia a paciente não sente dor, permanecendo adormecida durante todo o tempo.

Como é feita a cirurgia para retirar o pólipo uterino.Como é feita a cirurgia para retirar o pólipo uterino.

A decisão da retirada dos pólipos, deve ser conversada entre médico e paciente, especialmente quando não há dor nem sangramento, porque depende do estado de saúde da mulher e se existe ou não historia de câncer anterior ou na família. Os pólipos uterinos ou endometriais são na sua maioria lesões benignas, ou seja, não cancerosas, que em muitos casos não provocam sintomas. 

Esta cirurgia é muitas vezes feita apenas para prevenir o aparecimento de futuros sintomas, porém se o pólipo reaparecer muitas vezes ou se for maligno pode ser necessário retirar o útero. Veja: O que acontece após a retirada do útero.

Como é a recuperação após a cirurgia de retirada do pólipo

A recuperação após a cirurgia de retirada do pólipo é geralmente rápida, porém existem alguns cuidados que devem ser mantidos durante o período pós operatório, como:

  • Evitar ter contacto íntimo durante as primeiros 6 semanas de recuperação;
  • Tomar banhos rápidos, e não colocar água quente em contacto com a região íntima;
  • Manter uma higiene intima adequada, devendo lavar-se 3 a 4 vezes por dia, usando água fria e sabonete íntimo. 
  • Trocar diariamente a calcinha de algodão e substituir o protetor diário 4 a 5 vezes por dia.

No caso da mulher sentir dor e desconforto depois da cirurgia, o médico pode prescrever analgésicos, como Paracetamol ou Ibuprofeno. 

Possíveis complicações da cirurgia para remoção do pólipo uterino

Algumas das possíveis complicações que podem ocorrer após esta cirurgia, podem incluir infecção e sangramentos internos ou externos com desmaio, dor e desconforto intensos, acompanhado de náuseas e vômitos. 

Embora complicações na polipéctomia sejam raras, o aparecimento destes sintomas, assim como febre, inchaço na barriga ou corrimento com cheiro desagradável, também podem ser sinais de alerta para voltar ao médico.

O Polipo no útero pode voltar?

O pólipo no útero pode voltar, porém, o seu aparecimento é pouco frequente, não estando somente associado à idade da mulher e menopausa, mas também a outros fatores, como obesidade e pressão alta.

Assim, para prevenir o aparecimento de outros pólipos uterinos, deve manter uma alimentação equilibrada com redução do açúcar, gorduras e sal, e rica em legumes, verduras e frutas. Além disso, a prática de exercício físico também é muito importante, pois ajuda não só a reduzir ou a manter o peso, como também ajuda a manter a pressão sob controle.

Veja outras possibilidades para o tratamento do pólipo uterino:

Mais sobre este assunto:
Carregando
...