Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como identificar uma pessoa ninfomaníaca

A ninfomania, também chamada de desejo sexual hiperativo, é um transtorno psiquiátrico caracterizado pelo excesso de apetite sexual ou desejo compulsivo por sexo, sem que ocorra alterações nos níveis hormônios sexuais que justifiquem esse problema.

A palavra ninfomania se refere à presença desse transtorno apenas em mulheres, pois quando esse mesmo problema psiquiátrico é identificado nos homens, é chamado de satiríase. Veja quais as características da satiríase nos homens.

As mulheres com ninfomania perdem o controle sobre os seus desejos sexuais, o que pode prejudicar sua qualidade de vida, pois pode perder aulas, reuniões de trabalho ou encontros com a família ou amigos para buscar experiências sexuais. No entanto, as relações normalmente não resultam em prazer e é comum que depois a mulher se sinta culpada e angustiada.

Como identificar uma pessoa ninfomaníaca

Sinais e sintomas de ninfomania

A ninfomania é um transtorno psicológico normalmente acompanhado de crises de ansiedade e depressão, além de sentimento de culpa. As mulheres normalmente possuem comportamento sexual compulsivo e quase sempre sem que haja laço afetivo. Os principais sinais e sintomas da ninfomania são:

1. Masturbação em excesso

As mulheres que possuem esse distúrbio psicológico tendem a realizar a masturbação várias vezes por dia em locais e momentos inoportunos, já que seu desejo sexual é ativado sem causa definida. Veja quais são os benefícios da masturbação feminina.

2. Uso exagerado de objetos sexuais

Os objetos e brinquedos sexuais são utilizados de forma excessiva ou frequente, seja sozinha ou com o (s) parceiro (s) de modo a tentar satisfazer-se sexualmente.

3. Fantasias sexuais frequentes e intensas

As fantasias sexuais são intensas e podem ocorrer a qualquer momento, em qualquer lugar e com qualquer pessoa, o que pode levar a mulher a masturbar-se em locais ou momentos inapropriados. As ninfomaníacas normalmente não conseguem controlar as fantasias e quando tentam, sentem-se ansiosas ou deprimidas

4. Uso excessivo de pornografias

As pornografia são utilizadas com o objetivo de promover a satisfação sexual, levando à masturbação excessiva e fantasias sexuais intensas.

5. Falta de prazer e satisfação

As mulheres com ninfomania sentem dificuldade de sentir prazer e se sentirem satisfeitas sexualmente, apesar de utilizarem de diversos meios para isso, o que pode levar à crises de ansiedade ou depressão.

6. Múltiplos parceiros sexuais

A falta de prazer pode levar a mulher a ter relações sexuais com vários homens, pois acreditam que assim se sentiriam prazer e mais satisfeitas sexualmente.

Como é feito o diagnóstico

O diagnóstico deve ser feito por um psiquiatra e é baseado principalmente nos sintomas apresentados pela paciente.

Em geral, amigos e familiares também ajudam a mulher a notar as alterações no comportamento da mulher, e devem apoiá-la a procurar ajuda ao invés de apenas criticá-la.

Como tratar

O tratamento desse transtorno é feito com acompanhamento psiquiátrico e psicológico, podendo também ser utilizada a psicoterapia em grupo e o uso de medicamentos que diminuem a sensação de prazer no cérebro.

Em média, o tratamento dura cerca de 8 meses e é importante que a mulher tenha o apoio familiar e de amigos para superar o problema e evitar recaídas da doença.

Além disso, é importante lembrar que a ninfomania e o aumento do número de parceiros sexuais também aumenta o risco de contágio com doenças sexualmente transmissíveis, como AIDS e sífilis, sendo importante estar atenta aos sintomas e fazer exames que avaliam a presença dessas doenças. Veja os sintomas de cada DST.

Conheça outras doenças relacionadas ao contato íntimo:

Mais sobre este assunto:


Carregando
...