Joanete: o que é, sintomas, causas e tratamento

Revisão médica: Dr. Francisco Couto Valente
Ortopedista
março 2022

O joanete é uma saliência óssea que se forma com mais frequência no dedão do pé, o hálux. O joanete é causado por um desalinhamento da articulação do pé, que pode surgir devido ao uso de sapatos apertados ou salto alto, ou até por má formação do pé ou artrite reumatóide, por exemplo.

Além da saliência no osso, o joanete, que é conhecido cientificamente por hálux valgo, pode ser acompanhado de sintomas como dor, vermelhidão ou dormência no dedo afetado.

A presença do joanete pode ser bastante desconfortável e, por isso, é importante consultar um ortopedista, para iniciar o tratamento mais adequado e evitar que os dedos continuem se desalinhando, afetando cada vez mais o dia a dia e a qualidade de vida.

Principais sintomas

Os sintomas de joanete variam de acordo com o desalinhamento da articulação do pé, sendo os principais:

  • Alteração da forma do pé, com formação de uma saliência ao lado do pé;
  • Desvio do dedo afetado em direção aos outros dedos;
  • Vermelhidão no dedo afetado;
  • Dor no dedo ou na articulação, principalmente ao caminhar;
  • Sensação de queimação ao tentar dobrar o dedo;
  • Dormência no dedo afetado;
  • Inchaço da articulação do dedo afetado.

Além disso, podem surgir calos na pele do joanete e até dificuldade em usar sapatos normais.

É importante que o joanete seja avaliado por um ortopedista ou fisioterapeuta, especialmente quando causa sintomas, para que seja indicado o tratamento mais adequado.

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico de joanete é feito pelo ortopedista através do exame físico do pé, avaliação do histórico de saúde e familiar, além do exame de raio X do pé para avaliar o grau de deformidade da articulação. 

Geralmente, não são necessários outros exames, no entanto, caso o médico suspeite de doenças que possam estar causando o joanete, como artrite reumatóide, podem ser solicitados exames como hemograma completo, proteína C reativa (PCR) ou teste de anticorpos antinucleares, por exemplo. Veja outros exames para diagnosticar a artrite reumatóide

Possíveis causas

A causa exata do joanete não é totalmente conhecida, no entanto, alguns fatores parecem contribuir para o seu desenvolvimento, como:

  • História familiar de joanete;
  • Malformações no pé;
  • Primeiro osso do dedão mais curto;
  • Pé chato;
  • Flexibilidade excessiva dos ligamentos do pé;
  • Artrite reumatóide, gotosa ou psoriática;
  • Fratura no osso do dedão mal consolidada;
  • Traumas, luxação ou entorse no dedão;
  • Distúrbios do tecido conjuntivo, como síndrome de Marfan, síndrome de Ehlers-Danlos ou síndrome de Down;
  • Desequilíbrio dos músculos do pé causados por AVC, paralisia cerebral ou mielomeningocele.

O uso de sapatos apertados ou salto alto também pode causar deformidades no pé ao longo do tempo, levando ao surgimento ou piora do joanete.

Como é feito o tratamento

O tratamento do joanete deve ser orientado pelo ortopedista com o objetivo de aliviar os sintomas ou fazer com que o dedo volte para a posição inicial.

Os principais tratamentos para o joanete que podem ser indicados pelo médico são:

1. Usar sapatos confortáveis

O uso de sapatos confortáveis, com biqueira larga, que tenham mais espaço para os dedos, ou almofadados, podem ajudar a aliviar a dor ao caminhar.

Além disso, deve-se evitar o uso de saltos altos e sapatos apertados, de forma a evitar a piora dos sintomas e da deformidade da articulação.

2. Usar órteses

Órtese para correção do joanete
Órtese para correção do joanete

O uso de órteses pode ser indicado pelo médico com o objetivo de tentar reposicionar a articulação. Porém, são pouco eficientes e não alteram a deformidade.

Essas órteses podem ser encontradas em farmácias ou drogarias, e podem ser usadas diariamente, pelo tempo determinado pelo médico.

3. Aplicar compressas frias

Aplicar compressas frias no joanete ajuda a diminuir a dor e aliviar o inchaço, principalmente após ficar muito tempo em pé. No entanto, a aplicação de compressas frias não é recomendado no caso de pessoas que tenham problemas de circulação nos pés.

Para fazer a compressa de gelo, deve-se colocar gelo dentro de uma bolsa térmica ou colocar o saco de gel no congelador para resfriar, e depois envolver a bolsa ou o saco de gel em uma toalha limpa e seca e aplicar sobre o joanete, deixando agir por 15 a 20 minutos, de 2 a 3 vezes por dia. Veja também outras formar de cuidar do joanete e aliviar os sintomas.  

4. Fazer fisioterapia

A fisioterapia pode ser indicada pelo ortopedista em conjunto com o fisioterapeuta, para aliviar a dor e o inchaço no joanete.

O tratamento fisioterápico deve ser escolhido pelo próprio fisioterapeuta de forma individualizada, podendo ainda ser indicado o uso de equipamentos, como ultrassom, para desfazer aderências dos tecidos moles, ajudando a reduzir a dor e a inflamação do joanete. 

5. Tomar remédios

O tratamento com remédios pode ser indicado pelo médico com o objetivo de aliviar a dor, vermelhidão ou inchaço na articulação do pé afetado, podendo ser recomendado o uso de analgésicos ou anti-inflamatórios na forma de comprimidos, como o paracetamol ou ibuprofeno, por exemplo.

Além disso, o médico pode ainda recomendar o uso de pomadas anti-inflamatórias aplicadas diretamente sobre o joanete, como Cataflan ou Voltaren, por exemplo.

6. Injeção de corticoides 

O médico pode também aplicar uma injeção de corticoides diretamente na articulação com joanete, sendo geralmente indicado quando as outras opções de tratamento não foram eficazes para aliviar os sintomas do joanete.

Geralmente, a aplicação de injeção de corticóide é feita como forma de evitar o tratamento cirúrgico.

7. Fazer cirurgia 

A cirurgia para o joanete pode ser indicada pelo ortopedista nos casos em que nenhuma outra opção de tratamento foi eficaz, e a dor persiste, causando dificuldade para andar.

Existem várias técnicas de cirurgia que podem ser realizadas pelo médico, que dependem da gravidade do joanete, podendo ser feitas com o objetivo de remover o tecido danificado ao redor do joanete, reposicionar o dedo raspando ou removendo parte do osso afetado, realinhar os ossos ou até unir os ossos da articulação afetada. Veja como é feita a cirurgia para joanete e como é a recuperação.  

A fisioterapia pós operatória pode ser realizado como auxílio para recuperação.

Como prevenir o joanete

A melhor forma para tentar evitar o desenvolvimento de um joanete consiste em utilizar sapatos confortáveis que permitam movimentar livremente os dedos dos pés. 

Sapatos com salto muito alto também podem aumentar a pressão sobre os dedos, facilitando o surgimento de joanetes, por isso, não é aconselhado usar sapatos ou sandálias com saltos com mais de 5 cm de altura.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Flávia Costa - Farmacêutica, em março de 2022. Revisão médica por Dr. Francisco Couto Valente - Ortopedista, em março de 2022.

Bibliografia

  • RAY, J. J.; et al. Hallux Valgus. Foot Ankle Orthop. 4. 2; 2473011419838500, 2019
  • DOTY, J. F.; HARRIS, W. T. Hallux Valgus Deformity and Treatment: A Three-Dimensional Approach. Foot Ankle Clin. 23. 2; 271-280, 2018
Mostrar bibliografia completa
  • NIX, S.; et al. Prevalence of hallux valgus in the general population: a systematic review and meta-analysis. J Foot Ankle Res. 3. 21, 2010
  • HECHT, P. J.; LIN, T. J. Hallux valgus. Med Clin North Am. 98. 2; 227-32, 2014
  • KUHN, J.; ALVI, F. IN: STATPEARLS [INTERNET]. TREASURE ISLAND (FL): STATPEARLS PUBLISHING. Hallux Valgus. 2021. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK553092/>. Acesso em 29 mar 2022
Ortopedista
Médico ortopedista formado pela Faculdade Souza Marques em 2011, com CRM.RJ 52.92679-5 e Membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia.

Tuasaude no Youtube

  • EXERCÍCIOS PARA JOANETE (e COMO NUNCA TER!)

    06:45 | 604798 visualizações