9 principais sintomas de gota

agosto 2022

Os sintomas de gota são provocados pela inflamação da articulação afetada e incluem dor, vermelhidão, calor e inchaço, que podem surgir nos dedos dos pés ou das mãos, tornozelo, joelho ou cotovelo, por exemplo.

Embora os sintomas desapareçam  em alguns dias, o tratamento da gota pode ser indicado e envolver medicamentos como analgésicos e corticoides. Além disso, quando não tratada adequadamente e os níveis de ácido úrico continuam elevados, as crises de dor podem ocorrer novamente e a gota pode causar deformidades e nódulos nas articulações. Confira como identificar e tratar o ácido úrico elevado.

Assim, em caso de suspeita de suspeita de gota, é importante consultar um clínico geral ou reumatologista para uma avaliação, iniciar o tratamento apropriado e evitar que a doença evolua. 

Principais sintomas

Os principais sintomas de gota são:

  1. Dor na articulação, que surge subitamente;
  2. Vermelhidão no local da dor;
  3. Inchaço na região afetada;
  4. Piora da dor ao toque na região;
  5. Calor no local da dor;
  6. Febre e mal-estar; 
  7. Nódulos na pele das articulações afetadas; 
  8. Deformidades articulares; 
  9. Dificuldade de movimentação da articulação envolvida.

A dor na crise de gota pode envolver uma ou mais articulações do corpo, geralmente afetando os dedos dos pés, tornozelos ou joelhos, e tende a ocorrer à noite ou pela manhã. Além disso, embora normalmente não seja aliviada por analgésicos como paracetamol ou dipirona, a dor costuma regredir entre 3 e 14 dias mesmo sem tratamento.

Em caso de suspeita de gota é importante consultar um clínico geral ou reumatologista para uma avaliação e iniciar o tratamento apropriado, porque quando não tratada a gota pode causar novas crises de dor e levar a deformidades e nódulos nas articulações com o tempo.

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico geralmente é confirmado pelo clínico geral ou reumatologista levando em consideração os sintomas presentes, no entanto, em alguns casos a análise do líquido sinovial, que é o fluido dentro da articulação, pode ser indicada, já que permite a identificação dos cristais que causam a inflamação. 

Além disso, outros exames como o ultrassom, tomografia computadorizada e a dosagem de ácido úrico no sangue também podem ser indicados. Saiba mais sobre as causas e diagnóstico da gota.

Como é o tratamento

O tratamento da crise de gota geralmente envolve medicamentos anti-inflamatórios não esteroides, como diclofenaco e indometacina, corticoides orais ou a colchicina, que também é um tipo de anti-inflamatório. Além disso, também é recomendado realizar compressas de água fria para ajudar a aliviar os sintomas localizados durante as crises. 

Após a crise, medicamentos para controlar os níveis de ácido úrico, como o alopurinol, podem ser indicados e medidas como evitar consumo de carnes, bebidas alcóolicas e controle do peso também são recomendadas para evitar novas crises de dor. Confira mais opções de medicamentos e como tratar a gota.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Jonathan Panoeiro - Neuropediatra, em agosto de 2022. Revisão médica por Dr. Francisco Couto Valente - Ortopedista, em janeiro de 2020.

Bibliografia

  • DALBETH, Nicola et al. Gout. Nat Rev Dis Primers. Vol.5, n.1. 69, 2019
  • STATPEARLS. Gout. 2022. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK546606/>. Acesso em 17 ago 2022
Mostrar bibliografia completa
  • CLEBAK, Karl T; MORRISON, Ashley; CROAD, Jason R . Gout: Rapid Evidence Review. Am Fam Physician. Vol.102, n.9. 533-538, 2020
Ortopedista
Médico ortopedista formado pela Faculdade Souza Marques em 2011, com CRM.RJ 52.92679-5 e Membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia.

Tuasaude no Youtube

  • Alimentação para GOTA

    05:24 | 833867 visualizações