Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é o fibroma uterino, quais os sintomas e como tratar

O fibroma uterino, também conhecido por mioma uterino, é um tumor benigno formado por tecido muscular, que se localiza no útero, podendo assumir diferentes tamanhos. Os fibromas são geralmente assintomáticos, mas em alguns casos podem causar dr abdominal, sangramento intenso e problemas durante a gravidez.

O tratamento varia muito de pessoa para pessoa, podendo ser realizado com medicamentos que aliviam a dor e reduzem o sangramento e/ou com cirurgia que consiste na remoção dos fibromas ou do útero, dependendo se a mulher pretende ou não engravidar.

O que é o fibroma uterino, quais os sintomas e como tratar

Quais os sintomas

Os sintomas do fibroma uterino nem sempre são perceptíveis, mas quando estes surgem, manifestam-se através de:

  • Sangramento menstrual intenso ou prolongado;
  • Sangramento vaginal entre as menstruações;
  • Dor, pressão ou peso na área pélvica durante a menstruação;
  • Necessidade de urinar com frequência;
  • Infertilidade;
  • Distensão abdominal.

Além disso, em mulheres grávidas, os fibromas podem, em alguns casos, causar complicações no parto.

Possíveis causas

Ainda não se sabe ao certo o que causa os fibromas uterinos, mas pensa-se que está relacionado com fatores genéticos, hormonais, já que os estrogênios e a progesterona promovem o seu desenvolvimento, e fatores de crescimento produzidos pelas células musculares lisas e fibroblastos, que promovem o crescimento dos miomas.

Além disso, alguns fatores de risco podem contribuir para o desenvolvimento dos miomas, como a idade, história familiar, obesidade, dieta rica em carnes vermelhas, ingestão de álcool e bebidas com cafeína, menarca precoce, ser de raça negra, sofrer de hipertensão arterial e nunca ter engravidado.

Como é feito o diagnóstico

O diagnóstico do fibroma pode ser feito através de exame físico, que em alguns casos possibilita palpar os miomas, ultrassonografia pélvica, ressonância magnética e histeroscopia, por exemplo. Veja como é feito o exame histeroscopia.

Em que consiste o tratamento

O tratamento dos fibromas deve ser individualizado tendo em conta os sintomas, o tamanho e a sua localização, assim como a idade da pessoa e se ela está ou não em idade fértil.

O médico pode recomendar a administração de medicamentos e/ou aconselhar a realização de uma cirurgia. Os remédios mais usados para o tratamento dos fibromas são inibidores de estrogênio e progesterona, utilização do DIU ou de outro anticoncepcional, que podem ajudar a controlar o sangramento, ácido tranexâmico, anti-inflamatórios para aliviar a dor, como o ibuprofeno ou a nimesulida, por exemplo e suplementos vitamínicos, para compensar a perda de sangue. Saiba mais sobre o tratamento farmacológico.

Em alguns casos, pode ser necessário recorrer à cirurgia que consiste na remoção do útero, ou dos fibromas, caso seja realizada em mulheres que ainda pretendem engravidar.

Bibliografia >

  • SOCIEDADE PORTUGUESA DE GINECOLOGIA. Consenso Nacional sobre Miomas Uterinos. 2017. Disponível em: <http://www.spginecologia.pt/uploads/Consenso-sobre-miomas-2017-165x220-V12.pdf>. Acesso em 01 Out 2019
  • UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ. MIOMATOSE UTERINA. 2018. Disponível em: <http://www2.ebserh.gov.br/documents/214336/1106177/PRO.MED-GIN.032+-+MIOMATOSE+UTERINA.pdf/c3d41614-0225-422e-a8a0-8dcf276497e2>. Acesso em 01 Out 2019
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem