Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

9 principais sintomas de mioma uterino

O mioma uterino, também chamado de fibroma ou leiomioma uterino, pode causar diversos sintomas como cólicas abdominais e sangramento fora do período menstrual, porém, em alguns casos, a presença do mioma não causa sintomas, sendo descoberto apenas durante exames ginecológicos de rotina. 

Por ser um tumor benigno, o mioma não costuma trazer perigos à saúde da mulher, e os seus sintomas podem ser controlados com remédios, que devem ser recomendados pelo ginecologista, ou em alguns casos, pode ser necessário recorrer a cirurgia para a sua remoção. Saiba o que causa o mioma e como pode ser o tratamento.

9 principais sintomas de mioma uterino

O mioma, independente da região afetada, pode causar sintomas gerais como:

  1. Aumento do fluxo sanguíneo e da duração do período menstrual;
  2. Sangramento fora do período menstrual;
  3. Dor abdominal e cólicas na região do útero;
  4. Dor lombar;
  5. Sensação de pressão na barriga;
  6. Aumento da vontade de urinar ou incontinência urinária;
  7. Prisão de ventre;
  8. Dor durante a relação sexual;
  9. Dificuldade para engravidar.

No caso de mulheres grávidas, os sintomas de mioma são os mesmos, porém podem-se tornar mais intensos durante a gestação, sendo importante ficar em repouso para não colocar em risco a saúde do bebê. Veja outros sintomas causados por alterações no útero.

Sintomas específicos de cada tipo

9 principais sintomas de mioma uterino

Os sintomas de mioma uterino também podem variar de acordo com o tipo de mioma, por exemplo:

  • Miomas Subserosos: são aqueles que ficam na região externa do útero e, por isso, podem crescer mais e empurrar os órgãos ao redor, causando aumento da vontade de urinar, diarreia ou prisão de ventre. Quando ficam pendurados para fora do útero, são chamados de miomas pediculados;
  • Miomas Intramurais: localizam-se dentro da parede que forma o útero e, desta forma, podem causar mais dores abdominais, cólicas e dor durante a relação sexual;
  • Miomas Submucosos: ficam na parte interna do útero, e causam sangramento e dificuldade para engravidar. 

Além disto, se a mulher tiver muitos miomas ou se forem grandes, os sintomas podem ser mais intensos. Conheça mais sobre os tipos de mioma uterino

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico do mioma uterino é baseado nos sintomas como sangramento menstrual intenso ou fora do período, prisão de ventre, cólicas ou também anemia devido aos sangramentos menstruais intensos. Além disso, o exame de toque ginecológico permite que o médico observe os órgãos genitais femininos e faça a palpação do abdômen, para sentir o contorno do útero. Caso a mulher apresente sintomas ou alterações durante o exame clínico, o ginecologista pode recomendar a realização de ultrassom abdominal ou transvaginal. Veja mais sobre o ultrassom transvaginal.

Em alguns casos, o médico pode solicitar a realização de exames mais específicos, como histeroscopia, histerossonografia e histerossalpingografia, por exemplo, que são úteis para avaliar a cavidade uterina.

Como é feito o tratamento

O tratamento para mioma é feito em mulheres que apresentam sintomas, podendo ser recomendado o uso de medicamentos hormonais, como a pílula anticoncepcional ou o DIU intrauterino (Mirena), por exemplo, com o objetivo de reduzir o tamanho do mioma e, assim, aliviar os sintomas.

Além disso, o médico pode indicar o uso de medicamentos anti-inflamatórios, como o ibuprofeno, por exemplo, para aliviar os sintomas que incomodam a mulher, como as cólicas.

Em alguns casos, principalmente quando o mioma é muito grande e os sintomas são mais intensos, pode ser recomendada a realização de cirurgia para remover o mioma. Saiba mais como é feita a cirurgia para retirar miomas.

Quando ir ao médico

O ideal é fazer exames ginecológicos pelo menos uma vez ao ano. Entretanto, se apresentar sintomas de aumento do fluxo menstrual, cólicas frequentes ou sangramento menstrual fora do período, dor durante a relação sexual ou urgência em urinar, deve-se procurar acompanhamento com o ginecologista para o diagnóstico e tratamento mais adequado.

Em caso de sangramento vaginal grave ou cólica forte que aparece de repente, deve-se procurar ajuda médica imediatamente ou dirigir-se ao hospital ou pronto-atendimento. 

Bibliografia >

  • INFORMED HEALTH. Uterine fibroids: Overview. 2014. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK279535/>. Acesso em 14 Ago 2020
  • NEWTON WELLESLEY HOSPITAL. Fibroids. Disponível em: <https://www.nwh.org/womens-health-center/center-for-minimally-invasive-gynecologic-surgery/fibroids>. Acesso em 14 Ago 2020
  • DE LA CRUZ, Maria Syl D.; BUCHANAN, Edward M.. Uterine Fibroids: Diagnosis and Treatment. Am Fam Physician. 95. 2; 100-107, 2017
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem