Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Veja quais são os sintomas de estresse físico e emocional

Queda de cabelo, impaciência, tontura e dor de cabeça frequente são sintomas que podem indicar estresse. O estresse está ligado ao aumento dos níveis de cortisol na corrente sanguínea e este aumento além de afetar a mente pode levar às doenças físicas como alergias e tensão muscular, por exemplo.

Estes sintomas podem se manifestar em indivíduos de todas as idades, e apesar de ser mais frequente nos adultos também podem se manifestar em crianças e adolescentes quando são submetidos a problemas como bullying na escola, separação dos pais ou doenças graves na família.

Veja quais são os sintomas de estresse físico e emocional

Principais sintomas do estresse

O sintomas do estresse podem ser manifestado de duas formas, por meio de sinais psicológicos ou por meio de sinais físicos, sendo os principais sintomas:

Sintomas psicológicos

O estresse normalmente leva ao aparecimento de sintomas psicológicos bem perceptíveis, como por exemplo:

  • Ansiedade, angústia, nervosismo ou preocupação em excesso;
  • Irritação e impaciência;
  • Tontura;
  • Problemas de concentração e de memória;
  • Sensação de perda do controle;
  • Dificuldade em tomar decisões.

Além disso, a pessoa que se encontra estressada normalmente não consegue se organizar e se concentrar em atividades, o que pode fazer com que fique cada vez mais estressada.

Sintomas físicos

O estresse também pode se manifestar por meio de sintomas físicos, como por exemplo a queda de cabelo em excesso, dor de cabeça ou enxaqueca, tensão muscular, alergias, insônia, facilidade em ficar doente e alterações gastrointestinais e do coração, como aumento dos batimentos cardíacos, por exemplo.

Além disso, mãos frias e suadas e problemas de pele, como acne, por exemplo, podem ser indicativos de estresse.

Caso sejam observados estes sintomas é importante identificar as causas do estresse para que elas sejam resolvidas, mas por vezes pode ser preciso procurar um médico clínico geral ou um psicólogo, para que ele possa indicar o tratamento adequado.

Como controlar o estresse e a ansiedade

O controle do estresse e da ansiedade pode ser feito por meio do consumo de chás calmantes, como os de camomila, tília e valeriana, por exemplo. Conheça outras opções caseiras para tratar o estresse.

Além disso, outra ótima dica para controlar o estresse e a ansiedade é evitar usar as redes sociais em excesso, pois em algumas situações podem acabar causando tristeza, solidão, inveja e sensação de insatisfação para com a vida. Veja todos os problemas de saúde que as redes sociais podem causar.

Saber evitar o estresse e aprender a conviver com esse problema é uma das coisas mais importantes para uma boa recuperação e muitas vezes a melhor opção é mesmo procurar um psicólogo, para que ele ensine algumas técnicas que ajudam a lidar com os problemas e a vencer o estresse.

A alimentação durantes estes períodos de estresse e ansiedade também tem grande importância, e por isso veja como ela pode ajudar:

Uma boa válvula de escape pode ser a prática regular de exercícios físicos, como a corrida, lutas marciais ou dança, porque isto distrai a mente e libera endorfinas na corrente sanguínea, promovendo o bem-estar. Conheça outras estratégias em: Como combater o stress.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar